segunda-feira, 26 fevereiro, 24
HomeCinema e SériesCrítica: 'Guia Astrológico para Corações Partidos', nova série da Netflix

Crítica: ‘Guia Astrológico para Corações Partidos’, nova série da Netflix

Muita gente ainda não acredita em astrologia e horóscopo, mas acaba de alguma forma consultando páginas na internet para saber o que os astros têm planejado para o seu signo para os próximos dias. Muita gente não acredita, porém, os astros conseguem explicar o sucesso e o fracasso, os matchs, as mudanças de humor, o dia certo para investir dinheiro e, claro, também consegue explicar a compatibilidade (ou não) amorosa. Ao menos é isso o que promete a divertida série da Netflix, Guia Astrológico para Corações Partidos.

Confira a crítica de "Guia Atrológico para Corações Partidos", nova série da Netflix.
Confira a crítica de “Guia Atrológico para Corações Partidos”, nova série da Netflix. | Foto: Reprodução.

Análise crítica sobre Guia Astrológico para Corações Partidos, da Netflix

A série Guia Astrológico Para Corações Partidos acompanha Alice, uma mulher de 30 anos que não se sente realizada com o rumo de sua vida profissional e amorosa. Sem perspectivas de ascender no trabalho e com relacionamentos que nunca vão para frente, a protagonista jura que está vivendo um inferno astral, que é um fenômeno astrológico em que a vida da pessoa parece sair de todos os eixos. Para completar todo o desastre, Alice ainda recebe a notícia de que seu ex-namorado irá se casar e de que a empresa em que trabalha contratou um consultor para demitir metade do pessoal.

A primeira impressão que temos é que a série não leva nada a sério, mas de forma sutil e gradativa, ela nos faz refletir sobre algumas coisas, por exemplo, como baseamos nossas vidas amorosas.

Tudo muda quando ela conhece e se torna amiga de um carismático guru astrológico, Tio. Inicialmente, Alice não acredita que os astros e suas personalidades podem ser algo para levar em conta quando se trata de amor. Porém, passa a analisar as estrelas para encontrar seu par perfeito – apostando no poder do zodíaco para melhorar sua vida amorosa.

Um ponto positivo é que a produção não foca nos horóscopos clichês encontrados em qualquer revista, o assunto é analisado de forma mais profunda e com isso, é inserido mapas astrais completos e muitas conversas sobre o papel dos planetas nas conjunturas místicas e espaciais.

Para quem não conhece o estudo dos astros, muitos entusiastas por astrologia afirmam que o mapa astral – um panorama espacial criado a partir da posição dos planetas no momento do nascimento de uma pessoa – pode revelar detalhes específicos sobre a personalidade de todas as pessoas e em áreas bem específicas como amizade, profissão e amor, claro.

Porém, Alice não escapa das situações embaraçosas, encontros ruins, surpresas e desentendimentos. No decorrer da série, a protagonista se envolve com homens de signos diferentes.

Com episódios curtos e roteiro ágil, a trama faz do horóscopo o tema central e essencial que liga toda a série de forma completa e amarrando tudo, fazendo com que os espectadores fiquem ainda mais ansiosos por um desfecho para Alice que tem o sexto e último episódio finalizado de modo abrupto e aberto frustrando o espectador que esperava um final bem diferente, menos decepcionante, talvez.

A trilha sonora é espetacular e os personagens são carismáticos e bem gostáveis. Os cenários são impecáveis e a química entre Alice e Tio funciona muito bem. Se você não entende nada de astrologia, fique tranquilo, pois a série soube muito bem como abordar o assunto de forma leve e divertida, com piadas e sem se levar muito a sério. A série funciona justamente por isso, ela entrega tudo que esperamos de uma boa comédia romântica, com exceção, do arco quebrado pela reviravolta do último episódio.

Guia Astrológico para Corações Partidos é uma série queridinha para maratonar em uma tarde e sentir-se transportada às belas ruas italianas, com direito a romances que nos fazem pensar que, se tivéssemos esse conhecimento astrológico, talvez nós mesmos teríamos feito escolhas mais inteligentes caso soubéssemos o signo de nossos pretendentes antes de nos envolvermos. Brincando, é uma série que ainda deixa uma dica importante para se levar em consideração na hora de dar match no próximo crush nesse fim de ano.

_____________________________________________________

Por Sabrina Ferreira – Fala! Centro Universitário Brasileiro de Pernambuco

ARTIGOS RECOMENDADOS