5 dicas para diminuir o consumo de açúcar de forma definitiva
Menu & Busca
5 dicas para diminuir o consumo de açúcar de forma definitiva

5 dicas para diminuir o consumo de açúcar de forma definitiva

Home > Lifestyle > Saúde > 5 dicas para diminuir o consumo de açúcar de forma definitiva

Já é comprovado que restrição alimentar gera compulsão. No artigo “Comportamento de restrição alimentar e obesidade”, disponibilizado pela Revista de Nutrição, as profissionais Fabiana Bernardi e Cristiane Cichelero abordam a temática.

Por isso, muitas pessoas que resolvem cortar drasticamente o açúcar de suas vidas, ingrediente presente na maioria dos alimentos que elas têm prazer em comer, acabam desistindo do processo de emagrecimento.

5 dicas para diminuir o consumo de açúcar de forma definitiva
Cupcakes com chantilly e confeitos coloridos

Pensando nisso, a nutricionista Juliana Veloso (@julianavelosonutri) diz ser à favor de pequenas mudanças que compõem uma reeducação alimentar duradoura. Ela compartilhou algumas dicas que podem fazer a diferença na sua rotina. Confira!

1 – Pare de adoçar bebidas

Se você gosta de café, tente tomá-lo puro. Caso fique impossível, adicione um pouco de canela ou cacau, saborizantes naturais que vão garantir aquele gostinho especial.

Não adoce sucos, deixe que as frutas desempenhem este papel. Além disso, procure tomar chás também sem adoçar. Aos poucos o seu paladar irá se acostumar.

2 – Coma frutas

As frutas já contêm o seu próprio açúcar, a frutose: elas são os famosos “doces da natureza”. Aposte na diversidade e inclua este grupo de alimento no seu dia a dia. Além de deliciosas, são cheias de vitaminas e minerais.

3 – Aposte no chocolate amargo

Quanto maior for a porcentagem de cacau no chocolate, menos açúcar ele terá. Cuidado com as versões diet, em sua maioria, são lotadas de gorduras que fazem mal ao organismo.

Além disso, o cacau é um alimento rico em flavanoides que têm a propriedade vasodilatadora, facilitando a circulação sanguínea, estabilizando a pressão arterial e consequentemente ajudando na prevenção de doenças cardiovasculares. Também devido à sua propriedade antioxidativa, é excelente para a saúde da pele, combatendo os radicais livres que causam o envelhecimento precoce. 

Outro ponto importante é a enorme quantidade de ferro, um mineral responsável pela produção de glóbulos vermelhos, responsáveis pelo transporte de oxigênio no sangue. Alguns dos sintomas da falta de ferro podem ser: fadiga, falta de ar e pele amarelada. A deficiência pode resultar em anemia, que deve ser tratada imediatamente. 

4 – Utilize adoçantes naturais

Em receitas, substitua o açúcar por adoçantes naturais como o xilitol e o eritritol. Eles são menos calóricos e podem contribuir na melhora da composição corporal (menos gorduras e mais  músculos) por serem metabolizados por uma via diferente, que não eleva a liberação de insulina repentina no sangue, como ocorre com os carboidratos do tipo simples. Seu índice glicêmico é 7, enquanto o da sacarose é 65 e da glicose (padrão) é 100. 

5 – Aposte em frutas secas, castanhas e cereais

Frutas secas como damasco, tâmara, ameixa, banana, goiaba e manga já são muito doces por natureza. Complemente-as com castanha-de-caju, castanha-do-pará, semente de girassol ou de abóbora, boas fontes de gordura.

Não se esqueça das granolas (sem açúcar) e da aveia, são excelentes fontes de fibras, essenciais para o bom funcionamento do intestino e para a saciedade: você não precisará comer tanto para diminuir a sua fome.

Por Izadora Del Bianco (@izadbr)

Tags mais acessadas