Jornalismo vs Fake News: Como saber o que é verdade ou não?
Menu & Busca
Jornalismo vs Fake News: Como saber o que é verdade ou não?

Jornalismo vs Fake News: Como saber o que é verdade ou não?

Home > Notícias > Urbano > Jornalismo vs Fake News: Como saber o que é verdade ou não?

Com o avanço da tecnologia, e a facilidade de se comunicar por meio das redes sociais a qualquer hora e em qualquer lugar, ficou ainda mais prático espalhar uma informação, seja ela fake news ou não

As fake news tornaram-se um dos maiores problemas para o jornalismo.
As fake news tornaram-se um dos maiores problemas para o jornalismo. | Foto: Reprodução.

A principal função do jornalismo é informar, levar ao conhecimento da população o que está acontecendo; seja a respeito da política, acontecimentos cotidianos, novidades do dia a dia, entre os mais diversos tipos de informação. E trazer o melhor conteúdo informativo para as pessoas é uma tarefa trabalhosa, pois há a necessidade de apurar de forma minuciosa e específica o acontecimento, correr em busca da veracidade da informação; com intuito de sempre passar de uma maneira transparente e verdadeira o que acontece na sociedade.

Fake News: o combate a desinformação pelo jornalismo

Da mesma forma que existem as notícias verídicas também encontramos as não verídicas, que são mundialmente conhecidas como Fake News. De acordo com o portal Mundo Educação, fake news é um termo em inglês usado para referir-se a falsas informações divulgadas, principalmente por meio das redes sociais.

Não é novidade que com o passar do tempo o acesso à internet e aos meios de comunicação tornaram- se ainda mais fáceis. Com o auxílio de um smartphone é possível a qualquer hora e em qualquer lugar compartilhar uma informação através das redes sociais ou por meio dos aplicativos de mensagens. Uma tremenda facilidade que, caso não seja usada da forma correta, pode causar diversos problemas.

Uma questão a ser levantada sobre as fake news é: o que leva alguém a produzir uma notícia falsa? Diversos são os motivos, como por exemplo, atrair seguidores divulgando de forma distorcida acontecimentos que impactam de certa forma o dia a dia das pessoas, o faturamento que a publicidade digital pode trazer como retorno para os que à divulgam, a criação de boatos com intuito de difamar a imagem de alguma pessoa ou marca famosa, entre os mais diversos impactos que podem ser gerados de forma específica também.

Dentre diversos casos de informações falsas, um que obteve grande destaque foi à informação repassada pelas redes sociais onde era informado que algumas vacinas eram mortais e que milhares de crianças haviam morrido após se imunizarem. Tal notícia gerou grande repercussão, fazendo diversos pais e responsáveis não levarem seus filhos para tomarem as vacinas que são obrigatórias na fase infantil. Como resultado a esta fake news, casos de sarampo, que há muito tempo não eram identificados no Brasil, voltaram a acometer crianças.

Do ponto de vista do Designer Gráfico e estudante de Jornalismo Rodney Henrique, as fake news atrapalham na absorção da informação verídica, além de dificultar no compartilhamento das notícias verdadeiras. “Acredito que isto gera um grande fluxo de desinformação, pois as informações verídicas, estudos, ensinos, notícias, documentos, etc; são suprimidos pela velocidade e massividade das fake news. Vale ressaltar que o perfil dos indivíduos que têm o costume de distribuírem ou compartilharem as notícias falsas, seja pela facilidade, por não precisarem ler um texto ou artigo, ou pesquisarem, faz com que uma notícia, por exemplo, não seja espalhada com a mesma facilidade”, afirmou o graduando.

Rodney Henrique, estudante de Jornalismo.
Rodney Henrique, estudante de Jornalismo. | Foto: Reprodução.

A informação segue sendo fundamental para a vivência humana, mas é necessário checar sempre as notícias que chegam para não ser enganado. Por conta disso, algumas agências e sites se encarregaram de checar as informações e suas veracidades e informar aos seus leitores se tal informação é correta ou não. Abaixo você pode conferir algumas agências que trabalham com combate a desinformação:

  • Agência Lupa;
  • Aos Fato;
  • Fato ou Fake;
  • Fato Check.

________________________________________________________

Por Gabriel Leandro – Fala! Anhembi

Tags mais acessadas