Entenda a cultura sneaker
Menu & Busca
Entenda a cultura sneaker

Entenda a cultura sneaker

Home > Lifestyle > Entenda a cultura sneaker

Muito tem se falado sobre a moda ser uma extensão da nossa personalidade, que ela, como a expressão artística que é, está aí para dar seguimento aos sentimentos, ideias e crenças. Mas além disso, roupas e sapatos podem ser símbolos da história de um povo. Como é o caso dos tênis do tipo sneakers que você vai conhecer agora.

História​ dos sneakers

O que antes era apenas uma peça do guarda roupa de algumas poucas pessoas, se tornou um símbolo de uma geração: esse foi o começo da popularização dos sneakers (tênis, em inglês, mas que é uma denominação atribuída a um tipo específico de tênis).

O basquete foi o responsável por apresentar essa cultura ao mundo, mas não o esporte em si, e sim uma polêmica.

Isso porque a NBA era bem rígida quanto à vestimenta dos atletas, que deveria incluir um tênis predominantemente branco. Então, quando a Nike, junto à estrela em ascensão Michael Jordan, criaram o tênis Air Jordan com o vermelho e preto do time do jogador, o Chicago Bulls, e a federação ameaçou processar a marca, os fãs do esporte automaticamente se interessaram a ponto de render 100 milhões de dólares em apenas 10 meses para a Nike.

Modelo “Air Jordan Banned” que causou polêmica entre Nike e NBA
Modelo “Air Jordan Banned” que causou polêmica entre Nike e NBA. | Foto: Droper.

Essa cultura se tornou gigante com a ajuda do Hip Hop, mais especificamente com os Run DMC, que tornaram os tênis Adidas a marca do grupo.

Aqui que esse item de vestimenta se tornou um símbolo de resistência e de identidade de pessoas que vinham da periferia, devido ao insulto de um médico que chamou os tênis do grupo de “felon sneakers” (tênis de bandido). A resposta veio com a faixa “My adidas” do Run DMC, que lhes rendeu uma parceria com a marca Adidas, um feito inédito.

Tênis da marca Adidas em homenagem ao grupo Run DMC
Tênis da marca Adidas em homenagem ao grupo Run DMC. | Foto: Adidas.

A cultura em si

Os sneakerhead, que são pessoas que são fãs desses tênis, incorporam uma rotina em torno dessa vestimenta, como colecionar essas peças e ter, quase que exclusivamente, os sneakers em seu guarda-roupa.

Mas, para algumas pessoas, usar esses tênis ultrapassou a barreira de tendência e se tornou uma identidade nos anos 90 com a moda streetwear. Essa forma de se vestir está relacionada à exaltação de culturas tidas como periféricas e de minorias sociais, então se tornou uma forma de integração social entre os jovens, principalmente.

Além dessa valorização da cultura de minorias, há também a ideia de resistência, porque no começo a moda streetwear era tão menosprezada que para comprar peças características desse movimento tinha que ser diretamente com membros da cultura, visto que lojas não queriam ser relacionadas a eles.

Porém, pouco tempo depois da popularização da cultura sneakers e outras culturas semelhantes, esses empreendedores voltaram atrás no seu preconceito, quando perceberam que estavam perdendo possíveis clientes. Entretanto, essas pessoas sofrem descriminação até hoje.

Então, para uns, usar essas roupas mais largas e menos trabalhadas, frequentar locais voltados ao esporte e à música do gênero hip hop, dentre outras coisas, moldam sua personalidade e a forma como se enxergam no mundo. O estilo ajuda o indivíduo a ter noção das diferenças sociais e como elas podem afetá-lo e ainda oferece um lugar seguro onde ele pode ver pessoas semelhantes que lhe passam o sentimento de pertencer a algum lugar.

__________________________________

Por Syang Gomes – Fala! Universidade Federal de Goiás

Tags mais acessadas