Sexualidade e Autoestima com Cátia Damasceno - Confira a entrevista
Menu & Busca
Sexualidade e Autoestima com Cátia Damasceno – Confira a entrevista

Sexualidade e Autoestima com Cátia Damasceno – Confira a entrevista

Home > Notícias > Entrevistas > Sexualidade e Autoestima com Cátia Damasceno – Confira a entrevista

Cátia Damasceno é especialista em sexualidade feminina, uroginecologia e idealizadora do programa Mulheres Bem Resolvidas. Também possui o maior canal sobre sexualidade do mundo, com mais de 6 milhões de inscritos e, aproximadamente, 430 milhões de visualizações.

Cátia Damasceno
Cátia Damasceno atinge a marca de 6 milhões de inscritos no YouTube. | Foto: Reprodução/Instagram.

Entrevista com Cátia Damasceno

Em entrevista ao jornalista Leonardo Almeida, Cátia contou como a sexualidade e o autoconhecimento ajudam na autoestima de homens e mulheres.

Leonardo – Cátia, no seu site, você oferece o curso sobre pompoarismo. O que é o pompoarismo ?

Cátia – Pompoarismo nada mais é que ginástica pélvica, é uma técnica milenar que surgiu na Índia e já é praticada há mais de 1500 anos. Aqui, no Ocidente, só tomamos conhecimentos em meados da década de 40, quando um ginecologista norte-americano, Arnold Kegel, começou a desenvolver esses exercícios para ajudar pacientes com incontinência urinária. Só que aí, as mulheres começaram a relatar outros benefícios e foi justamente esses benefícios ligados a parte da sexualidade. O que eu fiz? Eu adaptei alguns exercícios, trazendo para o lado fisioterapêutico, ensinando as mulheres a contraírem sua região genital, as ensinando a fazer exercícios de fortalecimento do assoalho pélvico.

L – Quais são os benefícios do pompoarismo?

C – Com os exercícios, nós ganhamos duas coisas maravilhosas em nossa vida; Primeiro: saúde, mulher que pratica os exercícios da ginástica íntima não vai ter problemas de incontinência urinária, não vai ter cólica menstrual, ajuda a passar pela fase da menopausa de uma forma mais leve, já ouvi relatos de alunas que até a TPM melhorou bastante, facilita o processo de parto vaginal e na recuperação pós-parto. Segundo: Os benefícios sexuais, os exercícios melhoram a lubrificação, melhoram a libido, melhoram o orgasmo, não só da mulher como também o do parceiro, porque a gente consegue fazer uns movimentos diferentes.

L – Em seu curso, você comenta que o pompoarismo ajuda na autoestima, como os exercícios podem ajudar nisso?

C – Então, quando a gente consegue ter a nossa sexualidade bem resolvida com a gente, você vai para uma relação sexual e sai dessa relação satisfeita, você não sai frustrada: ‘poxa, não consegui ter um orgasmo, não consegui de novo’. Você entra em um ciclo que é um ciclo positivo, você tem seu orgasmo, tem um orgasmo diferente com seu parceiro, proporciona para ele uma sensação diferente, aí o cara percebe e já te faz um elogio e o ser humano é movido a elogios. Uma coisa que percebi nesses anos de trabalho, com a melhora da autoestima, a mulher tem uma melhora em todos as áreas da vida, não só na sexualidade, a mulher começa a enxergar suas virtudes, começa a se desenvolver na carreira, em casa, no trabalho, na sua maternidade. É impressionante em como esse ciclo realmente eleva a autoestima da mulher. Então, eu sou defensora assídua da prática do pompoarismo, seja para saúde, seja para a sexualidade, seja para a melhora da autoestima. É algo que só traz benefícios, não tem nenhum malefício.

L – Em tempos de isolamento social, é possível fazer o pompoarismo dentro de casa, o que é preciso para fazer os exercícios?

C – Pode fazer, sim, sem problema, mas deve ter alguns cuidados; Não pode praticar os exercícios quando estiver com algum problema de infecção, porque os exercícios aumentam a irrigação sanguínea e pode acabar alimentando as bactérias, nos primeiros três meses de gestação não pode praticar os exercícios, passou dos primeiros três meses, já pode praticar sem problema nenhum. Para fazer os exercícios, migo (sic), só precisa de mim na vida delas (risos), porque eu tenho o curso, ele é totalmente on-line, ela pode fazer em qualquer lugar que tenha Internet. Dividi o curso em seis semanas de prática, durante as três primeiras semanas, não precisa dos acessórios, depois, a gente sugere algumas ferramentas que são possíveis comprar pelo correio, não precisa sair de casa e se tem algo que tem funcionado neste país é o delivery. A prática não está condicionada única e exclusivamente ao uso dos acessórios. Ajuda? Claro que ajuda, melhora muito, tem resultados muito mais rápidos, mas não significa que se não fizer os exercícios não terá resultados.

L – Existe pompoarismo masculino? Como funciona?

C – Os exercícios masculinos funcionam da mesma forma que os femininos, a diferença é que os homens não têm o uso de acessórios. Mas ele pode usar a pressão da própria mão contra o pênis, pode usar o recurso de uma toalha para causar um peso, mas é um acessório a mais, porque a musculatura o homem já tem o períneo, ele já vai fazer a prática do contrair e soltar. Qual que é a diferença da prática dos homens para as mulheres? As mulheres têm uma vantagem nesse quesito, quando você faz um exercício em qualquer área de seu corpo, você aumenta a irrigação sanguínea local. Nas mulheres, exercitar a região vaginal vai causar uma melhora da lubrificação, já nos homens, vai causar uma ereção e, por isso, não dá para praticar em público. A mulher pode praticar no ônibus, no metrô, no trabalho, em casa e em qualquer lugar que se sinta confortável, ninguém está vendo, você ta fazendo seus exercícios de ‘contrair e soltar, contrair e soltar’ e ninguém percebe. O homem tem essa desvantagem, porque se ele começar a praticar, ele vai ter uma ereção e ereção em lugares públicos não é muito aceitável.

L – Quais são os benefícios dos exercícios para os homens?

C – A gente ensina aos rapazes a melhorarem a ejaculação precoce, ajuda e muito porque o homem, ele vai aprendendo a ter um controle sobre sua ejaculação, melhora a disfunção erétil, ajuda na manutenção, na melhora da qualidade do tempo de ereção desse pênis. Então, o homem vai ter uma ereção mais rigorosa, uma ereção por mais tempo, ele tem um controle ejaculatório melhor e, com isso, ele tem uma melhora de sua qualidade sexual e, com certeza, a mesma coisa que acontece com as mulheres, vai aumentar a autoestima desse homem e vai o fazer ter relacionamentos mais intensos. Recebi muitos relatos de mulheres durante a pandemia, dizendo que os homens estão desenvolvendo uma ejaculação precoce e disfunção erétil, por conta dessa pressão toda deste momento único que estamos vivendo, é uma ansiedade e um stress muito grande e isso vai se mostrar na hora da performance sexual, tanto nos homens quanto nas mulheres.

L – Em tempos de isolamento social, muitos casais estão podendo ter relações sexuais. O que você recomenda para eles?

C – Para quem está namorando, eu recomendo muita masturbação, muito facetime e muito nudes. Eu tenho uma funcionária que fala comigo que está desesperada: ‘Cátia, já faz dois meses que só faço facetime, eu não aguento mais facetime’. Temos que trabalhar as fantasias, as brincadeiras, trabalhar a troca de mensagens, fazer planos para quando estiverem juntos, eu até brinquei com a funcionária: ‘ Quando acabar a quarentena, vou te dar uma semana de férias, pode ficar uma semana transando por minha conta, não precisa aparecer aqui neste escritório’. Mas eu realmente acho que temos que aprender a nos readaptar nesse momento que o mundo está passando.

____________________________________
Por Leonardo Almeida – Fala! UFBA

Tags mais acessadas