Como o coronavírus pode afetar o sucesso de Mulan na China
Menu & Busca
Como o coronavírus pode afetar o sucesso de Mulan na China

Como o coronavírus pode afetar o sucesso de Mulan na China

Home > Entretenimento > Cinema e Séries > Como o coronavírus pode afetar o sucesso de Mulan na China

A Disney apostou US$ 200 milhões em sua próxima produção e quer colocar os pés no tapete vermelho. A adaptação live-action das aventuras de Mulan já estava sendo um grande sucesso na Ásia, mas a epidemia do coronavírus pode ter matado o sucesso do filme pela raiz.

O fechamento de 10 mil cinemas na China não foi uma boa notícia para a Disney, que esperava um sucesso internacional considerável. Um mês antes do lançamento do longa-metragem, a empresa ainda não sabe se terá de passar sem um dos maiores mercados do mundo. Em 10 anos, a China cresceu de US$ 1,5 bilhão, em receita, para US$ 9,25 bilhões, segundo as autoridades chinesas.

2019 foi um ano muito bom para a Disney, que registrou o melhor lançamento de um filme estrangeiro na história das bilheterias chinesas com Vingadores: Ultimato. Certamente não será o mesmo para Mulan, cujo lançamento poderia simplesmente ser adiado. Por enquanto, a Disney não está tendo nenhum progresso, mas as próximas semanas serão decisivas.

Mulan não é o único filme a suportar o impacto da epidemia. O coronavírus teria também freado a corrida de Sonic, que não deve chegar tão cedo aos cinemas chineses. O pequeno ouriço azul ganhou velocidade, mas terá que esperar um pouco mais antes de correr para a China.

As produções cinematográficas também são afetadas pelo vírus, como as filmagens de Missão Impossível 7. Vale lembrar que, no entanto, esse não é o caso de Asterix e Obelix: o Reino do Meio, já que parte será filmado na China em setembro.

Mulan está previsto para estrear nos cinemas brasileiros em 26 de março.

Tags mais acessadas