Veja cinco cidades para quem ama o "street style"
Menu & Busca

Veja cinco cidades para quem ama o “street style”

Home > Lifestyle > Veja cinco cidades para quem ama o “street style”

A história da moda é marcada por grandes estilistas que ditaram tendências inesquecíveis, é impossível negar a relevância que nomes como Christian Dior e Miuccia Prada possuem no universo fashion, mas não é novidade para ninguém que a moda é muito mais do que grandes criações da alta-costura. Aliás, grande parte dela surge das pessoas comuns, que trabalham, estudam e veem nas roupas e acessórios uma oportunidade de mostrar ao mundo quem realmente são. A partir disso, nasceu o street style.

O nicho tem se tornado cada vez mais amplo justamente por retratar a liberdade e autenticidade presente em diversos cantos do mundo. Conheça cinco cidades incríveis – e não tão óbvias – para se apaixonar ainda mais pelo Street Style:

Cidades para quem ama o street style

Londres

Mesmo com grandes tradições e rigor que remetem à monarquia e à história de Londres, a cidade vem desenvolvendo uma identidade fashion moderna e transgressora. Dentro do street style, é impossível não citar o trench coat, casaco fundamental nos meses de inverno. O modelo já possui versões em diversas cores e estampas, além de ser a peça perfeita para exemplificar a dualidade entre o moderno e o tradicional de Londres.

A história da cidade é fortemente marcada, especialmente na década de 70, pelo movimento punk. O grupo, além de ser lembrado como símbolo de oposição ao governo da época, também teve sua importância na moda, peças com couro, tachas e estampas grafitadas se popularizam graças ao movimento e ainda estão presentes no guarda-roupa de muitos. Além disso, a individualidade foi um grande incentivo dos punks, o que tem tudo a ver com o street style, não é mesmo?

Antuérpia

Assim como Londres, a Antuérpia, capital da moda belga, também se divide entre o moderno e o antigo, é lá que está sediada a Royal Academy of Fine Arts, referência na formação de profissionais da moda.

Mas a escolha dessa cidade para a lista se dá por um motivo muito especial, é lá que Sofie Valkiers foi nascida e criada, a fundadora do site Fashionata é uma grande influenciadora do street style. Além de ser adepta à tendência oversized, suas escolhas de roupas e acessórios também personificam a cidade de Antuérpia perfeitamente, já que contam com a mistura de elementos antigos e atuais.

moda street style
Sofie Valkiers caminhando na rua. | Foto: Reprodução.

Em entrevista para a FFW Fashion Foward nos desfiles de verão 2014/2015 da São Paulo Fashion Week, Sofie foi questionada sobre seu estilo pessoal, sua resposta não poderia ter sido outra:

Não gosto de rótulos, visto-me de acordo com meu humor, sou uma pessoa muito sensível e me inspiro em coisas diversas na hora de escolher meus looks, como nas pessoas da rua e em fotos no Instagram. 

Copenhague

O street style teve um crescimento gigante no mundo da moda, e agora conta com marcas que dominam os conceitos do nicho. Entre elas, vale muito a pena destacar a REMAIN, fundada em 2018 e com sede na belíssima capital da Dinamarca, suas coleções contam com elementos atrevidos, porém não deixam de lado o conforto do dia a dia.

Além da marca, em Copenhague também é fácil encontrar mulheres optando por vestidos compridos mesclados com acessórios pesados – uma das grandes tendências da atualidade – e adeptos aos chapéus, sejam eles as boinas ou os bucket hats. Uma curiosidade muito interessante sobre a cidade é que ela é palco da Fashion Week mais sustentável do mundo. Em Copenhague, a moda e a preocupação com o meio ambiente andam juntos.

street style
Os bucket hats marcam o street style em Copenhague. | Foto: Reprodução.

São Paulo

São Paulo é, sem dúvidas, a cidade mais cosmopolita do território brasileiro. Cada cantinho é um mundo repleto de particularidades e, unindo cada um deles, temos uma explosão de estilo. A moda na cidade de São Paulo é o retrato perfeito do cotidiano corrido e da diversidade que compõe o local.

Inúmeros exemplos do street style podem ser vistos na gigantesca São Paulo, roupas estampadas com xadrez colorido, top cropped, gargantilhas, tamancos, saia midi, e até mesmo peças mais próximas do estilo office moderno. Em uma cidade onde é possível encontrar todo o tipo de gente, é imprescindível que o street style seja o mais variado possível.

Teerã

Ao contrário do que muitos pensam, as mulheres da capital do Irã não usam burca, traje que cobre o corpo de forma completa. Lá, o público feminino pode optar pelo chador, que deixa o rosto e as mãos expostas, ou até mesmo o hijab, peça tem a finalidade de cobrir os cabelos e possui versões das mais variadas cores e tecidos.

street style teerã
Exemplo de hijab. | Foto: Reprodução.

As roupas podem contar com diversas estampas e modelos diferentes, desde que não revelem as curvas, corpo e cabelo. Optando por diferentes calçados, jeans e camisetas de manga longa, as mulheres do Teerã sabem como abusar das texturas e combinar acessórios e maquiagens. 

Os assuntos mais comentados sobre a moda sempre estiveram extremamente ligados ao ocidente, a visão sobre outras culturas tornou-se restrita, muitos não sabem, mas existem muitas mulheres que se sentem confortáveis usando o hijab. É sempre importante lembrar que todo lugar é infinitamente maior do que os limites criados por estereótipos, qualquer cidade é capaz de fazer uma imersão no street style e criar uma identidade fashion espetacular.

_____________________________
Por Giovanna Araujo Ragano – Fala! Cásper

Tags mais acessadas