'(Des)encanto': Bean amadurece, Luci de babá, Elfo apaixonado e mais
Menu & Busca
‘(Des)encanto’: Bean amadurece, Luci de babá, Elfo apaixonado e mais

‘(Des)encanto’: Bean amadurece, Luci de babá, Elfo apaixonado e mais

Home > Entretenimento > Cinema e Séries > ‘(Des)encanto’: Bean amadurece, Luci de babá, Elfo apaixonado e mais

A parte 3 de (Des)encanto chegou à Netflix no último dia 15 de janeiro, com mais magia, personagens e Bean mais sóbria

Começando exatamente no ponto em que a parte 2 termina, a nova temporada traz a princesa Bean e seus amigos, Luci e Elfo, em uma jornada para retornar à Terra dos Sonhos e estabelecer a paz, mas é claro que os meios seriam caóticos. Enquanto isso, os planos de Ovaldo e da arquidruidesa de controlar o reino parecem finalmente entrar nos eixos, já que o rei agora é Derek, o manipulável filho caçula de Zøg.

(des)encanto
Cartaz de (Des)encanto. | Foto: Pipocas Club.

(Des)encanto – tudo sobre a parte 3

A Terra das Máquinas e outros reinos aparecem com maior destaque durante a peregrinação de Bean e Elfo, mas, além das intenções de novos amigos/inimigos, as paixões dos dois roubam a cena e podemos ver Elfo pulando de um relacionamento a outro, entregando-se completamente e sofrendo na mesma medida, e Bean, que dessa vez, ao contrário das trocas de parceiros constante, mostra-se totalmente fisgada.

Não somente em relação a esse traço de sua personalidade, a princesa da Terra dos Sonhos está bem diferente nessa temporada, ainda pavio curto e boa de briga, mas agora amadurecendo, mais focada em proteger seu reino e em seus deveres, sem muito tempo para as farras anteriores e menos ainda para a cerveja, sua companheira que aparece raramente. 

Já na Terra dos Sonhos, o declínio físico e mental de Zøg é motivo de preocupação e ameaça para todos, inclusive Luci, que de babá é promovido a gatinho real, o que, de modo geral, serve apenas para sustentar um ambiente cômico separado de Bean e Elfo.

Aproveitando-se da fragilidade da monarquia, a Sociedade Secreta age mais abertamente, mesmo que seus objetivos continuem escusos, sabemos que eles têm conhecimento sobre a profecia, e também sobre a maldição que assola a linhagem de Bean, e que é apenas pincelada para nós, deixando o espectador ansioso para maiores revelações na próxima parte. 

No que diz respeito à mãe-bruxa de Bean, a relação continua a mesma, e mesmo que a presença de Dagmar não seja mais tão constante como na última temporada, ela continua a agir. Outros personagens, como Oona e Merkimer, retornam para uma participação maior e um papel importante junto à princesa.

Pontos fracos da temporada

O deslize desta temporada fica por conta do desfoque na amizade do trio principal, enquanto todos acontecimentos são acelerados e a história engata em um ritmo digno da última temporada de Game of Thrones, correndo com os conflitos para terminar logo, sem muitas explicações, deixa para quem assiste apenas saudades das interações cômicas constantes entre Bean, Luci e Elfo.

Somente em alguns pontos sobressalentes, já com outra questão tensionando a atenção do espectador, essa separação gradual é citada e refletida por eles, nada de tão emocionante. No último episódio, temos cenas mais próximas com os personagens, novamente em uma tensão caminhando para um desfecho inesperado e que promete trazer novas aventuras para a próxima temporada. 

(Des)encanto está disponível em 3 partes, de 10 episódios cada, na Netflix. Falando pelo conjunto, é uma das séries de animação “para adultos” mais promissoras para os próximos anos, conta ainda com dublagem brasileira impecável e que promete manter seus fãs e conquistar novos.

________________________________
Por Mariana Naves – Fala! UFG

Tags mais acessadas