Noelson Teixeira, o DJ Mandas, fala sobre a quarentena em entrevista
Menu & Busca
Noelson Teixeira, o DJ Mandas, fala sobre a quarentena em entrevista

Noelson Teixeira, o DJ Mandas, fala sobre a quarentena em entrevista

Home > Entretenimento > Música > Noelson Teixeira, o DJ Mandas, fala sobre a quarentena em entrevista

O DJ Mandas, como é conhecido por muitos, cresceu muito ao longo dos anos, sem falsa modéstia e salvaguardadas a devida distância, é atualmente um dos melhores DJs africanos. Assim, conseguiu sincronizar suas emoções com o seu processo de mistura de beats – seja africana, ocidental ou mesmo oriental.

Noelson Teixeira tem sabido usar o seu enorme talento para diversificar seu repertório. Sendo uma pessoa humilde, busca aqueles que têm mais experiências do que ele para aperfeiçoar ainda mais o seu trabalho, atitude que demostra seu comprometimento com a qualidade. Dizem que o talento está nas escolhas, então somos afortunados pela escolha do DJ Mandas, porque ele nos instiga a compartilhar aquilo que temos de bom.

DJ Mandas
Noelson Teixeira, o DJ Mandas, fala sobre a quarentena e seus planos. | Foto: Reprodução.

Entrevista com o DJ Mandas

1- Como a quarentena tem afetado sua vida pessoal e sua carreira?

A China soube lidar com a pandemia muito bem e hoje já voltamos a fazer as nossas coisas. Voltei a tocar desde final de abril, já faço as minhas viagens para shows aqui, na China, normalmente, graças a Deus. No início, foi difícil, o susto foi enorme e decidi sair da China depois de 10 dias. Fui a Bissau e gravei dois vídeos, incluindo Mantenha, que hoje é um sucesso.

Voltei para China no final de março e fiquei de quarentena durante 15 dias. Durante a quarentena, finalizei algumas músicas, criei algumas, fiz live performance em casa, que me aproximou ainda mais dos meus fãs, aprendi coisas novas… Tem sempre um lado bom.

2- O mercado do entretenimento sofreu bastante com a pandemia. Como tem sido a sua adaptação a esta nova normalidade? E presumo que tenhas saudades do público?

Eu tive saudades do público, sim, durante os 3 meses que fiquei sem tocar. Como eu disse antes, aqui na China, os bares e clubes voltaram a funcionar nos finais de abril em algumas cidades. Hoje, praticamente todas as casas noturnas reabriram as portas, faço shows e viajo quase sempre aqui dentro da China.

3- Falando um pouco sobre novos trabalhos… De onde vem a motivação?

A motivação vem da vontade de atingir os meus objetivos como produtor artista. Da luta de defender a cultura dos meus pais, fazer com que os meus pais sintam orgulho do caminho que eu escolhi, porque eu acreditei… São tantas.

4- Na sua visão, o que faz um DJ um grande DJ?

Depende de ponto de vista de cada um. Eu trabalho com EDM e afro House, no meu mercado, hoje, é obrigatório que um DJ que deseja ter sucesso em sua carreira também seja produtor. Há grandes DJs que não são produtores, por exemplo, os que fazem scratch, e eu admiro muito. Tem toda aquela coisa de conhecimento técnico e musical que é essencial.

5- Qual é o seu estilo e o que procura dar ao público?

Eu criei meu próprio estilo dentro do afro House, que é uma fusa do Afro House e Tina (estilo musical e dança da Guiné-Bissau), que dei o nome de Afrotina, mas não me limitei a um único estilo. Já fiz afropop e afrobeat. Ultimamente, estou trabalhando no Afrotina, que é um estilo novo, e pretendo explorar ainda mais. É um estilo que tem a ver muito comigo e as minhas raízes.

Noelson Teixeira
Noelson Teixeira ficou conhecido por inventar a Afrotina, um novo estilo musical. | Foto: Reprodução.

6- Que software você utiliza para produzir? Utiliza outros equipamentos?

Para a produção, trabalho com Ableton Live, midi keyboard e monitores. É o básico que qualquer produtor precisa para fazer musica.

7- Você já lançou faixas por alguns dos grandes astros da música e tocou em diversos clubes (palcos) renomados do mundo. O que espera para sua carreira agora?

Continuar a fazer música e mais colaborações, seja nacionais ou internacionais. Tocar nos lugares que eu ainda não toquei, são tantos. Essa é a minha motivação de seguir em frente.

8- Que conselho daria para os novos DJs e produtores que estão surgindo?

Acredite em si, tenha fé, lute e nunca desista. Seja autêntico, verdadeiro nas tuas criações…

9- Para finalizar, o que um DJ nunca deve fazer na pista?

Ficar bêbedo [risos].

_________________________
Por Benazira Djoco – Fala! Uniesp Centro Universitário

Tags mais acessadas