O Mapa da Literatura Brasileira
Menu & Busca
O Mapa da Literatura Brasileira

O Mapa da Literatura Brasileira

Home > Entretenimento > Cultura > O Mapa da Literatura Brasileira

É certo que há uma certa linearidade no estudo da literatura brasileira. Primeiro, os alunos são ensinados sobre Quinhentismo e daí é seguido por Barroco, Arcadismo, Romantismo e suas fases, Realismo/Naturalismo, Parnasianismo, Simbolismo, pré-Modernismo, Modernismo e suas fases; até chegar na fase contemporânea…

literatura brasileira
Alguns dos principais integrantes da literatura brasileira. | Foto: Reprodução.

As características desses períodos são amplamente estudadas há tempos e dão uma concepção muito bem fundamentada do que se passava na história do país, da nação e do reino em seus momentos.

Portanto, a literatura, de maneira geral, serve como forte documento para a a consolidação de uma historização. Ela contribui para a construção de descrições ricas sobre os cotidianos, as hipérboles, as nuanças e os esteriótipos dos tempos. 

bússola
A literatura serve como documento para consolidar a historização. | Foto: Reprodução.

Gilberto Freyre, por exemplo, que buscava construir a ideia da identidade nacional, retratou o cotidiano do povo. Tanto no livro Casa Grande e Senzala como em Sobrados e Mucambos, o objeto dele foi criar um relato do dia a dia de todas as classes da sociedade e, assim, buscar entender como isso forma o “ser brasileiro”. Até aqui, a ideia da passagem do tempo é primordial para o entendimento dessa literatura. 

Contudo, o objetivo deste ensaio não é refletir sobre isso. Ainda reconhecendo a importância do tempo, quero ressaltar a supremacia do lugar. Segundo o estudioso David Harvey, o processo de globalização ocasionou uma “compressão do espaço pelo tempo”, ou seja, os espaços se encurtaram e o tempo passou a ser relativo. Essas transformações, segundo ele, aconteceram por causa do advento das novas tecnologias, como essa que uso agora e que você usa para ler. 

Globalização
A globalização ocasionou uma “compressão do espaço pelo tempo”, segundo Harvey. | Foto: Reprodução.

Alguns teóricos do processo globalizatório — como Thomas Friedman e Theodore Levitt — gostam da ideia de que os espaços deixam de figurar como importantes e que as fronteiras, aos poucos, cairão. Já outros conhecedores do assunto, defendem exatamente o oposto: é no espaço que o tempo é vivo. Ou melhor, por mais que haja vantagens com o advento dos novos tempos, as desigualdades são maiores do que nunca e são experienciadas nos espaços.

A localidade de um escritor, assim como o tempo, influencia diretamente na sua escrita. | Foto: Reprodução.

O lugar, tal como o tempo, é pilar. Junto ao relógio, tem-se a parede na qual ele é pendurado. Esta é a relação primordial da literatura: escritores, em seus tempos, em seus regionalismos. Para reforçar de vez como o meio no qual os escritores são influenciados e influenciam os locais, é preciso visualizar. 

Salvador Dalí
A Persistência da Memória, Salvador Dalí. | Foto: Reprodução.

Criei um mapa que não só faz jus às considerações colocadas acima como também busca ser didático e tenta agregar ao conhecimento literário de todos. O objetivo é mostrar autores importantes de cada estado brasileiro e um breve histórico, tanto de vida como de obra. Muitos nomes conhecidos aparecem, mas com novidades biográficas; outros, porém, talvez nunca tenham ouvido falar e são de um primor enorme nos textos.

A ideia é esta, enfim, fornecer e fomentar mais literatura. É disso que precisamos mais e mais a cada dia: de arte. Tenham bom proveito.

__________________________________________
Por Gustavo Magalhães – Fala! PUC – RIO

Tags mais acessadas