Menu & Busca
Xilitol: um substituto para o açúcar

Xilitol: um substituto para o açúcar


O xilitol, também chamado de xylitol, é um alimento funcional que pode ser consumido em uma certa compatibilidade com o açúcar. É classificado como um edulcorante nutritivo que possui sabor doce igual ao da sacarose (o açúcar comum). Além disso, é considerado um adoçante natural de baixo índice glicêmico e hipocalórico. 

Xilitol - O que é?
Fórmula química do xilitol

Abaixo, você poderá comparar os nutrientes dos dois. Na tabela estão os valores referentes à quantidade de 20 gramas do açúcar branco refinado:

Tabela nutricional% VD (*)
Calorias (valor energético)95,52 kcal4,78 %
Pontos*2
Carboidratos23,88 g7,96 %
Proteínas0 g0 %
Gorduras totais0 g0 %
Gorduras saturadas0 g0 %
Fibra alimentar0 g0 %
Sódio0 mg0 %

Na mesma quantidade de xilitol, ou seja, em uma colher de sopa, 48 calorias e 20g de carboidrato são encontrados, uma redução calórica de 40%. E, mesmo com o tanto de amido similar, o efeito no organismo é completamente diferente. Ele é um composto que pode contribuir na melhora da composição corporal (menos gorduras e mais  músculos), por ser metabolizado por uma via diferente, que não eleva a liberação de insulina repentina no sangue, como ocorre com os carboidratos do tipo simples, devido ao seu índice glicêmico que é 7, enquanto o da sacarose é 65 e da glicose (padrão) é 100. 

Xilitol: um substituto para o açúcar
Xilitol: um substituto para o açúcar

Outra informação importante é que ele não participa das reações de Maillard, que são as alterações de cor e sabor como os outros tipos de polióis. Sendo assim, pode ser usado em geleias, sobremesas, sorvetes, pudins, mousses, compotas, sucos e bebidas em geral. Inclusive em preparações que necessitam de aquecimento, por não perder a sua doçura e características, como ocorre com outros adoçantes, por exemplo a Sucralose.

Não gosta do sabor dos adoçantes? 

Os adoçantes naturais são derivados de extratos vegetais que são modificados para obter ou intensificar o sabor doce. O teor de pureza é obtido por meio de difícil processo de purificação da xilose e separação do xilitol de outros compostos, assim o seu custo financeiro é consideravelmente alto, pois contém um diferenciado grau de pureza.

Em relação à sua imagem, é um pó cristalino branco e inodoro, com poder de adoçar mais similar ao do açúcar, característica importante, pois a qualidade da doçura de um edulcorante para outro se difere. Ao contrário da maioria, que tem aquele sabor residual que muitas vezes sobressai ao sabor doce, ele não deixa aquele gosto amargo na boca.

Sou diabético, posso consumir xilitol? 

Ele é metabolizado e absorvido por vias independentes da insulina, por absorção passiva e sem elevação da taxa da glicose sanguínea, ou seja, pode ser consumido por diabéticos

No fígado é oxidado em sua quase totalidade, pela enzima xilulose. A parte que não é oxidada é excretada na urina. O importante é que, pela enorme quantidade de enzimas que o metabolizam nesse órgão, é rapidamente transformado em energia, sem depender da produção e liberação da insulina.

Já na absorção pelo intestino, é fermentado pela microflora no cólon, que gera ácidos graxos voláteis. É uma via de metabolização lenta, sua concentração no sangue não sofre as mudanças bruscas com picos de glicemia.

Saúde bucal 

Mulher sorrindo, com a saúde bucal em dia

Ele é anticariogênico, ou seja, combate cáries. Tem ganhado grande destaque a sua eficiência em combater também a placa bacteriana. Ele ajuda a proteger os dentes pois inibe a formação de bactérias e a fermentação de carboidratos, reduzindo a acidogênese e a formação de placa.

____________________________________
Por Izadora Del Bianco (@izadbr)

Quer se tornar um colaborar e escrever para o fala?
Saiba como

0 Comentários

Tags mais acessadas