sexta-feira, 23 fevereiro, 24
HomeSaúdePiercing no nariz: 7 dicas para limpar

Piercing no nariz: 7 dicas para limpar

O piercing no nariz é uma forma popular de expressão pessoal, adicionando um toque de estilo, individualidade e cultura. O uso do acessório é bem comum em nossa sociedade, mas, muitas vezes, ele não é cuidado da maneira adequada. 

Para além da estética, é fundamental que se tenha uma série de cuidados para manter a saúde. A limpeza adequada do piercing no nariz é essencial para prevenir infecções e garantir uma cicatrização eficaz. A falta de cuidados pode acarretar complicações sérias para a saúde. Por isso, é importante manter a higienização e estar atento a qualquer sinal de complicação, não hesitando em procurar ajuda médica para tratar o problema. 
Para entendermos melhor sobre como manter a limpeza do piercing, vamos abordar desde os cuidados necessários na colocação do piercing até dicas valiosas para manter a higiene. Confira tudo a seguir!

imagem ilustrativa de mulher com piercing no nariz
Confira 7 dicas para limpar o piercing no nariz e evitar complicações. | Foto: Freepik.

Quais os cuidados necessários para colocar um piercing no nariz e evitar infecções?

Antes mesmo de começarmos a explorar as práticas de limpeza, é crucial entender os cuidados iniciais necessários ao colocar um piercing no nariz. A escolha do profissional adequado, o ambiente limpo e os materiais de qualidade são fatores essenciais. Certifique-se de escolher um profissional experiente e qualificado para realizar o procedimento, minimizando assim os riscos de infecções.

O ambiente onde o piercing será feito deve seguir padrões rigorosos de higiene. Os instrumentos utilizados precisam ser esterilizados adequadamente para evitar a transmissão de bactérias nocivas. Além disso, é importante optar por joias de qualidade, como aço cirúrgico ou titânio, que são menos propensas a causar reações alérgicas.

Durante a cicatrização inicial, evite tocar no piercing com as mãos sujas e, sempre que possível, mantenha o ambiente ao redor limpo. Siga rigorosamente as instruções do profissional para evitar complicações, e não negligencie as visitas de acompanhamento.

Lembre-se que o cuidado em cada etapa da colocação do piercing é essencial para evitar complicações durante o processo! 

Qual a importância de limpar o piercing?

A limpeza adequada do piercing no nariz é um dos fatores mais cruciais para evitar infecções e promover uma cicatrização saudável. O piercing cria uma abertura na pele, tornando-a vulnerável a bactérias, sujeira e outros agentes infecciosos. Se não for devidamente higienizado, o piercing pode se tornar um terreno fértil para infecções, resultando em dor, inchaço e, em casos mais graves, complicações que podem exigir intervenção médica.

Além disso, a falta de limpeza pode comprometer o processo de cicatrização, prolongando o tempo necessário para que o piercing se cure completamente. A higiene adequada não apenas reduz o risco de infecções, mas também contribui para a estética, evitando a formação de crostas e minimizando a probabilidade de cicatrizes indesejadas.

Veja algumas das possíveis complicações provenientes da má higienização do acessório: 

Infecções locais e sistêmicas

A falta de limpeza do piercing cria um ambiente propício para o crescimento de bactérias e outros microrganismos. A entrada de germes na ferida aberta do piercing pode levar a infecções locais, causando sintomas como vermelhidão, inchaço, dor e secreção purulenta. Se não tratadas, essas infecções podem evoluir para complicações sistêmicas, afetando outras partes do corpo e exigindo intervenção médica urgente.

Formação de queloides

A cicatrização inadequada do piercing pode levar à formação de quelóides, que são crescimentos anormais de tecido cicatricial. Estes podem causar desconforto, coceira e, em casos extremos, comprometer a estética da região. A predisposição à formação de queloides pode variar de pessoa para pessoa, mas a limpeza apropriada pode ajudar a minimizar esse risco.

Rejeição do piercing

A falta de limpeza e cuidados adequados aumenta a probabilidade de o corpo rejeitar a joia do piercing. A rejeição ocorre quando o organismo identifica o metal como um corpo estranho e tenta expulsá-lo. Isso não apenas causa desconforto, mas também pode resultar em cicatrizes e danos à pele ao redor do piercing.

Complicações com a joia

O acúmulo de sujeira e resíduos ao redor da joia do piercing pode levar a complicações, como a formação de crostas difíceis de remover. A presença constante dessas crostas pode irritar a pele circundante, prolongando o processo de cicatrização e aumentando o risco de infecções.

Alergias e reações adversas

Materiais inadequados ou a falta de limpeza podem desencadear reações alérgicas, resultando em sintomas como coceira, erupção cutânea e inchaço. A escolha de joias hipoalergênicas e a limpeza regular são fundamentais para prevenir essas reações adversas.

Perda de estética e cicatrizes indesejadas

A falta de cuidados adequados pode comprometer a estética do piercing. A formação de cicatrizes indesejadas, seja devido a infecções ou à manipulação incorreta, pode afetar negativamente a aparência desejada do piercing.

Confira 7 dicas para limpar o piercing

Agora que entendemos a importância da limpeza, vamos explorar 7 dicas valiosas para manter o piercing no nariz higienizado. Confira: 

Use uma solução salina

Uma solução salina suave é um dos métodos mais eficazes para limpar um piercing no nariz. Pode ser adquirida em farmácias ou preparada em casa, dissolvendo uma colher de chá de sal em um copo de água morna. A solução salina ajuda a desinfetar a área sem irritar excessivamente a pele.

Evite produtos agressivos

Ao limpar o piercing, evite o uso de produtos agressivos, como álcool ou peróxido de hidrogênio, que podem ressecar a pele e retardar o processo de cicatrização. Opte por soluções suaves que respeitem o equilíbrio natural da pele.

Lave as mãos antes do contato

Antes de tocar no piercing para a limpeza, lave cuidadosamente as mãos com sabão antibacteriano. Isso evita a transferência de germes para a área já sensível.

Não remova as crostas com força

Durante o processo de cicatrização, é comum a formação de crostas ao redor do piercing. Evite a tentação de removê-las com força, pois isso pode danificar a pele e aumentar o risco de infecção. Deixe as crostas se soltarem naturalmente durante a limpeza.

Mantenha o ambiente limpo

Certifique-se de que o ambiente ao redor do piercing esteja sempre limpo. Evite o acúmulo de poeira e evite exposição desnecessária a produtos químicos agressivos, como sprays de cabelo e maquiagem.

Não gire a joia excessivamente

Enquanto a limpeza é essencial, evite girar a joia do piercing excessivamente, pois isso pode causar irritação. Limite os movimentos de rotação à limpeza regular.

Não use curativos adesivos

Evite o uso de curativos adesivos sobre o piercing, pois podem abafar a área, criando um ambiente propício para o crescimento de bactérias.

Quando é necessário procurar o médico?

Mesmo com cuidados rigorosos, podem surgir situações em que a intervenção médica é necessária. Por isso, caso passe por alguma complicação, de forma alguma deixe de procurar ajuda médica. 

imagem ilustrativa de mulher colocando piercing no nariz
Saiba quando é necessário procurar ajuda médica. | Foto: Freepik. 

Assim, é necessário saber reconhecer os sinais de complicações e buscar ajuda profissional quando necessário. Confira alguns dos sinais comuns de complicações que podem indicar a necessidade de ajuda médica: 

Infecção persistente

A infecção é uma das complicações mais comuns causadas pela colocação do piercing. Se o local apresentar sinais de infecção, como vermelhidão intensa, inchaço, secreção purulenta e dor constante, é essencial procurar um médico. 

Infecções não tratadas podem se espalhar e causar complicações mais sérias. Por mais inofensiva que possa parecer, uma pequena infecção pode causar graves complicações. 

Rejeição da joia

Em alguns casos, o corpo pode rejeitar a joia, resultando em um aumento do desconforto e irritação. Se notar movimentos anormais da joia ou se a pele ao redor estiver fina, consulte um profissional, pois pode ser que o seu corpo esteja rejeitando o piercing. 

Alergias ou reações adversas

Alergias também são complicações possíveis após a colocação de um piercing no nariz. Se desenvolver sintomas de alergia, como coceira intensa, erupção cutânea ou inchaço, é fundamental buscar orientação médica. Pode ser necessário substituir a joia por um material hipoalergênico.

Crescimento anormal do tecido

Algumas pessoas podem desenvolver quelóides, que são crescimentos anormais de tecido cicatricial, ao redor do piercing. Caso note esse tipo de crescimento, consulte um médico para avaliação e tratamento adequado.

Em qualquer situação de dúvida ou preocupação, é melhor buscar a orientação de um profissional de saúde para garantir uma abordagem adequada e evitar complicações futuras.

Manter um piercing no nariz limpo é essencial para garantir não apenas a estética desejada, mas também a saúde da região perfurada. Ao seguir cuidados adequados desde a colocação até a fase de cicatrização, e adotar práticas de limpeza consistentes, é possível desfrutar da beleza do piercing sem comprometer a saúde. 

Este guia abordou não apenas a importância da limpeza, mas também forneceu 7 dicas práticas para manter seu piercing no nariz impecável. Lembre-se sempre de estar atento aos sinais de complicações e procurar ajuda médica quando necessário, garantindo uma experiência positiva e segura com seu piercing no nariz.

E se enfrentar complicações após colocar o piercing no nariz, mesmo seguindo todas essas dicas de limpeza, procure um médico. A Otorrino Paulista, clínica especializada em otorrinolaringologista localizada em São Paulo, conta com um corpo docente de profissionais aptos a te ajudar! Não negligencie sua saúde e procure o médico em qualquer sinal de complicação!

ARTIGOS RECOMENDADOS