New York Knicks e Boston Celtics: surpresas positivas e negativas da NBA
Menu & Busca
New York Knicks e Boston Celtics: surpresas positivas e negativas da NBA

New York Knicks e Boston Celtics: surpresas positivas e negativas da NBA

Home > Notícias > Esporte > New York Knicks e Boston Celtics: surpresas positivas e negativas da NBA

Enquanto o time de Nova Iorque faz uma temporada acima do que era esperado, a equipe de Boston é a grande decepção da NBA

nba
Rivalidade histórica entre Knicks e Celtics. | Foto: Jim Rogash.

Antes do início da temporada 2020–2021 da NBA, mais uma vez ninguém colocava o New York Knicks como um dos favoritos para conseguir uma vaga para os playoffs, visto que isso não acontece desde 2013, quando a equipe comandada por Carmelo Anthony conseguiu chegar até a semifinal de conferência, onde acabou eliminado pelo Indiana Pacers, de Paul George.

Ao contrário do Knicks, todo mundo esperava mais uma temporada muito boa comandado por Jayson Tatum, Jaylen Brown e Kemba Walker, mas o time ainda não encaixou e faz uma temporada muito abaixo do esperado, podendo ficar de fora dos playoffs pela primeira vez desde 2014, de lá pra cá, são 3 finais de conferência.

Agora vamos falar um pouco sobre a temporada de cada uma das equipes, que podem se enfrentar, talvez, em uma primeira rodada de playoffs, se cada um manter sua campanha.

NBA

New York Knicks (18 vitórias e 17 derrotas)

RJ Barrett e Julius Randle, os pilares do Knicks. | Foto: Reprodução.

A temporada do Knicks até aqui é bem regular, com uma campanha de 18 vitórias e 17 derrotas, a equipe pode acabar com uma sequência muito grande de temporadas consecutivas de campanha negativa, a última vez que o time de Nova Iorque acabou positivo na temporada foi em 2013–2014. Comandado pelo técnico Tim Thibodeau, o time, que já foi campeão da NBA duas vezes na década de 70, achou um estilo de jogo mais defensivo que vem dando resultado.

Com Julius Randle sendo o grande destaque, com 23 pontos por jogo, além de 11 rebotes por partida, a equipe ocupa a quarta posição na conferência leste, garantindo o mando de quadra nos playoffs até então. Outro jogador de muito destaque é o segundo anista RJ Barrett, de apenas 20 anos, que foi draftado pelo Knicks. O canadense tem média de 16 pontos e 6 rebotes por jogo, ajudando o time a conseguir 7 vitórias nos últimos 9 jogos.

nba 2021
Derrick Rose voltou ao New York Knicks. | Foto: Jasen Vinlove.

Mas o time também precisa de experiência, e com a temporada já rolando, Derrick Rose foi trocado por Dennis Smith Jr e retornou ao New York Knicks, onde havia disputado a temporada 2016–2017. O armador de 32 anos já havia sido treinado por Thibodeau, no Chicago Bulls em 2012, quando foi eleito MVP da temporada, e também no Minnesota Timberwolves, onde conseguiu seu career high, 50 pontos contra o Utah Jazz em 2018.

Boston Celtics (17 vitórias e 17 derrotas)

basquete
Jaylen Brown e Jayson Tatum, os maiores pontuadores do Celtics. | Foto: Michael Dwyer.

Ao contrário da equipe de Nova Iorque, o Boston Celtics era, sim, um grande favorito para conseguir a liderança na conferência leste, mas, ao que parece, a engrenagem não encaixou e o time está decepcionando muito nesta primeira metade de temporada. Com um aproveitamento de apenas 50% durante 34 jogos, o time comandado por Brad Stevens (por enquanto) não encantou.

Liderados pelos jovens Jayson Tatum e Jaylen Brown, ambos com 25 pontos por jogo, o time celta amarga 8 derrotas nos últimos 13 jogos. Brad Stevens, que era considerado um dos melhores treinadores da liga, não consegue fazer a equipe demonstrar seu máximo. Na partida de ontem, contra o Washington Wizards, a vitória veio após um minuto final espetacular do camisa 0, que anotou 6 pontos para virar o jogo e terminou a partida com 31 pontos.

nba jogos
Marcus Smart é um pilar defensivo para os Celtics. | Foto: Reprodução.

Um dos melhores defensores da liga, Marcus Smart é um dos poucos pontos positivos do Boston Celtics na temporada, com pouco mais de 13 pontos por jogo, somados à mais de 6 assistências por partida, o camisa 36 não tem muitos holofotes, mas é um jogador importante e silencioso, principalmente na parte defensiva.

No único confronto entre Knicks e Celtics na temporada, a equipe nova iorquina se deu melhor, e foi de lavada, 105 x 75 com direito a outro show da dupla Randle (20 pontos, 12 rebotes e 4 assistências) e Barrett (19 pontos, 11 rebotes e 3 assistências). Lembrando que os dois podem se encontrar nos playoffs, é bom pensar nesse confronto para tirar um aprendizado.

Mas e na opinião de vocês, quem termina a temporada com uma campanha melhor, o Knicks, de Randle e Thibodeau, ou o Celtics, de Jayson Tatum e Brad Stevens?

__________________________________
Por Leonardo Pignatari – Fala! Esporte em Pauta

Tags mais acessadas