Opinião: BBB e a visibilidade de assuntos polêmicos no reality
Menu & Busca

Opinião: BBB e a visibilidade de assuntos polêmicos no reality

Home > Entretenimento > Opinião: BBB e a visibilidade de assuntos polêmicos no reality

Por que o BBB virou uma vitrine para a discussão de temas importantes da sociedade?

Cancelar as pessoas virou moda. Costume. A tendência do século 21. O lendário reality show, Big Brother Brasil (BBB), escancara essa realidade virtual, por assim dizer. Desmascarando famosos e anônimos, a pauta de cancelamento social se mantém em voga durante as primeiras semanas da edição 21. Decepcionando muitos admiradores e fãs, alguns artistas afundaram suas carreiras, pelo menos durante o tempo em que as pessoas se lembrarão dos ocorridos dentro do reality

bbb21
Elenco do BBB21. | Foto: Reprodução.

BBB e polêmicas

Nesta 21ª edição, as pessoas estão imersas na cultura do cancelamento social, então, nada como um programa de televisão brasileira com 20 participantes para aflorar as opiniões alheias sobre a vida de terceiros. Expostas 24 horas, demonstrando opiniões e posicionamentos bem diferentes do que muitos seguidores veem pelos stories do Instagram. Apesar da exposição costumeira que muitos dos famosos dessa edição estão habituados, viver sendo vigiado por tempo integral não é fácil de aguentar, tanto que alguns estão perdendo o controle em muitas decisões equivocadas.

Dependendo de como as mensagens são transmitidas, como os posicionamentos dos participantes, cada um pode entender de uma maneira diferente. Como ocorre na vida real, entre um bate-papo com um grupo de amigos, ocasionalmente rolam desentendimentos devido à propagação de falas, que diferem dependendo do entendimento de cada pessoa.

Pois bem, torna-se impossível que isso não ocorra através das mídias e meios de comunicação, já que sempre haverá um ruído de comunicação. À medida que as mensagens tomam novos significados, elas se desdobram em novas ações. Devido a isso, Martin Jesus Barbero indica uma possível solução para tal problema: uma reelaboração dos discursos propagados pelas mídias.

A televisão brasileira, e da América Latina, assume a posição de centralidade na rotina das pessoas, repercutindo a ideia de que o brasileiro planeja sua rotina envolto ao contexto televisivo. O abandono do midiacentrismo construído no imaginário nacional seria possível através de uma mudança diante dos discursos midiáticos. Com o intuito de diminuir os tantos problemas após os recebimentos de informações e/ou falas. Sem que dependa inteiramente do recebimento e entendimento do telespectador. 

bbb
Programa Big Brother Brasil. | Foto: Reprodução.

Apesar disso, o tempo produtivo, que equivale ao período de entretenimento e lazer, é paralelo ao que a televisão demonstra através das novelas e séries. Um tempo mensurável e calculado, e como as novelas tendem a mostrar um lado mais real do que os filmes, elas trazem esse conceito e repercutem na rotina das pessoas, mesmo que indiretamente, reforçando um estilo de vida. Muitas pessoas planejam seus compromissos ao redor das programações da televisão. No momento, nossa rotina se constrói em volta do Big Brother Brasil.

Com a audiência alta, o reality show possui uma enorme influência sobre as formações de opiniões, nem sempre boa e nem má, mas torna-se curioso em como eles conseguem manter telespectadores cativos mesmo após diversas edições anteriores. Existe a possibilidade de terem aproveitado as oportunidades de unir a audiência de vinte anos de programa com os personagens mais midiáticos na atualidade, juntos. O BBB virou uma vitrine para exibir e discutir os assuntos mais polêmicos da sociedade.

_________________________________
Por Hellen Sacramento – Fala! UFRJ

Tags mais acessadas