Fórmula 1: confira os destaques dos Testes de Pré-Temporada
Menu & Busca
Fórmula 1: confira os destaques dos Testes de Pré-Temporada

Fórmula 1: confira os destaques dos Testes de Pré-Temporada

Home > Notícias > Esporte > Fórmula 1: confira os destaques dos Testes de Pré-Temporada

Neste fim de semana, a Fórmula 1 voltou para os testes de pré-temporada e ajudou a matar um pouco da saudade dos fãs da categoria 

fórmula 1
Max Verstappen e sua Red Bull durante os testes de pré-temporada da F1. | Foto: Motorsport Images.

Após meses de espera dos fãs da principal categoria do automobilismo mundial, a Fórmula 1 finalmente voltou para o seu devido lugar: as pistas. Os tradicionais testes de pré-temporada ocorrem para as equipes coletarem os seus primeiros dados para a temporada, abrindo de vez o calendário da Fórmula 1. Porém, para os ‘cabeças de gasolina’, é uma oportunidade de matar a saudade de ver os carros na pista, o que não acontecia desde o GP de Abu Dhabi no ano passado, e se aquecer para a temporada que se inicia em duas semanas.

Antes de mais nada, é importante esclarecer uma coisa: nem tudo que se vê durante os testes deve ser levado completamente a sério, e muito menos cravar que o ano de determinada equipe será excepcional ou trágico. Cada equipe possui seu planejamento e estratégia, portanto, nada do que se viu durante os três dias de carros na pista no Bahrein, é definitivo ou irreversível. Dito isso, podemos iniciar uma análise da temporada que se inicia na Fórmula 1 e do fim de semana de testes em Sakhir. 

Nova temporada da Fórmula 1

Com todo o calendário bagunçado desde o ano passado, por conta da Covid-19, a Fórmula 1 adiou a mudança de regulamento para 2022, o que seria para acontecer já nessa temporada. Como esta mudança prevê uma grande transformação não apenas nos carros, mas também nas equipes, foi entendido que seria melhor que fosse feita no ano que vem, quando se espera que a pandemia já não seja mais um grande fator na sociedade.

Sendo assim, os carros para esta temporada, possuem poucas diferenças para aqueles do ano passado, tendo como principal mudança no regulamento, a diminuição da área do assoalho, o que diminui a downforce dos carros e, teoricamente, os deixa um pouco mais lentos. De resto, as principais mudanças estão na parte estética das equipes, em que algumas delas mudaram de nomes, cores, patrocinadores e entre outros detalhes.

As duas principais mudanças se deram pela Renault e pela Racing Point. Ambas as equipes se mantiveram na categoria, porém, com uma identidade visual completamente diferente. A Renault agora se chama Alpine F1 Team, e substituiu o preto e amarelo, por um um belíssimo carro azul metálico com detalhes em branco e vermelho, representando as cores da marca francesa. Já a Racing Point, deixou para trás o já tradicional “rosa BWT” de seu chassi, e assumiu o verde britânico, pois agora a equipe do bilionário Lawrence Stroll é a Aston Martin Cognizant F1 Team, e também apresentou um carro muito bonito.

No geral, as outras equipes se mantiveram com os mesmos nomes e identidades, porém, muitas trocas aconteceram no mercado de pilotos durante a intertemporada. Confira as duplas de pilotos de cada equipe para a temporada de 2021:

  • Mercedes – Lewis Hamilton e Valtteri Bottas
  • Red Bull – Max Verstappen e Sergio Perez
  • McLaren – Daniel Ricciardo e Lando Norris
  • Aston Martin – Sebastian Vettel e Lance Stroll
  • Alpine – Fernando Alonso e Esteban Ocon
  • Ferrari – Charles Leclerc e Carlos Sainz
  • AlphaTauri – Pierre Gasly e Yuki Tsunoda
  • Alfa Romeo – Kimi Raikkonen e Antonio Giovinazzi 
  • Haas – Mick Schumacher e Nikita Mazepin
  • Williams – George Russel e Nicholas Latifi
Fórmula 1 pilotos
Todos os pilotos e carros da temporada 2021 da Fórmula 1. | Foto: Fórmula 1/Twitter.

Com exceção a Mercedes, Alfa Romeo e Williams, o restante das equipes todas tiveram mudanças em suas duplas de pilotos. AlphaTauri e Haas apostando em jovens pilotos saindo da Fórmula 2 e buscando uma revitalização da equipe. A McLaren segue em seu processo de reconstrução e vê em Daniel Ricciardo um grande nome para devolver a equipe ao seu antigo patamar, substituindo Carlos Sainz, que agora é um piloto Ferrari, ao lado de Charles Leclerc.

A Aston Martin trouxe o tetracampeão Sebastian Vettel, que enfrentou momentos difíceis na Scuderia, e que busca retomar o caminho dos bons resultados e principalmente, de sua felicidade, em uma equipe muito promissora e de cara nova. Já a Alpine aposta na experiência de um velho conhecido: o bicampeão mundial pela Renault em 2006 e 2007, Fernando Alonso, no alto dos seus 39 anos, para se estabelecer na briga pelo 3º lugar no campeonato de construtores. Por fim, a Red Bull não renovou com o jovem Alex Albon e, indo contra seu histórico, não contratou um piloto de sua academia, e acabou fechando com Sergio Perez, experiente piloto que teve um grande ano com a Racing Point em 2020.

Todas estas mudanças de carros, equipes e pilotos, foram finalmente testadas neste fim de semana que passou. Diferentemente do padrão dos últimos anos, a pré-temporada foi realizada no Bahrein, e não na Catalunha, local em que geralmente ocorrem os primeiros contatos dos carros com as pistas. A mudança se deve ao fato de que a primeira corrida do ano será em Sakhir, portanto, para evitar viagens e um possível agravamento da pandemia, os testes ocorrem no mesmo local da primeira prova da temporada.

Destaques da pré-temporada

Na sexta-feira, quem se destacou não foi a Mercedes, mas, sim, uma de suas equipes clientes, que agora também utiliza o motor da empresa alemã: a McLaren. A equipe inglesa terminou sua parceria com a Renault, e agora possui um motor Mercedes. Após um ano muito bom, a equipe ‘papaia’ é uma das equipes que chega com maior expectativa, muito por sua nova talentosa dupla de pilotos. Ricciardo liderou na parte da manhã e Lando Norris ficou em 2º após o fim da segunda etapa. O bom desempenho da equipe se manteve ao longos dos três dias de testes, porém, vale destacar que não necessariamente significa que a McLaren vai ganhar tudo. Os testes, muitas vezes, geram mais perguntas do que respostas, mas, ao que tudo indica, a equipe vem forte novamente para disputar o 3º lugar no Campeonato de Construtores.

São inúmeros fatores para serem levados em consideração ao se tirar conclusões na pré-temporada, porém, existe uma afirmação que pode ser feita: neste início de temporada, a Red Bull está à frente da Mercedes. Se no ano passado os alemães tinham uma larga vantagem sobre seu principal adversário, e possuíam um carro não apenas mais rápido, mas também mais equilibrado, neste ano parece que os papéis se inverteram. 

Enquanto Max Verstappen, e até Sergio Perez, mesmo ainda se adaptando ao carro da Red Bull, mostraram muito equilíbrio e velocidade durante os testes, Hamilton e Bottas mostraram ter muita dificuldade para guiar o W12. Foram diversas rodadas de ambos os pilotos, mostrando muita complicação para manter o curso de seus carros, ficando cerca de um segundo atrás das Red Bull’s, e em certos momentos, com dificuldade de se aproximar até mesmo das McLaren’s e Alpine’s (principalmente em relação a Fernando Alonso).

Sergio Perez
Sergio Perez passando pela Mercedes atolada de Lewis Hamilton durante a pré-temporada. | Foto: Velocidade Alta.

Fora o desempenho, a equipe foi a que menos andou durante os testes, devido a diversos problemas mecânicos tanto no carro de Hamilton, quanto no de Bottas. Lembrando: não significa que a Mercedes disputará com a Williams e com a Haas pelas últimas posições, afinal, a melhor equipe da década não desaprendeu a construir um excelente carro de Fórmula 1, porém, pelo menos, para este início de campeonato, estão atrás da Red Bull, o que pode ser incrível para a disputa do campeonato.

Por outro lado, os motores Honda parecem ter resolvido seu problema de confiabilidade, pois não tiveram nenhum problema ao longo desses três dias, e ainda foi o que mais deu voltas, no carro da AlphaTauri. Aliás, falando em AlphaTauri, a equipe italiana, filial da Red Bull, foi provavelmente a equipe que mais surpreendeu positivamente, não apenas pela quantidade absurda de voltas feitas pela equipe (422, ao lado da Alfa Romeo), mas principalmente pelo seu desempenho. Com Pierre Gasly e o calouro japonês, Yuki Tsunoda, a equipe figurou sempre na metade de cima da classificação, e no último dia de testes, Tsunoda cravou a segunda melhor volta da pré-temporada, ficando atrás apenas de Max Verstappen e sua Red Bull.

Pierre Gasly
Pierre Gasly com o AT02 nos testes de pré-temporada no Bahrein. | Foto: Red Bull Content Pool.

A Ferrari vem do pior ano de sua história na Fórmula 1, mas parece estar se acertando nesse início de temporada. Com um motor que demonstra ser mais confiável e um carro que, segundo Mattia Binotto, deve sofrer sofrer menos nas retas. A equipe busca a redenção neste ano, agora comandada por Charles Leclerc e Carlos Sainz, visando voltar a brigar pelas primeiras posições nas corridas, algo que não aconteceu em 2020.

A grande surpresa negativa, ao lado da Mercedes, foi a Aston Martin. Com a estreia de Vettel, e vindo de uma grande temporada no ano passado, quando ainda era Racing Point, a equipe britânica era uma das que gerava maior expectativa no público, mas acabou não correspondendo. Sendo a segunda equipe que menos andou, a Aston Martin apresentou muitos problemas mecânicos, e não foi possível ver o real potencial do carro, o que deverá ser mostrado apenas no primeiro treino livre do GP do Bahrein.

Com muitas surpresas, incertezas e algumas decepções para certas torcidas, os testes de pré-temporada da Fórmula 1 chegaram ao fim. Por mais que qualquer conclusão tirada agora seja extremamente precipitada, o fato é que a categoria está oficialmente de volta, e já trouxe um belo aperitivo do que está por vir em duas semanas, com o início oficial da temporada de ‘carros na pista’, no Grande Prêmio do Bahrein de 2021.


*Nós, do projeto Esporte em Pauta, estamos realizando uma parceria com o Fala!; se quiser ter acesso a mais conteúdos sobre os mais variados esportes, procure nossa página no Instagram (@esporte_em_pauta) e no Twitter (@EsportePauta).

Tags mais acessadas