Menu & Busca
Por que low carb não funciona para todo mundo

Por que low carb não funciona para todo mundo


Muitas vezes você já deve ter se perguntado: “por que aquela pessoa come tanto e não engorda? Caso eu coma o mesmo que ela e nas mesmas quantidades, vou engordar muito.” Isso é uma dúvida frequente de várias pessoas que buscam uma melhora em seus físicos.

Primeiramente, nunca se compare a ninguém, entenda que para você conseguir bons resultados com o treino e a dieta, você precisa conhecer a si mesmo e, consequentemente entender o seu próprio metabolismo. É um caminho ao fracasso querer fazer o que o outro faz, só porque ele consegue resultados e você também quer consegui-los. Uma dica preciosa é você mesmo preparar seus próprios alimentos, e mesmo não sendo um expert na cozinha, este manual de 500 receitas low carb poderá ajudá-lo.

É um guia com mais de 400 receitas saudáveis, indicadas para qualquer pessoa que deseja emagrecer ou simplesmente melhorar o seu estilo de vida de uma forma prazerosa, com alimentos realmente gostosos e nutritivos. Você terá opções para café da manhã, lanches, almoço, jantar, sobremesas e doces, ou seja, uma gama completa. E o melhor de tudo: ainda conta com 3 bônus, um deles contempla mais de 30 exercícios que podem ser feitos até mesmo em casa.  

Mas agora, vamos voltar para a parte científica. É importante entender o que significa metabolismo antes de qualquer coisa: Metabolismo é o conjunto de reações bioquímicas que o organismo realiza para se manter em funcionamento, algumas dessas reações são o anabolismo e o catabolismo, as quais poderemos abordar melhor em próximas matérias, pois requerem uma maior atenção. O metabolismo é essencial para determinar a forma física do indivíduo, como também sua estrutura corporal e seu tecido muscular. 

Chamamos de ectomorfo o corpo com estrutura óssea menos pesada (menos densa), ombros mais estreitos, menos gordura corporal e mais dificuldade para ganhar peso (músculos, por exemplo), pernas e braços mais longos são característicos. São as famosas modelos de passarela.

Pessoas que têm este biotipo corporal necessitam de uma maior ingestão calórica para sintetizar músculos e podem consumir carboidratos de qualidade em maior quantidade com menos receio, pois possuem o metabolismo mais acelerado, que contribui para que não exista armazenamento de excesso de carboidrato, que será convertido em gordura. 

Mesomorfo já é aquele corpo que possui uma estrutura óssea mais densa, ombros largos e a facilidade de síntese proteica é basicamente a mesma de síntese adiposa. Para indivíduos com este biotipo é necessário que exista uma cautela em relação à ingestão de carboidratos e soma calórica diária. 

O endomorfo é aquele que tem uma grande facilidade de adquirir gordura, maior dificuldade de síntese proteica, quadris mais largos e formato corporal mais arredondado. O seu metabolismo é lento e a dificuldade de definição muscular é alta. A ingestão de carboidratos deve ser controlada, pois a conversão em gordura é muito fácil. 

Existem corpos que são uma mescla de tipos, como ecto-mesomorfo ou endo-mesomorfo. Entretanto, o essencial é você respeitar a sua genética, visto que um corpo bonito é aquele trabalhado em sua potencialidade. Não sofra pelo seu biotipo, tente simplesmente adaptar seu plano alimentar e atividades físicas para que você evolua sempre e chegue mais próximo do seu objetivo, seja ele emagrecer, ganhar mais massa muscular, ou até mesmo ou dois.

Sempre que possível busque auxílio profissional específico da área para minimizar as chances de falhas, visto que uma supervisão mais precisa pode representar um avanço significativo e resultados possivelmente mais expressivos.

_______________
Izadora Del Bianco – Fala!Cásper

Quer se tornar um colaborar e escrever para o fala?
Saiba como

0 Comentários

Tags mais acessadas