A Black Friday pode ser uma cilada para PME? Especialista dá dicas!
Menu & Busca
A Black Friday pode ser uma cilada para PME? Especialista dá dicas!

A Black Friday pode ser uma cilada para PME? Especialista dá dicas!

Home > Notícias > Mercado > A Black Friday pode ser uma cilada para PME? Especialista dá dicas!

Planejamento e atenção aos prazos de entrega são itens primordiais

Todo ano, a Black Friday arrecada bilhões, mas será que vale a pena para todos os negócios?
Todo ano, a Black Friday arrecada bilhões, mas será que vale a pena para todos os negócios? | Foto: Reprodução.

A cada ano, a Black Friday tem se tornado um evento ainda maior no Brasil. Em 2021 não será diferente, as 24 horas de ofertas na última sexta-feira de novembro (26), devem movimentar até R$10 bilhões neste ano. Mas será que o evento é para todos? “Os pequenos e médios negócios devem evitar cair em ciladas”, explica Edilene Loiola, especialista em e-commerce e logística.

Entenda como a Black Friday afeta os pequenos e grandes negócios no Brasil

De acordo com levantamento da Neotrust, mesmo com a pandemia da Covid-19 em 2020, a Black Friday gerou R$7,7 bilhões. No e-commerce, o sucesso também é espetacular. Apenas nas 24 horas de ofertas, existe um faturamento que representa 4% do ano todo.

Se tratando do comércio eletrônico, a entrega e agilidade no atendimento podem ser fatores cruciais para que o dia não seja caótico e com péssimos resultados para o empreendedor. A especialista em e-commerce e logística, Edilene Loiola, esclarece: “A Black Friday pode não ser uma boa ideia para todo lojista que não se preparou. A primeira coisa que é importante entender é se existe um estoque para atender a demanda”, inicia.

Em seguida, Loiola explica sobre a necessidade de estratégia: “O primeiro passo é pensar: ‘o que ele quer com a Black Friday?’ Somente desovar o estoque, ou fazer uma campanha de posicionamento de marca para atrair novos clientes? Em ambos os casos, o planejamento é crucial”.

Edilene Loiola, especialista em e-commerce e logística.
Edilene Loiola, especialista em e-commerce e logística. | Foto: Divulgação.

Para estes últimos momentos antes da Black Friday, a especialista tem uma dica: “Se o empreendedor já tiver traçado um bom plano, ele vai revisar esse planejamento, tendo opção de plano B. Outra coisa importantíssima é traçar a estratégia com o plano de entrega. O serviço de logística mudou muito e os consumidores não querem mais esperar por muitos dias para receber o produto.”

Por fim, Edilene Loiola recomenda um planejamento para que o PME economize no frete: “Aqueles que têm dificuldade de armazenamento e não conseguem preços competitivos de frete, minha dica é que procure um serviço de fulfillment privado. Existem planos iniciais para quem vende 50 itens por mês.”.

Soulog prepara evento para esta sexta-feira

Em 2021, a Soulog Fulfillment revolucionou. A empresa, que é pioneira no serviço de armazenamento e entrega para PME, criou um evento focado na Black Friday. Assim como acontece em diversas lojas físicas, a empresa de logística para e-commerce vai fazer uma verdadeira festa durante as 24 horas deste evento global de vendas.

Durante todo o dia, haverá dinâmicas de grupos na operação da empresa, para tornar o período mais divertido. Com clima regado a música animada e recebendo influenciadores do segmento, a Soulog contará com Tenda Zen, com cadeiras de massagens para descompressão dos funcionários. Além disso, a empresa vai promover coffee break, almoço e happy hour para os colaboradores.

A startup pioneira em fulfillment no Brasil conta com a colaboração de Loja integrada, Yapay Mazurky, Imaginarium, FM Transportes, Foto.com, Correios da agência Jardim Botânico, Impacto Gráfica e o grupo InovaNEX.

_________________________________________________

Por Felipe Reis – Fala! Anhembi

Tags mais acessadas