Veja 5 doenças extremamente raras e entenda o conceito
Menu & Busca
Veja 5 doenças extremamente raras e entenda o conceito

Veja 5 doenças extremamente raras e entenda o conceito

Home > Lifestyle > Saúde > Veja 5 doenças extremamente raras e entenda o conceito

A seguir, conheça 5 doenças extremamente raras que existem. Vamos revelar suas causas, sintomas e tratamentos

Para começar, vamos ver como se define uma doença rara:

As doenças raras são caracterizadas por uma ampla diversidade de sinais e sintomas e variam não só de doença para doença, mas também de pessoa para pessoa acometida pela mesma condição.

O conceito de Doença Rara (DR), segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), é a doença que afeta até 65 pessoas em cada 100 mil indivíduos, ou seja, 1,3 para cada 2 mil pessoas. Na União Europeia, por exemplo, estima-se que 24 a 36 milhões de pessoas têm doenças raras. No Brasil, há estimadas 13 milhões de pessoas com doenças raras, segundo pesquisa da Interfarma.

Existem de seis a oito mil tipos de doenças raras, em que 30% dos pacientes morrem antes dos cinco anos de idade; 75% delas afetam crianças e 80% têm origem genética. Algumas dessas doenças se manifestam a partir de infecções bacterianas ou causas virais, alérgicas e ambientais, ou são degenerativas e proliferativas.

Conforme a Pfizer.

Agora que já sabemos um pouco do que se trata, iremos citar 5 doenças raras que existem pelo mundo.

doenças
Veja 5 doenças extremamente raras. | Foto: Reprodução/Pfizer.

Doenças raras

1. Síndrome de Lobisomem

Também conhecida como hipertricose, é uma doença  que cobre o rosto e outras partes do corpo de uma pessoa com pelos. O mal é tão raro que apenas 100 casos foram documentados em todo o mundo. Por isso, pouco se sabe sobre a doença. A única informação que os cientistas têm é que ela é uma mutação genética e hereditária. O único tratamento eficaz é a depilação a laser.

2. Síndrome da excitação permanente

É classificada como uma das doenças raras e o mal afeta apenas mulheres, e causa uma excitação espontânea e persistente nos órgãos genitais, que nem sempre resulta em orgasmo. Detalhe: não tem nenhuma relação com sentimentos de desejo sexual! Segundo especialistas, entre 400 e 500 pessoas em todo o mundo têm a doença. Pouco se sabe sobre as causas da síndrome, mas cientistas acreditam que ela é causada por uma irregularidade em nervos sensoriais ou por alterações psicológicas. Infelizmente, não existe cura para o distúrbio, porém ele pode ser controlado com anestésicos locais, antidepressivos para controlar a ansiedade e tratamento hormonal anti-androgênico.

3. Síndrome do cadáver ambulante

A Síndrome de Cotard (ou síndrome do cadáver ambulante) é uma condição psicológica raríssima que faz com que a pessoa acredite que está morta. Além disso, o paciente também acha que seus órgãos estão necrosados e que seus amigos e familiares não existem mais. A causa desta doença está relacionada à depressão, pois pessoas com a síndrome apresentam problemas na amígdala, uma região cerebral que processa emoções. Outra parte do cérebro afetada pelo mal é o giro fusiforme. Ele é responsável pelo reconhecimento de rostos.

O tratamento para a síndrome do cadáver ambulante deve ser feito a partir de antidepressivos e sessões de terapia eletroconvulsiva (choques elétricos).

4. Transtorno de Pica

A denominação “pica” vem do latim e significa “pega”, um pássaro conhecido por comer tudo o que vê pela frente. E assim como o animal, quem sofre desse mal ingere substâncias não-comestíveis, desde vômito, fezes e sangue até pedras, madeira e cabelo. E por conta da ingestão de coisas tão estranhas, pode causar problemas sérios para as pessoas com o transtorno.

Os cientistas e médicos ainda não sabem o que causa este transtorno. Porém, muitos acreditam que ela está ligado a traços culturais, pois pessoas em alguns continentes, como a África, e países, como a China, consomem terra devido à falta de alimentos ricos em ferro, por exemplo. Outros pesquisadores pensam que o transtorno está ligado a doenças psíquicas, como a esquizofrenia.

Em linhas gerais, mulheres grávidas e crianças com problemas de crescimento desenvolvem o Transtorno de Pica. A doença pode ser tratada de várias maneiras, dependendo do que a pessoa ingeriu. Normalmente, o paciente só precisa mudar a dieta, pois está faltando algum tipo específico de vitamina no corpo.

5. Síndrome de Charles Bonnet

Esta doença acomete apenas pessoas com cegueira parcial ou grave. Os pacientes com a Síndrome de Charles Bonnet têm alucinações visuais nítidas, coloridas e silenciosas. Geralmente, os distúrbios podem durar poucos minutos até horas. Ainda não se sabe o que causa os sintomas da doença e não existe tratamento para síndrome.

 E aí, conhecia alguma dessas doenças? Ficou curioso para saber mais?

__________________________________
Por Victor Hugo Sousa Pereira – Fala! Cásper

Tags mais acessadas