quarta-feira, 22 maio, 24
HomeMúsicaOs melhores álbuns de pop dos últimos 10 anos

Os melhores álbuns de pop dos últimos 10 anos

Pop é um dos gêneros mais ouvidos no mundo, principalmente entre os jovens, e por ser um gênero que está no mundo da música há muito tempo, tem muitos álbuns que estão na história do pop. 

Por isso, separamos os melhores álbuns de pop dos últimos 10 anos para você ouvir e reviver cada um deles com aquela nostalgia!

Melhores álbuns dos últimos 10 anos
Melhores álbuns dos últimos 10 anos. | Foto: Freepik.

Melhores Álbuns de pop dos últimos 10 anos

Desde 2001, a premiação Grammy conta com a categoria Best Pop Vocal Album (Melhor Álbum Vocal de Música Pop), onde entre 5 candidatos ao prêmio, eles decidem quem vai ser o premiado com o título do ano. 

Então seguindo esses ganhadores, segue a lista dos melhores álbuns pop dos últimos 10 anos:

2013

Em 2013 a ganhadora foi a cantora Kelly Clarkson com seu álbum “Stronger”, que foi lançado em 2011, alcançou a segunda posição do Billboard 200 por ter vendido 163 milhões de cópias nos Estados Unidos em sua semana de estreia.

2014

Já em 2014 o ganhador dessa categoria foi o Bruno Mars com o álbum “Unorthodox Jukebox”, lançado em 2012 e também alcançando a segunda posição do Billboard 200 com 192 milhões de cópias vendidas na semana do lançamento, e superando a expectativa prevista de vendas. 

2015

No ano de 2015 o grande vencedor foi o cantor Sam Smith e o seu álbum de estreia “In The Lonely Hour”, lançado em 2014, contendo um dos maiores hits da época (que está em muitas playlists até hoje), a “Stay With Me”. 

2016

Passando para 2016, quem levou esse prêmio para casa foi a Taylor Swift com o álbum 1989, que foi onde ela começou realmente sua carreira no pop, e ele foi lançado em 2014, atingindo a primeira posição da Billboard 200 e o da Digital Albums, que somente com as vendas da semana da distribuição, foi responsável por 22% do lucro da indústria musical, com vendas maiores que da 107º a 2ª posição do Billboard 200 combinados. 

2017

No ano de 2017, quem levou esse título foi a Adele com o álbum “25”, sendo seu segundo prêmio na categoria, o álbum foi lançado em 2015, sendo indicado a muitos prêmios e ganhando, ele conta com a música que mais teve sucesso nos últimos anos, “Hello”. 

2018

No Grammy de 2018, o ganhador foi o Ed Sheeran com o álbum “Divide”, que teve seu lançamento em 2017, contendo grandes hits como “Shape of You”, “ Castle on the Hill” e “Perfect” que mais tarde teve um relançamento em parceria com Beyoncé.

2019

Para 2019, o melhor álbum no ano foi o “Sweetener” da Ariana Grande, que foi lançado em 2018 que chegou a 21ª posição na Billboard 200, e no final de 2018 ele encerrou o ano como o 28º álbum mais bem sucedido na Billboard 200 e o 15º na Digital Albums, tendo em média de 956 mil cópias vendidas. A Recording Industry Association of America (RIAA) deu um certificado de platina ao disco, por ter tido por volta de 1 milhão de cópias vendidas nos Estados Unidos.

2020

Em 2020 quem levou para casa o título foi a cantora Billie Eilish com o álbum de estreia “When We All Fall Asleep, Where Do We Go?”, que lançou em 2019 e estreou como número 1 da Billboard 200 dos Estados Unidos, com o equivalente a 313 mil álbuns. 

2021

No ano de 2021, mesmo com o isolamento social, os artistas não deixaram de lançar músicas e álbuns e quem levou a categoria neste ano foi a Dua Lipa, com o álbum “Future Nostalgia’, que já foi lançado em 2020, no começo da pandemia do Covid-19, ele debutou na 4ª posição da Billboard 200 com o equivalente a 66 mil vendas. Além disso, se tornou o primeiro álbum a entrar entre os 10 primeiros da parada musical. 

2022

Finalizando, no ano de 2022 quem ganhou o prêmio foi a recém estreada no mercado, Olivia Rodrigo com o álbum de estreia “Sour”, lançado em 2021 alcançou a primeira posição da Billboard 200 com o equivalente a 295 mil unidades de álbum. Sour teve todas suas 11 faixas entrando no top 30 do Billboard Hot 100, sendo 3 delas no top 10.

_____________________________________

Por Marillia Brefere Ribeiro – Redação Fala!

ARTIGOS RECOMENDADOS