sábado, 25 maio, 24
HomeFamosos e TVEntenda o que é ser sapiossexual, sexualidade da Bela Gil

Entenda o que é ser sapiossexual, sexualidade da Bela Gil

Durante entrevista ao programa “Mil e uma tretas”, apresentado pelas atrizes Thaila Ayala e Julia Faria, Bela Gil falou sobre suas sexualidade e revelou ser sapiossexual. Além disso, a filha de Gilberto Gil também falou sobre seu casamento com o designer JP Demasi, com quem vive um relacionamento aberto.

Bela Gil -min
Bela Gil se declarou sapiossexual. | Foto: Montagem/ Instagram

“Minha autoestima e esse senso de beleza estão muito relacionados ao intelecto. Eu sou sapiossexual, eu me atraio por pessoas inteligentes, não necessariamente bonitas. Então eu não acho que eu tenho que ser hiper, ultra, megabonita. Então assim, para que eu vou botar silicone, entendeu? Deixa eu ler um livro, porque vai funcionar muito mais”, explicou durante a entrevista.

A declaração deixou muitas pessoas confusas por nunca terem ouvido falar da nomenclatura. A seguir, entenda o que é ser sapiossexual:

O que é sapiossexual?

A sapiossexualidade é um espectro da assexualidade, no qual a pessoa só sente atração por quem considera inteligente. Assim, o intelecto se torna uma característica decisiva e muito mais importante do que aparência para que um sapiosexual se sinta atraído sexual ou romanticamente por um parceiro.

O termo tem origem do latim “sapiens”, que significa “eu entendo”, “eu sei”. A nomenclatura foi criada em 1998 pelo engenheiro Darren Stalder, que usou a palavra para descrever sua própria sexualidade. Na época, ele declarou sua preferência pelos aspectos intelectuais dos indivíduos como uma condição para sentir atração.

A sapiossexualidade não tem a ver com a orientação sexual do indivíduo. Portanto, héteros, homossexuais, bissexuais e pansexuais podem ser sapiossexuais também.

Muito se discute também sobre a sapiossexualidade ser uma orientação sexual, uma vez que algumas pessoas consideram o termo como uma preferência sexual, que não se enquadra como única e não foge dos padrões da normatividade.

A seguir, veja na íntegra a entrevista de Bela Gil ao “Mil e uma tretas”:

_____________________________________________
Por Giovana Rodrigues – Redação Fala!

ARTIGOS RECOMENDADOS