​Futebol: Os 5 maiores jogadores brasileiros de todos os tempos
Menu & Busca
​Futebol: Os 5 maiores jogadores brasileiros de todos os tempos

​Futebol: Os 5 maiores jogadores brasileiros de todos os tempos

Home > Notícias > Esporte > ​Futebol: Os 5 maiores jogadores brasileiros de todos os tempos

O Brasil é considerado um “berço” para o futebol, principalmente no cenário mundial. Responsável por revelar alguns dos maiores atletas desse esporte, a nação verde e amarela lidera o ranking de países com mais jogadores atuando no exterior, segundo um levantamento feito pelo Centro internacional de estudos esportivos (Cies).

Em decorrência disso, muitos ídolos vão fazendo história ao longo do tempo, muitas vezes, por grandes atuações em campeonatos de grande visibilidade mundial, como copas do mundo, e campeonatos internacionais. E para mostrar a importância desses craques, fizemos uma lista com os 5 maiores jogadores de futebol do Brasil.

Futebol: Os 5 maiores jogadores brasileiros

 Pelé​

pelé
Pelé. | Foto: FIFA/Reprodução.

O Rei não poderia ficar de fora dessa lista, não é mesmo? Considerado o maior jogador de futebol de todos os tempos e campeão de três copas do mundo, Pelé fez história vestindo a camisa verde e amarela. Foram 114 jogos pela seleção, com incríveis 95 gols, 84 vitórias, 15 empates e apenas 14 derrotas. O Rei está no topo do ranking de artilheiros da seleção, ocupando o primeiro lugar.

Ronaldo Fenômeno

ronaldo
Ronaldo, na Copa do Mundo de 2002. | Foto: FIFA/Reprodução.

Conhecido como Fenômeno, por sua forma extraordinária de jogar, Ronaldo foi não um dos, mas o maior atacante que o Brasil já teve. Com duas conquistas de copas do mundo, em 1994 e 2002, o camisa nove deixou sua marca ao ser considerado o maior artilheiro da história das copas, balançando as redes um total de 15 vezes nessa competição, até ser superado por Miroslav Klose, em 2014.

Os números de Ronaldo também são fenomenais, fazendo jus ao apelido, são 105 jogos, com 67 gols, 74 vitórias, 22 empates e só nove derrotas. Ele ocupa a segunda colocação no ranking dos maiores artilheiros da seleção brasileira, ficando atrás apenas do Rei Pelé.

Garrincha

Futebol
Garrincha e Pelé. | Foto: CBF/Reprodução.

O “Anjo das pernas tortas”, ou simplesmente “Garrincha” eram os apelidos mais comuns de Manoel Francisco dos Santos, que ao lado de Pelé, fez uma das maiores duplas que o futebol brasileiro já viu.

 Nas 30 partidas que os dois atuaram juntos em campo, foram 26 vitórias, apenas quatro empates e zero derrotas. Garrincha foi campeão de duas copas do mundo, a de 1958 na Suécia, e a de 1962, no Chile. E não foi destaque apenas ao lado de Pelé, ao todo, Garrincha vestiu a amarelinha 60 vezes, com 52 vitórias, sete empates, e apenas uma derrota, em seu jogo de despedida.

Zico

Futebol brasileiro
Zico e Júnior. | Foto: FIFA/Reprodução.

Arthur Antunes Coimbra, também conhecido como “Zico”, além de ser o maior ídolo da história do Flamengo, também foi um dos maiores meias que o País já viu. Com cobranças de faltas magistrais e uma ótima visão de jogo, Zico foi convocado para as copas de 1978, 1982 e 1986.

Apesar do Brasil não ter levado a taça de nenhuma dessas três copas, as atuações foram incríveis, com destaque para a histórica seleção de 1982, onde Zico foi um dos principais jogadores no time que, para alguns, foi a melhor seleção que o País já teve.

O camisa dez atuou 89 vezes pela seleção, e balançou as redes 66 vezes. Foi campeão brasileiro três vezes com o Flamengo, além da Copa Libertadores da América e do Mundial Interclubes em 1981.

Romário

melhores jogadores de Futebol
Romário em 1994. | Foto: Getty Images.

 O “baixinho”, como era conhecido, é a principal figura da conquista do tetracampeonato do Brasil, em 1994, nos Estados Unidos. Uma das principais características de Romário, era sua marra dentro e fora de campo e, por isso, muitas vezes, ele era envolvido em polêmicas. Mas isso não o impediu de ser um grande jogador.

 Ídolo do Vasco, o baixinho quase nunca deixou a desejar dentro de campo, e ao lado de Bebeto, formou uma grandiosa dupla de ataque, que nunca perdeu quando jogou junta, assim como Pelé e Garrincha.

Além da copa de 1994, Romário também foi campeão da Copa das Confederações de 1997 e da Copa América, em 1989 e 1997. Muitos apontam a eliminação de 1998 do Brasil como resultado da ausência de Romário, que foi cortado semanas antes, pelo técnico Zagallo. Em 70 partidas pela seleção, Romário marcou incríveis 55 gols, ficando atrás apenas de Neymar, Ronaldo e Pelé, no ranking dos maiores artilheiros da seleção.

____________________________
Por Lucas Teixeira de Oliveira – Fala! Metodista

Tags mais acessadas