Ficção científica nas produções: filmes, séries e livros com o tema
Menu & Busca
Ficção científica nas produções: filmes, séries e livros com o tema

Ficção científica nas produções: filmes, séries e livros com o tema

Home > Entretenimento > Geek > Ficção científica nas produções: filmes, séries e livros com o tema

Dois livros, dois filmes, duas séries, e dois games de sci-fi. Descubra títulos de ficção científica em quatro formatos diferentes

Naves, aliens, viagens no tempo, utopias, distopias, batalhas espaciais. Se você já viu isso em algum livro, filme, série ou jogou algum jogo com essa temática, com certeza, tratava-se de ficção científica. E esse gênero, que é um dos mais populares e mais recorrentes na indústria do entretenimento, se caracteriza pelo uso de avanços científicos e como esses podem influenciar e mudar a vida de uma sociedade ou de um indivíduo no futuro. Com várias subcategorias e títulos, é muito difícil não achar algo que vá te agradar.

Pensando nisso, a lista, a seguir, traz recomendações de livros, filmes, séries e games de sci-fi. Claro que, em um universo de tantos subcategorias e produtos, muitos ficaram de fora.

Livros de ficção científica

Fahrenheit 451 (1953)

Fahrenheit 451
Fahrenheit 451. | Foto: Reprodução.

Como seria uma sociedade em que livros são proibidos? Essa é a ideia que o livro de Ray Bradbury imagina. Nesse mundo, os bombeiros não apagam incêndios, eles têm a função de queimar livros e casas de quem ainda tenha algum exemplar guardado.

No livro, o personagem principal é o bombeiro Guy Montag que, após uma noite de trabalho queimando uma casa, ele não entende o porquê de as pessoas quererem esconder algo tão perigoso e até morrer para proteger um livro. Quando a vizinha adolescente de Montag, Clarisse, a primeira pessoa em muito tempo com quem ele de fato ele tem uma conversa de verdade, desaparece, ele resolve se rebelar contra o sistema, começa a esconder exemplares na própria casa e busca aliados para sua “revolução”.

A sociedade pensada por Bradbury é mostrada de forma não tão distópica assim. Nela, as pessoas não conversam entre si, apenas com suas “famílias” digitais, através de grandes telas, a população quer tudo de forma rápida e instantânea e, além disso, a esposa de Guy Montag é viciada em assistir à televisão.

E outro detalhe que faz o livro ser muito atual é que, na obra, as pessoas vivem em bolhas sociais e só convivem e conversam com quem têm os mesmo pensamentos e gostos. Quem for diferente, é excluído. Ray Bradbury escreveu um livro na metade do século XX e previu a sociedade atual.

Artemis (2017)

livros de ficção científica
Artemis. | Foto: Reprodução.

Uma grata surpresa de 2020 foi este livro escrito por Andy Weir, mesmo autor de Perdido em Marte. E mantendo a linha de livros espaciais, a história se passa na fictícia cidade de Artemis, na Lua.

A protagonista é Jazz Bashara, uma moça que vive na cidade da Lua e trabalha em uma espécie de serviço de entregas. Com o salário baixo e reprovada no exame para trabalhar com AEV (Atividades Extraveiculares), Jazz aceita um trabalho que lhe trará muito dinheiro, mas também será o início de muitos problemas, deixando-a no meio de uma conspiração política pelo controle de Artemis.

A narração é feita pela própria Jazz e, com seu jeito sarcástico e irreverente, deixa a história engraçada e fácil de ler. A ambientação que Weir traz para o livro faz com que nos imaginemos andando na Lua.

Filmes de ficção científica

Star Wars: Episódio IV – Uma Nova Esperança (1977)

star wars
Star Wars: Episódio IV – Uma Nova Esperança. | Foto: Reprodução.

É impossível pensar em ficção científica e não se lembrar de Star Wars, então, pelo menos, um filme tinha que estar nesta lista. O escolhido é o primeiro lançado no cinema, em 1977, e o quarto na ordem cronológica da saga. Uma Nova Esperança foi um marco nos filmes de ficção científica, trazendo efeitos especiais revolucionários para a época.

Nesse episódio, Luke Skywalker e Han Solo precisam resgatar a princesa Leia Organa e destruir a estação espacial Estrela da Morte, construída pelo Império Galáctico, que tem potencial para destruir um planeta inteiro. 

Personagens memoráveis estão presentes neste filme, como o mestre Yoda, o jedi Obi Wan Kenobi, o alien Chewbacca e um dos maiores vilões do cinema, Darth Vader. Além, claro, dos droids C-3PO e R2-D2, que geram momentos de risadas entre uma batalha e outra.

Apesar de os efeitos especiais serem ultrapassados e obsoletos frente aos novos filmes da saga feitos pela Disney, ainda assim o episódio IV vale a pena ser assistido – seja pela história, pelos combates com naves como a Millenium Falcon e as X-Wings, pelas lutas com os sabres de luz e por tantos outros motivos que fizeram desse filme um dos mais famosos do cinema mundial e do gênero sci-fi.

No Limite do Amanhã: Viva, Morra, Repita (2014)

filmes de ficção científica
No Limite do Amanhã: Viva, Morra, Repita. | Foto: Reprodução.

Na linha de invasão alienígena, no longa estrelado por Tom Cruise e Emily Blunt, o inexperiente major Bill Cage é enviado para o campo de batalha para lutar contra uma raça de aliens extremamente agressiva. E com a falta de preparo, Cage é logo abatido durante a guerra.

Porém, o major estrelado por Cruise desenvolveu uma habilidade de renascer após ser morto. Ele sempre acorda no dia que chega ao quartel do exército, independente de como for abatido. Usando essa possibilidade de reviver, Cage começa a criar estratégias com a guerreira Rita Vrataski (Emily Blunt) para antecipar as ações inimigas e, assim, conseguir vencer essa guerra.

O filme fez sucesso entre os amantes de ficção científica e ação e já tem roteiro pronto para um segundo filme, com a mesma dupla de protagonistas, mas ainda sem data marcada para começar as gravações.

E uma curiosidade sobre o longa, na batalha, os personagens de Emily Blunt e Tom Cruise usam um exoesqueleto para ajudar a derrotar os invasores. Mas esse traje não foi feito em computação gráfica, os atores realmente tiveram que usar e ele pesava entre 40 e 55 quilos.

Séries de ficção científica

O Expresso do Amanhã (2020 -)

O Expresso do Amanhã
O Expresso do Amanhã. | Foto: Reprodução.

A série exclusiva da Netflix é baseada no filme Snowpiercer de 2013, do diretor Bong Joon-ho, que dirigiu o filme Parasita. E na adaptação para o streaming, nosso planeta sofre com o aquecimento global e um grupo de cientistas resolveu resfriar o planeta para frear o aumento da temperatura. 

Porém, a estratégia dá errado e o planeta fica completamente congelado. Nessa hora, entra em cena o bilionário e visionário Sr. Wilford, que constrói uma locomotiva de 1001 vagões que será a casa para alguns ricos seguirem a vida humana na Terra. Mas no dia em que o Snowpiercer saiu em sua interminável jornada circulando por todo o planeta, a classe trabalhadora invadiu o trem e se alojou no último vagão, ficando conhecida como os fundistas.

Enquanto os ricos vivem com luxo nos primeiros vagões, os mais pobres vivem em condições precárias, sem luz, aquecimento, no fundo do trem e por essas situações eles resolvem se revoltar e tentam tomar o controle da locomotiva.

A série que conta com muita ação, lutas e uma história que prende desde o primeiro capítulo, está disponível na Netflix e os episódios da segunda temporada são lançados todas as terças-feiras.

The 100 (2014-2020)

ficção científica netflix
The 100. | Foto: Reprodução.

A produção inspirada nos livros de Kass Morgan se passa em um futuro em que a humanidade vive em uma espaçonave, chamada Arca, após a Terra ter sido devastada por um apocalipse nuclear. Na nave, qualquer crime cometido por pessoas com mais de 18 anos é sentenciado à morte por flutuação no espaço, caso a pessoa seja menor de idade, ela vai para uma cadeia.

Um grupo de 100 jovens que está preso nessa cadeia recebe a missão de ir à Terra para saber se a vida voltou a ser possível e se a radiação diminuiu. Porém, ao chegar no planeta, descobre que não é o único no local e terá que sobreviver a diversas ameaças e perigos nessa volta para casa.

Durante a série, acompanhamos a vida de Clarke, Bellamy, Octavia, Monty, Raven, Murphy, Jasper e outros integrantes dos 100, além de personagens que já vivem nesse “novo” mundo, na jornada de sobrevivência, lutas e (muitas vezes) nos conflitos morais acerca de até onde é válido ir e quais ações são aceitáveis para proteger quem amamos.

As 6 primeiras temporadas já estão disponíveis na Netflix e a sétima e última temporada deve chegar ao streaming ainda em 2021.

Games de ficção científica

Destiny e Destiny 2 (2014/ 2017)

games
Destiny. | Foto: Reprodução.

Desenvolvido pela Bungie em parceria com Activision, Destiny se passa em um futuro em que uma espécie de nave redonda, chamada de Viajante, chega ao nosso Sistema Solar e permite que a humanidade possa viver em outros planetas. Cidades foram construídas em Marte e Vênus, Mercúrio se transformou em um jardim. Mas o Viajante tinha inimigos, raças alienígenas que já o caçavam pelo Universo chegam ao Sistema Solar e acabam com a Era Dourada da humanidade. 

No jogo de tiro em primeira pessoa, controlamos um Guardião, um dos últimos defensores da raça humana e da última cidade da Terra. No primeiro game, vamos viajar por vários planetas, como Marte, Mercúrio, Vênus, Saturno e até a Lua, enfrentando os aliens que ameaçam roubar a luz do Viajante. E no segundo jogo da série, nossa missão é derrotar um chefe de uma das raças alienígenas que devastou o último refúgio na Terra.

O game tem gráficos muito bem desenvolvidos, uma história envolvente e muitas batalhas memoráveis em lugares abertos, como grandes cidades em Marte, ou em cavernas profundas e escuras na Lua. Destiny 1 e 2 estão disponíveis para PC, PS4, PS5, XBOX ONE e XBOX SERIES X/S.

E Sir Paul McCartney escreveu uma música exclusiva para o jogo, chamada Hope For The Future.

Quantum Break (2016)

games de ficção científica
Quantum Break. | Foto: Reprodução.

Um dos poucos exclusivos bons para a plataforma Xbox, Quantum Break nos coloca na pele de Jack Joyce que, após um desastroso experimento com viagens no tempo, adquire habilidades especiais, como poder congelar os objetos ao redor, alta velocidade e outros poderes que o jogador libera no decorrer do jogo.

No game, o inimigo é Paul Serene, melhor amigo de Jack. Mas, após o incidente do experimento que fragmentou e alterou a linha do tempo, Serena vira líder de uma empresa chamada Monarch Solution e passa a perseguir o protagonista, até o chamando de terrorista. 

O jogo, desenvolvido pela Remedy Entertainment, traz ainda um sistema de bifurcações que mudam o enredo da história dependendo da decisão escolhida. E entre algumas fases, há episódios em live-action com os atores que deram vida aos personagens e, apesar de curtas, trazem mais informações acerca da história do game, disponível para Xbox One, Xbox Series X/S e PC.

_______________________________
Por Raul Galetti – Fala! Anhembi

Tags mais acessadas