#BAFTA2020: a polêmica na indicação e desconstrução nos holofotes
Menu & Busca
#BAFTA2020: a polêmica na indicação e desconstrução nos holofotes

#BAFTA2020: a polêmica na indicação e desconstrução nos holofotes

Home > Entretenimento > Cinema e Séries > #BAFTA2020: a polêmica na indicação e desconstrução nos holofotes

A cerimônia do BAFTA 2020 (British Academy Film Awards) ocorreu ontem, 02, no Royal Albert Hall, em Londres. A premiação, que é considerada um “Oscar Britânico”, honra os melhores profissionais e filmes nacionais e estrangeiros, porém nesta edição houve a perpetuação dos padrões existentes na indústria cinematográfica.

Discurso do ator Joaquin Phoenix ao receber prêmio viraliza nas redes sociais. – Créditos: Olusola Babarinsa/Reprodução

Após a divulgação da lista de indicados, em janeiro, a cerimônia recebeu críticas por suas indicações e a hashtag #BAFTAsSoWhite (Bafta Tão Branco) ganhou os Trends Topics no Twitter. A Academia Britânica de Artes do Cinema e da Televisão foi criticada pela falta de diversidade, já que a maioria das indicações contavam com a presença de atores e atrizes brancos na sua edição de 2020.

Outro questionamento feito pelo público foi a ausência de mulheres na categoria de Melhor Diretor. Filmes como “Adoráveis Mulheres” e “A Despedida” estavam sendo esperados para a indicação. Além de todos esses fatores, a atriz Margot Robbie teve dupla indicação na categoria de Melhor Atriz Coadjuvante por “O Escândalo” e “Era uma vez em…Hollywood”. E a atriz Scarlett Johansson foi indicada na categoria de Melhor Atriz por “História de Um Casamento” e em Melhor Atriz Coadjuvante por “JoJo Rabbit” gerando uma grande reação por parte do público que também esperava pelas indicações das atrizes Jennifer Lopez (As Golpistas) e Lupita Nyong’o (Nós).

Em resposta à repercussão, a organização culpou a indústria cinematográfica pela falta de representatividade de outras etnias para os filmes de destaque. A diretora de premiação do BAFTA, Emma Baehr, em entrevista à revista Variety, afirmou que gostariam “que houvesse mais diversidade nas indicações, mas isso continua sendo um problema em toda a indústria”. Já o chefe do comitê cinematográfico do BAFTA, Marc Samuelson, ressaltou que a organização vai realizar “uma revisão cuidadosa e detalhada dentro e fora da associação” para obter mudanças na edição de 2021.

Os holofotes da noite ficaram sob a falta de diversidade. Ao receber seu prêmio de Melhor Ator por “Coringa”, Joaquin Phoenix não hesitou em fazer um discurso sobre o racismo presente na academia e a importância de desconstruir esse ato que continua perpetuando.

Créditos: BAFTA/Youtube/Reprodução

“Eu me sinto muito honrado e privilegiado de estar aqui hoje a noite. O BAFTA sempre deram muito suporte na minha carreira e eu aprecio isso. Mas preciso dizer que eu também me sinto em conflito [ao aceitar], porque muitos dos meus colegas atores que merecem não têm o mesmo privilégio. Acho que enviamos uma mensagem muito clara às pessoas de cor de que elas não são bem-vindas aqui. Não acho que alguém queira um folheto ou tratamento preferencial. As pessoas só querem ser reconhecidas, apreciadas e respeitadas por seu trabalho. Esta não é uma condenação hipócrita, eu sou parte do problema, temos que fazer um trabalho duro para realmente entender o racismo sistêmico. Penso que é a obrigação das pessoas que criaram e perpetuam e se beneficiam de um sistema de opressão serem as mesmas que vão desmantelá-lo. Isso é da nossa conta.

Visivelmente envergonhado com a situação, Phoenix saiu do palco sem carregar sua estatueta junto à ele. O vídeo desse momento acabou viralizando nas redes sociais e algumas personalidades agradeceram o ator por seu posicionamento.

A atriz Viola Davis fez um post em seu instagram parabenizando Phoenix: “Obrigada Joaquin Phoenix. Por sua honestidade, solidariedade E coragem. Muito bem! #ÓtimoDiscursoBAFTA”

View this post on Instagram

Well done????????❤️#GreatBAFTAspeech

A post shared by Viola Davis (@violadavis) on

BAFTA 2020: Vencedores da Noite

Entre os mais votados da noite, o filme “1917”, do diretor Sam Mendes, venceu em 7 categorias, sendo: Melhor Filme, Melhor Direção, Melhor Fotografia, Melhor Filme Britânico, Melhor Design de Produção, Melhor Som.

Outro filme que foi muito cotado na premiação com um total de 11 indicações, foi o filme “Coringa”. No entanto, a obra cinematográfica dirigida por Todd Phillips conquistou três estatuetas: Melhor Trilha Sonora, Melhor Direção de Elenco e Melhor Ator (Joaquin Phoenix).

MELHOR FILME:

? 1917 – VENCEDOR

O Irlandês

Coringa

Era Uma Vez em… Hollywood

Parasita

MELHOR FILME BRITÂNICO

? 1917 – VENCEDOR

Bait

For Sama

Rocketman

Sorry We Missed You

Os Dois Papas

MELHOR ESTREIA DE UM DIRETOR, PRODUTOR OU ROTEIRISTA BRITÂNICO

? Bait, Mark Jenkin (Diretor/Roteirista), Kate Byers, Linn Waite (Produtor) – VENCEDOR

For Sama, Waad Al-Kateab (Diretor/Produtor), Edward Watts (Diretor)

Maiden, Alex Holmes (Diretor)

Only You, Harry Wootliff (Roteirista/Diretor)

Retablo, Álvaro Delgado-Aparicio (Roteirista/Diretor)

MELHOR FILME DE IDIOMA NÃO-INGLÊS

The Farewell

For Sama

Dor e Glória

? Parasita – VENCEDOR

Retrato de uma Jovem em Chamas

MELHOR DOCUMENTÁRIO

American Factory

Apollo 11

Diego Maradona

? For Sama – VENCEDOR

The Great Hack

MELHOR ANIMAÇÃO

Frozen 2

? Klaus – VENCEDOR

Shaun, o Carneiro: Aliens

Toy Story 4

MELHOR DIRETOR

? 1917, Sam Mendes – VENCEDOR

O Irlandês, Martin Scorsese

Coringa, Todd Phillips

Era Uma Vez em… Hollywood, Quentin Tarantino

Parasita, Bong Joon-Ho

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL

Fora de Série, Susanna Fogel, Emily Halpern, Sarah Haskins, Katie Silberman

Entre Facas e Segredos, Rian Johnson

História de um Casamento, Noah Baumbach

Era Uma Vez em… Hollywood, Quentin Tarantino

? Parasita, Han Jin Won, Bong Joon-Ho – VENCEDOR

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO

O Irlandês, Steven Zaillian

? Jojo Rabbit, Taika Waititi – VENCEDOR

Coringa, Todd Phillips, Scott Silver

Adoráveis Mulheres, Greta Gerwig

Os Dois Papas, Anthony Mccarten

MELHOR ATRIZ

Jessie Buckley, As Loucuras de Rose

Scarlett Johansson, História de um Casamento

Saoirse Ronan, Adoráveis Mulheres

Charlize Theron, O Escândalo

? Renée Zellweger, Judy: Muito Além do Arco-Íris – VENCEDOR

MELHOR ATOR

Leonardo Dicaprio, Era Uma Vez em… Hollywood

Adam Driver, História de um Casamento

Taron Egerton, Rocketman

? Joaquin Phoenix, Coringa – VENCEDOR

Jonathan Pryce, Os Dois Papas

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

? Laura Dern, História de um Casamento – VENCEDOR

Scarlett Johansson, Jojo Rabbit

Florence Pugh, Adoráveis Mulheres

Margot Robbie, O Escândalo

Margot Robbie, Era Uma Vez em… Hollywood

MELHOR ATOR COADJUVANTE

Tom Hanks, Um Lindo Dia na Vizinhança

Anthony Hopkins, Os Dois Papas

Al Pacino, O Irlandês

Joe Pesci, O Irlandês

? Brad Pitt, Era Uma Vez em… Hollywood – VENCEDOR

MELHOR TRILHA SONORA

1917, Thomas Newman

Jojo Rabbit, Michael Giacchino

? Coringa, Hildur Guđnadóttir – VENCEDOR

Adoráveis, Mulheres Alexandre Desplat

Star Wars: A Ascensão Skywalker, John Williams

MELHOR DIREÇÃO DE ELENCO

? Coringa, Shayna Markowitz – VENCEDOR

História de um Casamento, Douglas Aibel, Francine Maisler

Era Uma Vez em… Hollywood, Victoria Thomas

The Personal History Of David Copperfield, Sarah Crowe

Os Dois Papas, Nina Gold

MELHOR FOTOGRAFIA

? 1917, Roger Deakins – VENCEDOR

O Irlandês, Rodrigo Prieto

Coringa, Lawrence Sher

Ford Vs. Ferrari, Phedon Papamichael

O Farol, Jarin Blaschke

MELHOR EDIÇÃO

O Irlandês, Thelma Schoonmaker

Jojo Rabbit, Tom Eagles

Coringa, Jeff Groth

? Ford Vs. Ferrari, Andrew Buckland, Michael Mccusker – VENCEDOR

Era Uma Vez em… Hollywood, Fred Raskin

MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO

? 1917, Dennis Gassner, Lee Sandales – VENCEDOR

O Irlandês, Bob Shaw, Regina Graves

Jojo Rabbit, Ra Vincent, Nora Sopková

Coringa, Mark Friedberg, Kris Moran

Era Uma Vez em… Hollywood, Barbara Ling, Nancy Haigh

MELHOR FIGURINO

O Irlandês, Christopher Peterson, Sandy Powell

Jojo Rabbit, Mayes C. Rubeo

Judy: Muito Além do Arco-Íris, Jany Temime

? Adoráveis Mulheres, Jacqueline Durran – VENCEDOR

Era Uma Vez em… Hollywood, Arianne Phillips

MELHOR MAQUIAGEM E CABELO

1917, Naomi Donne

? O Escândalo, Vivian Baker, Kazu Hiro, Anne Morgan – VENCEDOR

Coringa, Kay Georgiou, Nicki Ledermann

Judy: Muito Além do Arco-Íris, Jeremy Woodhead

Rocketman, Lizzie Yianni Georgiou

MELHOR SOM

? 1917, Scott Millan, Oliver Tarney, Rachael Tate, Mark Taylor, Stuart Wilson – VENCEDOR

Coringa, Tod Maitland, Alan Robert Murray, Tom Ozanich, Dean Zupancic

Ford Vs. Ferrari, David Giammarco, Paul Massey, Steven A. Morrow, Donald Sylvester

Rocketman, Matthew Collinge, John Hayes, Mike Prestwood Smith, Danny Sheehan

Star Wars: A Ascensão Skywalker, David Acord, Andy Nelson, Christopher Scarabosio, Stuart Wilson, Matthew Wood

MELHORES EFEITOS VISUAIS

? 1917, Greg Butler, Guillaume Rocheron, Dominic Tuohy – VENCEDOR

Vingadores: Ultimato, Dan Deleeuw, Dan Sudick

O Irlandês, Leandro Estebecorena, Stephane Grabli, Pablo Helman

O Rei Leão, Andrew R. Jones, Robert Legato, Elliot Newman, Adam Valdez

Star Wars: A Ascensão Skywalker, Roger Guyett, Paul Kavanagh, Neal Scanlan, Dominic Tuoh

MELHOR CURTA DE ANIMAÇÃO BRITÂNICO

? Grandad Was A Romantic, Maryam Mohajer

In Her Boots, Kathrin Steinbacher

The Magic Boat, Naaman Azhari, Lilia Laurel

MELHOR CURTA BRITÂNICO

Azaar, Myriam Raja, Nathanael Baring

Goldfish, Hector Dockrill, Harri Kamalanathan, Benedict Turnbull, Laura Dockrill

Kamali, Sasha Rainbow, Rosalind Croad

? Learning To Skateboard In A Warzone (If You’re A Girl), Carol Dysinger, Elena Andreicheva – VENCEDOR

The Trap, Lena Headey, Anthony Fitzgerald

ESTRELA REVELAÇÃO

Awkwafina

Jack Lowden

Kaitlyn Dever

Kelvin Harrison Jr.

? Micheal Ward – VENCEDOR

_____________________________________
Por Bianca Dias – Fala! Anhembi

Tags mais acessadas