Crítica: Mass Effect Legendary Edition - A Lendária Calibração
Menu & Busca
Crítica: Mass Effect Legendary Edition – A Lendária Calibração

Crítica: Mass Effect Legendary Edition – A Lendária Calibração

Home > Entretenimento > Games > Crítica: Mass Effect Legendary Edition – A Lendária Calibração

Uma das disputas mais conhecidas entre fãs de Sci-fi é: qual franquia é melhor, Star Wars ou Star Trek? Enquanto uma é uma saga épica entre o bem e mal nas estrelas, lutas de sabres de luz e perseguições de naves, o outro é uma aventura pelo cosmo, explorando novos mundos e civilizações, debatendo dilemas morais sobre nossa própria humanidade.

Embora haja semelhanças entre os dois, há também argumentos que Star Wars e Star Trek são diferentes. Seria possível juntar os dois, com a Enterprise enfrentando Star Destroyers ou Luke Skywalker se encontrando com Picard? Esses dois universos contém conceitos diferentes de aventura, mas acredito que seja possível unir os dois. Um exemplo disso é a franquia Mass Effect.

O Mass Effect Legendary Edition reúne a trilogia Mass Effect em apenas um jogo.
O Mass Effect Legendary Edition reúne a trilogia Mass Effect em apenas um jogo. | Foto: Reprodução.

Mass Effect Legendary: conheça a união entre Star Wars e Star Trek

Em 7 de novembro (N7 Day, para fãs) de 2020, Mass Effect teria uma remasterização dos três primeiros jogos. O objetivo era modernizar a experiência para que novos jogadores aproveitem o trabalho original da melhor forma possível. Mass Effect Legendary Edition (como seria o nome do jogo) conteria toda a trilogia em apenas um jogo, com gráficos, texturas, gameplay e outros recursos aprimorados. Além de conter mais de 40 DLCs, como armas, armaduras, histórias exclusivas e mais.

Nessa saga, você assume o comando de Comandante Shepard, um soldado da Aliança de Sistemas da Terra. Shepard é customizável, podendo escolher o gênero, aparência, passado e estilo de jogo. Em Mass Effect, você está em uma missão contra o tempo para impedir a destruição galáctica. Em Mass Effect 2, você precisa recrutar seu próprio esquadrão suicida para uma missão impossível. Concluindo com Mass Effect 3, você precisa unir o que restou da galáxia para retomar o planeta Terra. Louco, né?

Para fãs de longa data, Mass Effect LE é um passeio nostálgico, passando pelo primeiro jogo, com novas cores e um aprimoramento que dá mais contraste ao game. Muitos dos problemas que deixavam ME uma dor de cabeça foram consertados, como o sistema de navegação do tanque Mako, que foi estabilizado e ganhou uma opção de boost. Além disso, o sistema de combate também teve um cuidado, deixando-o mais atraente. Dos três jogos, ME é o que teve mais mudanças já que é o mais antigo, com ME2 e ME3 tendo um menor número de alterações quanto a gráficos e texturas, mas ainda assim significativos para a experiência. 

Embora já tinha sido anunciado que não teria nenhuma mudança na história em si, sinto que o potencial de mudar certos detalhes que ficaram mal nas versões originais foi perdido, como os três finais de ME3 ou não ter feito Ashley bissexual como Kaidan em ME3. Principalmente, muitos aspectos da história do terceiro jogo poderiam ter sido melhorados e corrigidos para que os jogadores não tenham a mesma frustração no final. O que mais sinto falta, aliás, é que não há a opção de multiplayer em Mass Effect 3, uma das minhas partes preferidas do jogo. Não são detalhes que impedem o jogo, mas detalhes que faltam.

A sensação de explorar a Via Láctea ainda é emocionante em Mass Effect Legendary Edition, mas o que vai te prender na história (além da própria narrativa) são os personagens que te acompanham em suas aventuras. Os diálogos entre o seu Shepard e eles e, até mesmo, entre eles, colori a saga com humor, risadas e choros, deixando a aventura ainda mais cativante. Sem contar que os arcos de romance que você pode ter com alguns personagens são os mais fofos e bonitos que você verá em qualquer outro jogo.

Para jogadores que terão a sorte de aproveitar isso pela primeira vez, Mass Effect Legendary Edition vai te tornar um fã logo de cara. Você irá aprender novas culturas, um universo cheio de acontecimentos e figuras importantes, raças alienígenas interessantes como as Asari, os Turian, os Krogan ou os Quarian. Embora pareça intimidador quanto qualquer novo universo de ficção, Mass Effect consegue contar sua história de maneira sútil e incentivando ao jogador explorar mais sobre.

Certamente, Mass Effect Legendary Edition é Mass Effect com uma nova pintura, mas está adaptada para uma audiência mais jovem e seu tema de ficção científica ainda é atrativo e seus personagens, memoráveis.

___________________________________________________________

Por Guilherme Schanner – Fala! Mack

Tags mais acessadas