Opinião: Moro estava certo, Queiroz e Wassef confirmam com atitudes
Menu & Busca
Opinião: Moro estava certo, Queiroz e Wassef confirmam com atitudes

Opinião: Moro estava certo, Queiroz e Wassef confirmam com atitudes

Home > Notícias > Política > Opinião: Moro estava certo, Queiroz e Wassef confirmam com atitudes

Numa certa entrevista, Sergio Moro afirmou que o presidente Jair Bolsonaro nunca teve compromisso verdadeiro com o combate à corrupção… e nesta quinta, 18, pudemos ter 99,9% de certeza disso.

Prisão de Queiroz escancarou crise de Bolsonaro
Prisão de Queiroz escancarou crise de Bolsonaro. | Foto: Reprodução.

O ex-acessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, Fabrício Queiroz, foi preso numa casa de Atibaia, após a deflagração de uma operação encabeçada pelos Ministérios Público de São Paulo e Rio de Janeiro e pela Polícia Civil. Até aí, só o Queiroz teria culpa.

O que agrava a história é que a casa onde Queiroz estava pertencia a Frederick Wassef, criminalista e advogado particular de Flávio e Jair Bolsonaro. O ex-assessor do senador estava residindo na casa, sem sair por um instante, há cerca de 1 ano. Em entrevista em 2019, Wassef afirmou que não sabia onde estava o paradeiro de Queiroz e que não era seu advogado.

quem é Frederick Wassef
Frederick Wassef, advogado de Flávio Bolsonaro e do presidente Jair Bolsonaro. | Foto: Reprodução.

Ué? A pergunta que não quer calar é: por que esconder Queiroz? O que de tão grave aconteceu para que ele fosse escondido, como um fugitivo de um homicida, na casa do advogado de seu ex-patrão?

Flávio Bolsonaro e Fabrício Queiroz
Flávio Bolsonaro e Fabrício Queiroz. | Foto: Reprodução.

Por que Moro estava certo?

A famosa rachadinha, tão negada pela família Bolsonaro, cada vez mais está próxima de ser provada apenas com as atitudes de Flávio e de seus interligados e só é mais uma prova de que a afirmação do ex-ministro da Justiça estava absolutamente correta.

Anteriormente, Flávio Bolsonaro queria suspender o inquérito, em todas as instâncias judiciais, mas sem sucesso. Se ele é inocente, por que tentou suspender? Estranho, não?

Jair Bolsonaro querer “blindar” sua família de toda forma também é outra atitude que acarreta num acobertamento de alguma prática irregular do presidente e/ou de sua família.

Quem deve não teme, mas como estão temendo, então, a dívida desses temedores provavelmente é altíssima. Cabe à justiça verdadeiramente ímpar investigar e punir os responsáveis, e reconhecer que Sergio Moro, ao avistar um governo sem compromisso com o combate à corrupção e práticas corruptas, estava certíssimo.

______________________________
Por Álvaro José – Fala! UFPE

Tags mais acessadas