Polêmicas sobre o retorno do futebol no território brasileiro
Menu & Busca
Polêmicas sobre o retorno do futebol no território brasileiro

Polêmicas sobre o retorno do futebol no território brasileiro

Home > Notícias > Esporte > Polêmicas sobre o retorno do futebol no território brasileiro

O retorno do Campeonato Carioca está repleto de polêmicas, desde articulações políticas até desafetos futebolísticos. Tudo começou no encontro entre presidentes Jair Bolsonaro (República), Rodolfo Landim (Flamengo) e Alexandre Campello em um jantar em plena pandemia. Bolsonaro e Landim nunca esconderam o descontentamento com o isolamento social, o presidente do Flamengo tentava retornar aos treinamentos, porém, as autoridades do Rio de Janeiro eram contra.

Os Clubes cariocas estão liberados para treinar desde o dia 24 de maio, Flamengo e Vasco aderiram, enquanto Fluminense o Botafogo optaram por não retornar, uma vez que não havia data prevista para o retorno de nenhum campeonato e os jogadores não tinham sido sequer testados. Começou-se, então, uma discussão de que Flu e Bota estavam com a razão e Fla e Vasco estavam forçando uma barra desnecessária.

Foi feita uma reunião às pressas na Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro e, após três dias da reunião, o Campeonato já iria voltar ( e voltou) com Flamengo e Bangu, no Maracanã, ao lado de um dos Hospitais de Campanha, o jogo aconteceu sem público e terminou 3 x 0 para o Rubro-Negro.

Campeonato Carioca
O retorno polêmico do futebol brasileiro em meio à pandemia. | Foto: Unsplash.

O polêmico retorno do Campeonato Carioca

Quando tudo se encaminhava ao normal, e era esperado o jogo do Vasco contra o Macaé para domingo, às 16h, em São Januário, o Prefeito Marcelo Crivella decretou que o Campeonato Carioca estava suspenso até o dia 25 de junho, com isso, todos os jogos seriam remarcados e Fluminense e Botafogo teriam  tempo de treinamento. Contudo, a liminar é confusa, pois o jogo que ocorreria domingo, foi programado para quarta, dia 24.

Outra questão importante, nenhum outro Estado pretende voltar com seus campeonatos regionais antes de meados de julho, ou seja, toda essa pressa e confusão não são necessárias, pois o Campeonato Brasileiro não tem data prevista de retorno e, o que tudo indica, não voltará antes de agosto. Faltou diálogo e sobrou vontade.

____________________________
Por Leonardo Raiol Faria – Fala! Universidade Estácio Sá – RJ

Tags mais acessadas