Netflix: entenda como a plataforma mede o sucesso de uma produção
Menu & Busca
Netflix: entenda como a plataforma mede o sucesso de uma produção

Netflix: entenda como a plataforma mede o sucesso de uma produção

Home > Entretenimento > Cinema e Séries > Netflix: entenda como a plataforma mede o sucesso de uma produção

A última metade de 2019 marcou um ponto de virada na história da Netflix. O líder de mercado teve que enfrentar duas novas plataformas pela primeira vez, incluindo o impressionante Disney +. Para tranquilizar os investidores, a Netflix está repensando seu método de contagem de visualizações e revelando um indicador que mostra a “decisão de assistir” a um programa.

Ele faz a contagem de internautas que assistiram a mais de dois minutos de um determinado programa. A empresa justifica essa decisão pela diversidade de seus formatos:

Temos produções com durações muito diferentes, de 15 a 132 minutos, e achamos que declarar que uma família assistiu 70% de um episódio ou filme, não faz mais sentido.

Para analistas externos, os indicadores desse tipo sempre têm seus pontos fortes mas também suas limitações. Limites que serão particularmente palpáveis ​​se esses indicadores forem apresentados isoladamente. Uma coisa é certa, esse novo método de contagem não deixa de ser interessante para a Netflix: permite obter valores 35% maiores que o antigo. Por exemplo, 45 milhões de usuários optaram por assistir ao Our Planet, em comparação com 33 milhões no antigo sistema de contagem.

O sucesso faraônico de The Witcher

Não era nenhuma novidade que The Witcher se destacaria na plataforma de streaming da Netflix. A série protagonizada por Henry Cavill já conta com 76 milhões de espectadores, de acordo com o novo método de contagem da Netflix, que também elogia a popularidade da série no Google, comparando sua pontuação com outras produções da Amazon Prime, Apple TV + e Disney +.

Desta maneira, é possível ver que, na pesquisa da Google em dezembro, o termo The Witcher registra números muito mais altos que The Mandalorian no mesmo período. Mas embora a empresa veja isso como uma prova de sua posição dominante no universo do streaming, os resultados também podem ser explicados pelo atraso no lançamento do Disney +. Atualmente, o spin-off de Star Wars não está disponível internacionalmente, ao contrário de The Witcher.

________________
Por: Nayara Salaverry – Redação Fala!

0 Comentários

Tags mais acessadas