sexta-feira, 21 junho, 24
HomeEntretenimentoApós 13 anos, Britney Spears está oficialmente livre da tutela do pai

Após 13 anos, Britney Spears está oficialmente livre da tutela do pai

Britney Spears se livrou oficialmente da tutela do pai, James Spears, que exercia a função desde 2008. A decisão foi tomada pela juíza Brenda Penny durante uma audiência no Tribunal de Los Angeles na quarta-feira (29)

James Spears já havia desistido de se manter na posição de tutor da filha. Por isso, a audiência para oficializar sua saída estava marcada para janeiro de 2022. No entanto, Britney pediu que ocorresse uma aceleração no processo. Segundo os advogados da artista, o pedido pelo adiantamento aconteceu devido ao seu desejo em se casar com o noivo Sam Ashgari.

Desse modo, John Zabel, contador público e advogado, assumiu o cargo de tutor temporário do patrimônio da cantora. No entanto, Jodi Montgomery ainda administra a tutela pessoal de Britney Spears. Por isso, a Justiça americana marcará outra audiência até o final do ano para o encerramento completo da tutela.

Relembre o caso da tutela de Britney Spears

Em 2007, Britney Spears precisou ser internada devido a problemas com drogas ilegais e consumo excessivo de álcool. Essas ações foram consequências de distúrbios psicológicos que a ‘princesa do pop’ enfrentou na época diante da perseguição de papparazis.

Por isso, em 2008, a corte de Los Angeles concedeu a James Spears o direito de ser o tutor da filha. Com o cargo, ele ficou responsável por controlar as finanças e regular as ações de Britney.

A decisão não agradou os fãs da cantora. Isso porque eles exigiam que ela deveria ter liberdade para fazer suas escolhas e administrar seus bens. Em resposta à Justiça, o movimento “Free Britney” surgiu. A proposta da mobilização era organizar protestos na internet e em vários locais do mundo para que a tutela fosse removida.

britney spears tutela
O pai de Spears ficou responsável pela tutela por mais de 10 anos. | Foto: Montagem/Reprodução.

Contudo, tudo mudou neste ano. Em junho, Britney Spears decidiu romper o silêncio após 13 anos. Em um depoimento de 24 minutos na Corte de Los Angeles, ela expôs os abusos que estava sofrendo por causa do controle do pai e sua equipe.

A cantora explicou que precisou usar um dispositivo intrauterino (DIU), já que não queriam que ela tivesse mais filhos ou se casasse. “Eu mereço ter uma vida. Eu trabalhei a minha vida inteira. Não sinto que posso viver uma vida plena. Eu mereço ter os mesmos direitos que qualquer pessoa: ter um filho, um família, qualquer uma dessas coisas e muito mais. Eu só quero minha vida de volta”, protestou.

Assim, após uma longa batalha na justiça, Britney Spears conquistou a liberdade da tutela do pai. Para contar detalhes sobre o processo, a Netflix lançou o documentário Britney VS Spears, que já está disponível na plataforma.

____________________________
Por Lucas Kelly – Redação Fala!

ARTIGOS RECOMENDADOS