Conheça as 5 cidades mais antigas do Brasil para se visitar
Menu & Busca
Conheça as 5 cidades mais antigas do Brasil para se visitar

Conheça as 5 cidades mais antigas do Brasil para se visitar

Home > Lifestyle > Viagens > Conheça as 5 cidades mais antigas do Brasil para se visitar

O Brasil é um país repleto de belas paisagens, cidades antigas e muita cultura. Por isso, antes de conhecer o mundo, vale a pena se embrenhar pelo País e conhecer as maravilhas que oferece. A seguir, listamos as 5 cidades mais antigas do Brasil para você ir visitar e conhecer um pouco de sua história.

5 cidades mais antigas do Brasil

1. Cananeia (SP)

Cananéia é uma das cidades mais antigas do Brasil.
Cananéia é uma das cidades mais antigas do Brasil. | Foto: Reprodução.

A mais antiga delas, Cananéia, foi fundada em 1531 por Martim Afonso de Sousa, localizada no litoral sul do estado, a 270 km da capital. Cananéia é a primeira cidade brasileira que está no site oficial do estado de São Paulo. Não foi a primeira a ser registrada como vila ou cidade, o que ainda causa algumas confusões, mas foi a primeira povoação européia no Brasil, chamada Vila de São João Baptista de Cananéa.

A cidade ainda preserva as casas do período colonial em seu centro histórico, a cidade atrai visitantes interessados em momentos de descanso no mar ou até mesmo trilhas e cachoeiras.

2. Vila Velha (ES)

Vila Velha, no Espírito Santo.
Vila Velha, no Espírito Santo. | Foto: Reprodução.

Fundada em 1535​, aos 32 km do litoral, abriga uma grande diversidade de construções históricas, como a famosa igreja Nossa Senhora do Rosário e o convento de Nossa Senhora da Penha, um lugar que é possível apreciar as belezas naturais do alto. O convento é também um dos principais cartões postais do Espírito Santo. As praias de Vila Velha atraem os moradores de Vitória, que chegam ao destino através das pontes que ligam as duas cidades.

3. Olinda (PE)

Olinda, em Pernambuco, marca um periódo da história do Brasil e da arquitetura local.
Olinda, em Pernambuco, marca um periódo da história do Brasil e da arquitetura local. | Foto: Reprodução.

Declarada como patrimônio histórico cultural pela UNESCO, a cidade foi fundada em 1535 e se localiza a 7 km de Recife. Olinda é considerada uma das cidades coloniais mais preservadas do Brasil, tendo o seu centro histórico como uma grande atração da cidade. A Basílica de São Pedro, a Praça do Carmo e o Convento de São Francisco são construções famosas da cidade, que também é bastante conhecida pelos seus blocos de carnavais. 

4. Salvador (BA)

Salvador é uma das cidades mais antigas do Brasil e uma das mais emblemáticas.
Salvador é uma das cidades mais antigas do Brasil e uma das mais emblemáticas. | Foto: Reprodução.

​Fundada em 1549, já como a primeira capital do Brasil colônia, Salvador conserva a arquitetura colonial portuguesa, como o Pelourinho, localizado no centro histórico, com um conjunto arquitetônico de influência portuguesa, local onde prisioneiros e escravos eram expostos publicamente e castigados. Além disso, é declarado patrimônio mundial da UNESCO. 

Ruas de casas coloridas, igrejas antigas integram o centro histórico da cidade, que possui a famosa Igreja do Senhor do Bonfim e o Convento de São Francisco.

5. São Paulo (SP)

São Paulo está entre as cidades mais antigas do País.
São Paulo está entre as cidades mais antigas do País. | Foto: Reprodução.

A maior cidade do Brasil e da América do Sul, conhecida pela importância econômica do Brasil, é o centro financeiro da América do Sul e está entre as 6 cidades mais populosas do planeta. São Paulo começou com um colégio de jesuítas para catequizar os índios, funcionando no alto de uma colina, nos anos de 1554. 

Também possui algumas relíquias históricas, como o Largo de São Francisco, o Largo de São Bento e a Praça da Sé. O MASP conhecido pelo prédio vermelho marcante no meio da Avenida Paulista, foi o primeiro Museu de Arte Moderna do Brasil. 

Além dos seus mais de 12 milhões de habitantes, São Paulo tem por volta de 293 mil imigrantes, entre eles portugueses, italianos, japoneses, coreanos e libaneses, segundo dados da Polícia Federal.

______________________________________________________

Por Lívia Ferreira de Almeida – Fala! Mack

Tags mais acessadas