quarta-feira, 22 maio, 24
HomeCinema e Séries'365 Dni': confira 3 filmes polêmicos na Netflix, além do erótico

‘365 Dni’: confira 3 filmes polêmicos na Netflix, além do erótico

O filme 365 Dni é um erótico polonês que logo virou um sucesso, assim que estreou no catálogo da Netflix. Apesar de ser não ser uma produção original da plataforma, sua fama se tornou mundial após seu lançamento nela.

Sendo assim, a trama traz a história de Massimo Torricelli (Michele Morrone) e Laura Biel (Anna-Maria Sieklucka). Ele é um mafioso italiano que detém muito poder na Sicília, mas, com a morte de seu pai, sua influência pode estar em risco. Já Laura, é uma executiva que não possui perspectivas em seu relacionamento amoroso, contudo, busca melhorá-lo em uma viagem de férias.

Ambos estão na Sicília, no entanto, estão longes de serem parecidos ou possuírem objetivos em comum. Por outro lado, assim que conhece a jovem, Massimo acredita que ela possa solucionar pelo menos um de seus problemas: o amor. Então, para isso, ele a sequestra e espera que ela se apaixone por ele em até 365 dias. Senão, ele a libertará ao final do período.

Por seu enredo, o longa recebeu diversas críticas – tanto do público quanto de especialistas em cinema. De acordo com muitos, o erótico romantizou o abuso sexual e a Síndrome de Estocolmo. Por suas cenas e seus personagens, o polonês foi considerado, no mínimo, polêmico.

Pensando nisso, confira outras produções que estão na gigante do streaming e são tidas com polêmicas.

365 dni
3 filmes polêmicos na Netflix, além de 365 Dias. | Foto: Montagem/Reprodução.

365 Dni: confira 3 filmes polêmicos na Netflix, além do erótico

O Mínimo para Viver

Em O Mínimo para Viver, Lily Collins dá vida à Ellen, uma jovem que sofre com a anorexia – doença que atinge principalmente adolescentes. Com isso, ela é internada e deve seguir um método diferente para alcançar a cura.

Apesar de não ter cenas similares a 365 Dni, o filme foi alvo de críticas pela maneira como abordou a questão da saúde mental. Conforme muitos internautas, alguns momentos foram muito chocantes e poderiam gerar vários tipos de gatilho.

Lindinhas

Um dos mais polêmicos desta lista, Lindinhas foi palco de críticas por seu cartaz. De acordo com os assinantes da Netflix, o pôster sexualizava crianças. Inclusive, por isso, uma hashtag rapidamente subiu no Twitter e pediu o cancelamento do serviço. Já no Brasil, o governo pediu a sua suspensão.

Cinquenta Tons de Liberdade

365 Dni, assim que chegou à Netflix foi alvo de comparação com a trilogia 50 Tons. De mesmo modo que a produção norte-americana, o polonês tratou de um assunto que ainda é um tabu: o sexo.

Dessa maneira, ambos os filmes entram para a lista de polêmicos por conta de suas cenas quentes. No caso específico de Cinquenta Tons, o longa é motivo de crítica pela romantização da violência durante o sexo, mais conhecido por sadomasoquismo.

__________________________________
Por Isabela Cagliari – Redação Fala!

ARTIGOS RECOMENDADOS