Rio de Janeiro tem pelo menos 12 escolas privadas com aulas suspensas
Menu & Busca
Rio de Janeiro tem pelo menos 12 escolas privadas com aulas suspensas

Rio de Janeiro tem pelo menos 12 escolas privadas com aulas suspensas

Home > Notícias > Urbano > Rio de Janeiro tem pelo menos 12 escolas privadas com aulas suspensas

Doze escolas privadas da cidade do Rio de Janeiro têm suas aulas presenciais suspensas após casos de Covid-19

Rio de Janeiro Covid-19
Escolas no Rio de Janeiro têm aulas suspensas após casos de Covid-19. Foto: Adriano Machado/Agência Brasil.

Segundo denúncias recebidas pelo Sindicato dos Professores do Município do Rio de Janeiro e Região (Sinpro Rio), pelo menos doze escolas privadas da cidade têm casos de coronavírus confirmados. A informação foi divulgada na quinta-feira (15), no Dia do Professor.

As escolas com casos suspeitos ou confirmados de Covid-19 são Santo Inácio, Centro Educacional da Lagoa (Cel, unidade Barra), Escola Parque (Barra), Colégio QI, Corcovado, Teresiano, Suíço-Brasileiro, Escola Americana, Eleva, MOPI, Barilan e Santo Agostinho.

Segundo o Sinpro, algumas suspenderam totalmente as aulas, enquanto outras optaram apenas por suspender a atividade presencial da turma em que a suspeita foi registrada.

O Sindicato também recebeu denúncias de escolas ameaçando com demissão de professores e professoras do grupo de risco ou que moram com parentes do grupo de risco.

De acordo com o Sindicato das Escolas Particulares (Sinepe), 80% dos cerca de 2,4 mil colégios privados existentes no Rio já retomaram as atividades presenciais.

A partir desta segunda-feira (19), todo o Estado do Rio vai retomar as aulas presenciais. No entanto, 34 municípios não autorizaram a retomada das aulas, segundo um levantamento preliminar.

Desde o início da pandemia, o Rio de Janeiro registou mais de 230 mil casos de infecção e 16.871 mortes causadas pelo Covid-19. Conforme o infectologista da Fiocruz, Julio Croda, o estado fluminense não tem condições de combater a segunda onda da pandemia.

_______________________________________
Por Domitilla Mariotti – Redação Fala!

Tags mais acessadas