quinta-feira, 13 junho, 24
HomeSaúdeZumbido no ouvido: Causas, sintomas, diagnóstico e tratamento

Zumbido no ouvido: Causas, sintomas, diagnóstico e tratamento

O zumbido no ouvido é uma condição auditiva intrigante e, muitas vezes, debilitante, que afeta uma parcela significativa da população mundial. Caracterizado pela percepção de sons sem fonte externa, o zumbido pode variar de um leve incômodo a uma interferência séria na qualidade de vida. 

Neste artigo, exploraremos de forma abrangente as causas, sintomas, métodos de diagnóstico com o médico otorrino e diversas opções de tratamento disponíveis para aqueles que lidam com essa condição desafiadora. 

Compreender melhor o zumbido no ouvido é fundamental para fornecer suporte e alívio eficazes a indivíduos afetados por essa condição, e é isso que nos propomos a fazer ao longo deste texto.

Por isso, entenda tudo que precisa saber sobre o zumbido no ouvido a seguir: 

zumbido no ouvido
Entenda quais são as causas, sintomas, diagnóstico e tipos de tratamento do zumbido no ouvido. | Foto: Freepik.

Causas do zumbido no ouvido

O zumbido no ouvido pode ser resultado de uma variedade de fatores, que vão desde exposições a ruídos altos até problemas de saúde subjacentes. Aqui estão algumas das principais causas associadas ao desenvolvimento do zumbido:

  • Exposição a ruídos altos: A exposição prolongada a ruídos intensos, como música alta, maquinaria industrial ou atividades recreativas barulhentas, pode causar danos às delicadas células ciliadas do ouvido interno. Essas lesões podem resultar em zumbido temporário ou permanente.
  • Envelhecimento: À medida que envelhecemos, é comum ocorrer uma degeneração natural das estruturas auditivas. Isso pode incluir a perda gradual das células ciliadas do ouvido interno, o que pode contribuir para o desenvolvimento do zumbido.
  • Lesões e traumas: Traumatismos cranianos, lesões na cabeça ou no pescoço, podem afetar o sistema auditivo e desencadear o surgimento do zumbido. Mesmo um único incidente, como um acidente de carro ou uma queda, pode resultar em danos auditivos significativos.
  • Problemas de saúde: Diversas condições médicas podem estar associadas ao zumbido no ouvido. Isso inclui doenças cardiovasculares, como hipertensão arterial e aterosclerose, distúrbios metabólicos como diabetes, distúrbios da tireóide, distúrbios neurológicos, e até mesmo problemas de articulação temporomandibular (ATM).
  • Uso de medicamentos: Alguns medicamentos podem ter o zumbido como um efeito colateral potencial. Isso inclui antibióticos, antidepressivos, anti-inflamatórios não esteroides (AINEs), quinina e muitos outros. Se você suspeitar que um medicamento está causando ou piorando seu zumbido, é importante conversar com seu médico antes de interromper o uso.
  • Estresse e ansiedade: O estresse crônico e a ansiedade podem desempenhar um papel significativo no agravamento do zumbido. Embora o estresse em si não cause diretamente o zumbido, pode aumentar a percepção do sintoma, tornando-o mais perceptível e perturbador.
  • Outros fatores: Fatores como tabagismo, consumo excessivo de álcool, cafeína e até mesmo certos alimentos podem desempenhar um papel no desenvolvimento ou agravamento do zumbido em algumas pessoas.

É importante ressaltar que, em muitos casos, o zumbido no ouvido resulta da interação complexa entre vários desses fatores, e a causa subjacente pode não ser facilmente identificada. Um exame médico abrangente e uma avaliação auditiva são essenciais para determinar a causa específica do zumbido e desenvolver um plano de tratamento adequado.

Sintomas do zumbido no ouvido

O zumbido no ouvido pode se manifestar de várias maneiras e pode variar em intensidade e duração de pessoa para pessoa. Aqui estão alguns dos sintomas mais comuns associados ao zumbido:

Percepção de sons fantasmas

O sintoma mais óbvio do zumbido no ouvido é a percepção de sons sem uma fonte externa correspondente. Isso pode incluir zumbidos, chiados, assobios, estalos ou até mesmo sons de batidas pulsantes.

Persistência ou intermitência

O zumbido pode ser contínuo, constante ao longo do dia, ou pode ocorrer de forma intermitente, com períodos de intensidade variável.

Sensação de plenitude no ouvido

Muitas pessoas com zumbido também relatam uma sensação de plenitude ou pressão no ouvido afetado.

Dificuldade em concentrar-se

O zumbido constante pode tornar difícil para algumas pessoas se concentrarem em tarefas diárias, trabalho ou atividades sociais. Isso pode levar a problemas de concentração e memória.

Irritabilidade e distúrbios do sono

O zumbido pode causar irritabilidade, frustração e distúrbios do sono. Para algumas pessoas, o zumbido é mais perceptível à noite, o que pode dificultar o adormecimento ou interromper o sono.

Ansiedade e depressão

O impacto emocional do zumbido no ouvido não deve ser subestimado. Muitas pessoas que sofrem com o zumbido experimentam níveis significativos de ansiedade, estresse e até mesmo depressão devido ao impacto negativo do sintoma em sua qualidade de vida.

Piora com o silêncio

Em alguns casos, o zumbido pode parecer mais proeminente em ambientes silenciosos, como à noite, quando não há outros ruídos para mascará-lo.

É importante observar que o zumbido no ouvido pode variar em sua natureza e gravidade de pessoa para pessoa. Alguns indivíduos podem tolerar o zumbido sem muita perturbação, enquanto outros podem achar que interfere significativamente em suas atividades diárias e bem-estar emocional. 

Se você está experimentando qualquer um desses sintomas, é importante procurar orientação médica para avaliação e tratamento adequados.

Diagnóstico do zumbido no ouvido

O diagnóstico do zumbido no ouvido geralmente requer uma abordagem abrangente que inclui uma avaliação médica detalhada, testes auditivos específicos e, em alguns casos, exames de imagem.

zumbido no ouvido
Saiba como o otorrino pode fazer o diagnóstico do zumbido no ouvido. | Foto: Freepik.


Aqui estão os principais componentes do processo de diagnóstico:

Histórico médico

O médico começará por fazer perguntas detalhadas sobre seus sintomas, histórico médico pessoal e familiar, exposição a ruídos altos, uso de medicamentos e qualquer outra informação relevante. Isso ajuda a identificar possíveis causas subjacentes do zumbido.

Exame físico

Um exame físico completo será realizado para avaliar a saúde geral do paciente e identificar quaisquer sinais físicos de problemas auditivos ou de saúde relacionados ao zumbido.

Testes auditivos

Testes de audição, como a audiometria tonal e a impedância acústica (timpanometria), são comumente realizados para avaliar a função auditiva e detectar qualquer perda auditiva associada ao zumbido. Isso pode ajudar a determinar se a causa do zumbido está relacionada a problemas no ouvido médio, ouvido interno ou nervo auditivo.

Questionários específicos

O médico pode solicitar que você preencha questionários específicos projetados para avaliar a gravidade do zumbido, seu impacto na qualidade de vida e quaisquer sintomas emocionais associados, como ansiedade ou depressão.

Exames de imagem

Em alguns casos, exames de imagem, como ressonância magnética (RM) ou tomografia computadorizada (TC), podem ser indicados para avaliar a estrutura do ouvido interno e descartar quaisquer anormalidades, como tumores ou malformações congênitas.

Avaliação psicológica

Em casos em que o zumbido está causando sofrimento emocional significativo, uma avaliação psicológica pode ser recomendada para avaliar o impacto psicossocial do sintoma e ajudar a desenvolver estratégias de enfrentamento eficazes.

Avaliação multidisciplinar

Dependendo da complexidade do caso, pode ser necessário consultar especialistas adicionais, como otorrinolaringologistas, neurologistas, psiquiatras ou fisioterapeutas, para uma avaliação mais abrangente e um plano de tratamento integrado.

Tratamentos para o zumbido no ouvido

O tratamento do zumbido no ouvido geralmente depende da causa subjacente e da gravidade dos sintomas. Nesse sentido, é sempre importante procurar avaliação profissional para compreender melhor o caso. 

Algumas opções de tratamento incluem:

1. Terapia sonora

A terapia sonora envolve a utilização de dispositivos que emitem sons suaves, como ruído branco ou música, para mascarar o zumbido e ajudar o cérebro a ignorá-lo. Essa abordagem pode ser especialmente útil para pessoas cujo zumbido é agravado pelo silêncio.

2. Terapia cognitivo-comportamental (TCC)

A TCC é uma forma de psicoterapia que se concentra em identificar e modificar padrões de pensamento negativos associados ao zumbido, ajudando os pacientes a desenvolver habilidades de enfrentamento e reduzir a angústia emocional relacionada ao sintoma.

3. Tratamento médico

Em alguns casos, o tratamento médico pode ser necessário para tratar condições subjacentes que contribuem para o zumbido, como hipertensão arterial, distúrbios da tireoide ou infecções do ouvido médio.

4. Aparelhos auditivos

Para pessoas com perda auditiva concomitante, o uso de aparelhos auditivos pode ajudar a melhorar a audição e reduzir a percepção do zumbido.

5. Medicamentos

Alguns medicamentos, como antidepressivos tricíclicos, ansiolíticos ou agentes vasodilatadores, podem ser prescritos para ajudar a reduzir a gravidade do zumbido em algumas pessoas.

6. Relaxamento e técnicas de gerenciamento de estresse

Práticas como meditação, yoga e respiração profunda podem ajudar a reduzir o estresse e a ansiedade, o que por sua vez pode diminuir a percepção do zumbido. O zumbido no ouvido é uma condição auditiva comum que pode ter um impacto significativo na qualidade de vida. 

Embora não haja uma cura definitiva, uma variedade de opções de tratamento está disponível para ajudar a gerenciar os sintomas e melhorar o bem-estar emocional e físico dos pacientes. 

Se você está lidando com zumbido no ouvido, é importante consultar um médico ou um especialista em saúde auditiva para obter uma avaliação completa e desenvolver um plano de tratamento adequado às suas necessidades individuais. Com o apoio adequado, é possível encontrar alívio e aprender a conviver com o zumbido de forma mais eficaz.

Por isso, não hesite em procurar ajuda de um médico otorrinolaringologista. Na clínica Otorrino Paulista, você encontra profissionais capacitados para tratar questões de saúde como o zumbido no ouvido. Saiba mais!

ARTIGOS RECOMENDADOS