Tudo sobre 'Chucky', a nova série sobre o Brinquedo Assassino
Menu & Busca
Tudo sobre ‘Chucky’, a nova série sobre o Brinquedo Assassino

Tudo sobre ‘Chucky’, a nova série sobre o Brinquedo Assassino

Home > Entretenimento > Cinema e Séries > Tudo sobre ‘Chucky’, a nova série sobre o Brinquedo Assassino

Revisitar sagas famosas de forma reinventada é uma tradição de Hollywood, só em 2021, Mortal Kombat e Matrix foram apresentadas ao público de maneira repaginada e tentando trazer a glória de tais produções aos tempos contemporâneos. 

Assim, era de se esperar que todos os gêneros abraçassem esse movimento, caso de uma das maiores e mais icônicas franquias de slasher dos cinemas, Chucky, o perverso e maníaco brinquedo assassino. A seguir, saiba tudo sobre a nova série do brinquedo mais perigoso das sagas de terror!

Chucky, a nova série sobre o Brinquedo Assassino da Syfy

Tudo começou em 1988 com o lançamento do filme Child ‘s Play, que apresentou ao mundo o meigo boneco ruivo da marca Good Guy. Porém, ao longo da narrativa, esse brinquedo encantador se prova possuído pelo espírito de um perverso serial killer.

A saga de Chucky começou no filme O Brinquedo Assassino.
A saga de Chucky começou no filme O Brinquedo Assassino. | Foto: Reprodução.

Um dos fatos mais interessantes sobre a produção é que Don Mancini, criador da saga, já possuía rascunhos para o roteiro do longa desde a faculdade de cinema, cursada na UCLA. Ele também procurou inspirar o nome do serial killer que habita o boneco Chucky, Charles Lee Ray, no de criminosos e maníacos conhecidos, tais quais Charles Manson, Lee Harvey Oswald e James Earl Ray. 

Assim, no decorrer do longa, Chucky passa a cometer uma série de assassinatos no intuito de possuir o corpo do jovem Andy, primeira pessoa a qual contou seu verdadeiro nome, sendo assim, o único hospedeiro viável para o espírito perverso de Charles. 

As duas sequências seguintes, Child ‘s Play 2 e 3, seguem essa mesma lógica. Apesar dos clichês de filmes de slasher, o carisma de Brad Dourif, que dá voz ao boneco, e a insana criatividade dos roteiristas faz com que os três longas se eternizam com a bizarra noção de um brinquedo inofensivo à primeira vista, assassinar inúmeras pessoas de forma brutal.

Os três filmes do brinquedo assassino.
Os três filmes do brinquedo assassino. | Foto: Reprodução.

Alguns personagens acabam se destacando e cativando o público, caso de Kyle (Christine Elise), que encontra Andy ainda criança em uma casa adotiva e o ajuda a derrotar o boneco assassino. 

Apesar da aclamação, a saga ficou “adormecida” na maior parte dos anos noventa. Foi então que em 1998, A Noiva de Chucky chegou ao cinema, apresentando ao mundo Tiffany, a namorada, até então desconhecida do perverso psicopata Charles. 

 Aqui, a grande adição ao elenco é Jennifer Tilly, que interpreta Tiffany. Desde o início, sua perversidade e maleficência casam completamente com o estrelismo sanguinário de Dourif e tem como resultado uma dupla assassina que nos faz ficar com os olhos vidrados na tela do início ao fim. 

Já nos anos 2000, o Filho de Chucky chega aos cinemas renovando a tradição dos constantes retornos de Chucky, mesmo após ser derrotado e morto nos filmes anteriores. Brad Dourif e Jennifer Tilly retornam, dando sequência aos eventos dos filmes anteriores.

Após a produção, a franquia tem um novo hiatus e é somente em 2013 que A Maldição de Chucky estreia nos cinemas. No longa, Chucky aterroriza a linhagem descendente da mulher responsável por sua morte, porém, Nica, a filha doce e incompreendida dessa mulher se prova uma adversária à altura do boneco assassino.

Aqui, o interessante é que Nica é interpretada por ninguém menos que Fiona Dourif, filha do ator Brad Dourif, que dá voz ao icônico Chucky, provando que a franquia se tornou de tamanha importância que agora é até mesmo um legado familiar. 

Finalmente, em 2017, o Culto de Chucky veio ao mundo, continuando a história do filme anterior, onde Chucky segue Nica até o hospital psiquiátrico em que está internada. 

Já em 2019, uma tentativa de remake de Child ‘s Play foi produzida, porém a história nada tinha a ver com a original e era sim uma tentativa de reboot do universo. Apesar da tentativa, o filme foi massacrado pela crítica. 

Todo esse histórico leva à série Chucky, de 2021. Produzida pela Syfy e o criador da franquia original, Don Mancini, a série conta a história de Jake Wheeler (Zachary Arthur) um adolescete comum que tem um talento artístico impecável e usa bonecos como sua inspiração, em um dia qualquer ele esbarra com o velho conhecido good guy ruivo, e o leva para casa, sem saber que estava convidando para sua vida um brinquedo possuído pela alma de um psicopata. 

A série Chucky, produzida pela Syfy.
A série Chucky, produzida pela Syfy. | Foto: Reprodução.

Aclamada pela crítica, a série aposta na diversidade com um protagonista gay e renova seus ares ao apresentar um elenco jovem e ter ambientação no ensino médio. Além disso, serve de continuidade aos eventos de O Culto de Chucky e traz de volta veteranos como Brad Dourif na voz de Chucky, Jennifer Tilly, Fiona Dourif, Christine Elise e Alex Vincent. 

Extremamente cult e intelectual, a série consegue com uma certa pegada humorística encontrar o ponto certo, mas apresenta também uma pegada violenta, tudo na medida certa, equilibrando a narrativa. 

No Brasil, os episódios são disponibilizados semanalmente pela Star+. A seguir, confira o trailer da produção:

___________________________________________________

Por Eduardo Augusto – Fala! UFG

Tags mais acessadas