Disney X Starz: Entenda a batalha entre as gigantes do streaming
Menu & Busca
Disney X Starz: Entenda a batalha entre as gigantes do streaming

Disney X Starz: Entenda a batalha entre as gigantes do streaming

Home > Entretenimento > Cinema e Séries > Disney X Starz: Entenda a batalha entre as gigantes do streaming

Disney e Starz, duas marcas gigantes, protagonizaram uma imensa disputa judicial por conta do novo streaming Star+, da Walt Disney Company; resultando em um acordo amigável, mas milionário.

Após uma batalha judicial, disputa entre Disney e Starz chega ao fim.
Após uma batalha judicial, disputa entre Disney e Starz chega ao fim. | Foto: Montagem/Reprodução.

Enteda o caso entre Disney e Starz

A batalha entre as marcas se iniciou em dezembro de 2020, quando a Disney encerrou com a marca Fox no Brasil e anunciou o lançamento da plataforma de streaming Star+, direcionado ao público adulto. Mas, desde 2018, a Starz já atua no mercado brasileiro com produto e nome semelhante, o Starzplay.

Diante disso, a Starz decidiu entrar com uma ação na Justiça, alegando que ambas as empresas atuam no mesmo ramo de mercado e ela, como proprietária do Starzplay, via como um obstáculo a utilização de Star, Star Channel, Star Plus e variações. Os advogados fizeram um pedido de tutela de urgência, na tentativa de que fosse concedida uma liminar antes do julgamento. Além disso, apresentou uma contestação aos pedidos da Disney no INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial), órgão responsável por autorizar ou não o uso de nomes comerciais.

No final de julho, a Starz chegou a ter seu caso reconhecido pela justiça brasileira, obrigando a Disney a suspender, sob pena de multa, o uso e lançamento de seu novo serviço.

O desfecho

A Disney e a Starz desistiram neste mês (agosto) da disputa judicial pelo nome do novo streaming da Disney, o Star+. As marcas chegaram a um acordo e apresentaram, conjuntamente, a desistência da ação. A Disney pagará R$50 milhões para a Starz por possíveis danos causados por ela no mercado brasileiro, e ambas pagarão as suas despesas com o processo e dividirão eventuais custas judiciais.

Sendo assim, a Walt Disney Company está liberada para divulgar a marca e lançar o Star+ no próximo dia 31 de agosto. O novo serviço será voltado para um público adulto e terá assinatura separada do Disney+, como o Hulu nos Estados Unidos.O Star+ deve reunir séries de sucesso como Os Simpsons, The Walking Dead, Grey’s Anatomy, Family Guy e Futurama. No catálogo de filmes será possível encontrar Bohemian Rhapsody, Deadpool e Logan, além de produções locais da América Latina. Por fim, a plataforma também reunirá esportes ao vivo da ESPN, incluindo CONMEBOL Libertadores, UEFA, NFL, NBA, MLB, NHL e US Open.

___________________________________________________

Por Vitória Moura – Fala! Universidade Cruzeiro do Sul

Tags mais acessadas