3 histórias de viajantes no tempo
Menu & Busca
3 histórias de viajantes no tempo

3 histórias de viajantes no tempo

Home > curiosidades > 3 histórias de viajantes no tempo

A ciência moderna avançou bastante desde que a primeira aventura de viajantes no tempo foi demonstrada no filme Um ianque na corte do Rei Arthur, de 1949. No entanto, ainda é impossível simplesmente entrar em uma máquina e corrigir algum erro do passado ou bagunçar a história do mundo acidentalmente. 

Dessa forma, relatos de pessoas que teriam supostamente realizado a façanha de visitarem a nossa linha do tempo, tomaram conta da internet durante os anos 2000. Confira agora algumas das mais famosas e mais estranhas histórias envolvendo esses aventureiros temporais.

Viajantes do tempo
Pessoas relatam supostas viagens no tempo. | Foto: Reprodução

Viajantes no tempo

1) John Titor

John Titor foi um usuário da primeira versão da internet, chamada de BBS (Bulletin Board System), que encontrou o seu lugar no coração dos amantes de histórias malucas da web após alegar ser um militar de 2036 em missão no passado. De acordo com Titor, em 2008, os EUA enfrentariam uma guerra civil terrível que resultaria em uma Terceira Guerra Mundial em 2015. Sua principal missão teria sido retornar para o ano de 1975 para recuperar um computador IBM 5100 cujo papel seria importante para evitar a catástrofe da guerra.

Porém, se a sua missão era ir para 1975, por que não temos nenhuma evidência da existência de Titor antes de 2000? A resposta é óbvia. No entanto, quando questionado, Titor alegava que, após ter concluído sua missão nos anos 70, teria parado em 2000 para admirar como o mundo era antes da guerra civil e visitar sua família.

As publicações de Titor duraram de 2000 até 2001. Elas contavam com informações de como o mundo estaria em 2036 caso sua missão desse errado, e até mesmo especificações com relação a máquina do tempo usada pelo exército americano do futuro. Usando suas próprias palavras, a máquina se tratava de “uma massa estacionária com uma unidade de deslocamento temporal alimentado por duas singularidades positivas de giro superior”.

Após o fim das suas atualizações, Titor começou a perder popularidade. Não houve guerra civil em 2008 e muito menos uma Guerra Nuclear em 2015. Talvez ele realmente tenha conseguido concluir sua missão na nossa linha temporal.

2) Bob White é um dos viajantes no tempo

Seguindo quase o mesmo estilo que as declarações de Titor, entre 2001 e 2003, um indivíduo misterioso identificado com diversos apelidos, sendo “Bob White” o mais famoso deles, começou a espalhar e-mails pela internet a procura de algo chamado “Gerador de dobra dimensional” e declarando ser um viajante no tempo preso no ano de 2003.

Diversas pessoas então começaram a responder as mensagens afirmando possuírem o dispositivo desejado, sendo um deles Dave Hill, que se deu o trabalho de criar uma loja falsa de peças e colocar uma versão modificada de um motor de motocicleta como se fosse o Gerador de dobra.

Pouco tempo após a sua popularidade, o jornalista Brian S. McWillams declarou suas descobertas sobre o estranho caso em seu livro Spam Kings, no qual ele revelou que Bob White na realidade se tratava de uma persona criada por Robert J. Todino, conhecido na internet como Robby. No livro, McWilliams também declara que Todino havia sido anteriormente diagnosticado com esquizofrenia e transtorno dissociativo. Toda narrativa de viagem no tempo e a necessidade de peças para sua máquina era completamente real em sua mente.

3) Andrew Carlssin

Concluindo com o caso mais estranho e ridículo de todos.

Andrew Carlssin teria ganhado sua fama em março de 2003, após ter sido preso pela Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos, por ter tido sucesso em fazer a negociação de 126 ações de alto risco. Iniciando com um investimento de US$ 800 e terminando com mais de US$ 400.000.000 de retorno.

Em seu julgamento, Carlssin teria feito uma confissão com mais de quatro horas, alegando ser um viajante do tempo do ano de 2203. Em sua declaração, teria oferecido revelar localização de Osama bin Laden e a cura da aids, caso fosse absolvido das acusações e recebesse permissão para retornar a suposta máquina do tempo escondida.  No fim, um indivíduo não identificado pagou sua fiança e Carlssin nunca mais foi visto.

O que há de realmente interessante nessa história, não foi todo o dinheiro adquirido por Carlssin ou a sua confissão absurda, mas sim o fato de que Andrew Carlssin foi fruto de uma fake news. Sua história teve origem em uma crônica publicada no jornal humorístico Weekly World News, que infelizmente foi republicada por outros jornais sem os elementos que a tornavam algo claramente ficcional. Fazendo assim com que ela se espalhasse pelos fóruns da internet como se fosse realidade.

___________________________________
Por Tales Batalha – Fala! Universidade Cruzeiro do Sul 

Tags mais acessadas