Após 13 anos, Britney Spears está oficialmente livre da tutela do pai
Menu & Busca
Após 13 anos, Britney Spears está oficialmente livre da tutela do pai

Após 13 anos, Britney Spears está oficialmente livre da tutela do pai

Home > Entretenimento > Após 13 anos, Britney Spears está oficialmente livre da tutela do pai

Britney Spears se livrou oficialmente da tutela do pai, James Spears, que exercia a função desde 2008. A decisão foi tomada pela juíza Brenda Penny durante uma audiência no Tribunal de Los Angeles na quarta-feira (29)

James Spears já havia desistido de se manter na posição de tutor da filha. Por isso, a audiência para oficializar sua saída estava marcada para janeiro de 2022. No entanto, Britney pediu que ocorresse uma aceleração no processo. Segundo os advogados da artista, o pedido pelo adiantamento aconteceu devido ao seu desejo em se casar com o noivo Sam Ashgari.

Desse modo, John Zabel, contador público e advogado, assumiu o cargo de tutor temporário do patrimônio da cantora. No entanto, Jodi Montgomery ainda administra a tutela pessoal de Britney Spears. Por isso, a Justiça americana marcará outra audiência até o final do ano para o encerramento completo da tutela.

Relembre o caso da tutela de Britney Spears

Em 2007, Britney Spears precisou ser internada devido a problemas com drogas ilegais e consumo excessivo de álcool. Essas ações foram consequências de distúrbios psicológicos que a ‘princesa do pop’ enfrentou na época diante da perseguição de papparazis.

Por isso, em 2008, a corte de Los Angeles concedeu a James Spears o direito de ser o tutor da filha. Com o cargo, ele ficou responsável por controlar as finanças e regular as ações de Britney.

A decisão não agradou os fãs da cantora. Isso porque eles exigiam que ela deveria ter liberdade para fazer suas escolhas e administrar seus bens. Em resposta à Justiça, o movimento “Free Britney” surgiu. A proposta da mobilização era organizar protestos na internet e em vários locais do mundo para que a tutela fosse removida.

britney spears tutela
O pai de Spears ficou responsável pela tutela por mais de 10 anos. | Foto: Montagem/Reprodução.

Contudo, tudo mudou neste ano. Em junho, Britney Spears decidiu romper o silêncio após 13 anos. Em um depoimento de 24 minutos na Corte de Los Angeles, ela expôs os abusos que estava sofrendo por causa do controle do pai e sua equipe.

A cantora explicou que precisou usar um dispositivo intrauterino (DIU), já que não queriam que ela tivesse mais filhos ou se casasse. “Eu mereço ter uma vida. Eu trabalhei a minha vida inteira. Não sinto que posso viver uma vida plena. Eu mereço ter os mesmos direitos que qualquer pessoa: ter um filho, um família, qualquer uma dessas coisas e muito mais. Eu só quero minha vida de volta”, protestou.

Assim, após uma longa batalha na justiça, Britney Spears conquistou a liberdade da tutela do pai. Para contar detalhes sobre o processo, a Netflix lançou o documentário Britney VS Spears, que já está disponível na plataforma.

____________________________
Por Lucas Kelly – Redação Fala!

Tags mais acessadas