Lover: o novo álbum de Taylor Swift é totalmente diferente de “Reputation”.
Menu & Busca
Lover: o novo álbum de Taylor Swift é totalmente diferente de “Reputation”.

Lover: o novo álbum de Taylor Swift é totalmente diferente de “Reputation”.

Home > Lifestyle > Lover: o novo álbum de Taylor Swift é totalmente diferente de “Reputation”.

A volta inesperada de Taylor Swift menos de 2 anos depois do polêmico último álbum Reputation, foi com o colorido e romântico videoclipe de Me!, a 16º música do álbum Lover.

Dois meses depois do sucesso de “Me!” Taylor anunciou o novo álbum com 18 novas músicas e com uma pegada totalmente diferente do anterior, além de uma capa rosa misturada a cores claras e suaves. “Lover” tinha tudo para ser o oposto de “Reputation”.

            A abertura do CD com I Forgot That You Existed representa claramente um adeus à era Reputation e todo rancor relacionado à ela e suas músicas, nas quais a maioria reforçava a destruição de sua reputação por figuras como Kanye West, envolvido em uma briga com a cantora desde o VMA de 2009. No último álbum, Swift reforçou a ideia de que a antiga Taylor estava morta, como ela mesma fala em Look What You Made Me Do.

Porém, em “Lover”, a romântica Taylor dos últimos cinco álbuns volta à tona, principalmente com a sútil volta do country misturado com o pop em algumas músicas. Em “I Forgot That You Existed” Taylor torna claro ter deixado de lado e esquecido completamente aquela pessoa que a magoou, que muitos acreditam ter sido o cantor Kanye, mas pode se referir a outras situações polêmicas que a cantora já viveu.

            A partir da segunda música “Cruel Summer” e por grande parte de “Lover”, ela volta a ser a Taylor que já gostamos e estamos acostumados: cantando principalmente sobre o amor. Envolvida em um relacionamento há 3 anos com Joe Alwyn, ela conta no seu diário contido nas edições especiais do CD vendidas pela Target muitas intimidades e também, a sua felicidade no relacionamento com o ator.

Felicidade que é refletida em músicas românticas como: “Paper Rings”, “London Boy”, “I think he knows” e a título do álbum “Lover”. O CD vai de hits dançantes como “ME!”, “You need to calm down” e “The Man”, os três singles, a músicas bem mais lentas, como a triste “Soon you’ll get better”, “Cornelia Street”, “False God”, “It’s Nice To Have a Friend” e entre outras.

Em “The Man”, seu próximo single, Swift faz uma dura critica ao patriarcado, dizendo que teria mais prestígio se fosse um homem. Sendo assim, ela faz referência ao preconceito na indústria musical e também às críticas a sua vida pessoal, como no trecho

Eles diriam que eu havia pegado todas antes de achar alguém para me comprometer. E estaria tudo bem em eu fazer isso.

Taylor sofreu muito machismo por ter namorado várias vezes em curtos períodos de tempo e até de ter escrito explicitamente sobre seus relacionamentos nas suas músicas. Na música, ela deixa claro que “chegaria muito mais rápido se fosse um homem” e está cansada de correr tanto e ser sempre criticada. Além de “I Forgot You Existed” é uma das poucas que foge do tema amor.

Muitas músicas remetem principalmente a “1989”, primeiro álbum totalmente pop da cantora depois de ter dedicado grande parte de sua carreira ao Country. Porém, o CD não deixa de ter detalhes característicos dos memoráveis “Red” e “Ferless”, por exemplo, até na principal “Lover”. A música título demonstra que merece o destaque. “Lover” é amorosa ao mesmo tempo que cativante.

A música single representa totalmente essa nova fase tranquila e positiva de Taylor Swift, na qual ela busca se afastar de todas as polêmicas que a persiguiram por tanto tempo. Em “Lover” ela demonstra seu lado totalmente apaixonado e feliz, dessa vez Swift não parece estar de coração partido ou com raiva após um término.

Taylor demonstra-se muito mais do que as polêmicas, críticas e preconceito ao redor dela. “Lover” termina com a lenta “Daylight”, música tranquila que fala sobre ela ter encontrado a “luz do dia” através do amor. O novo álbum lançou dia 23 de agosto e já está disponível em todos as plataformas digitais.

________________
Julia Palmieri – Fala!Cásper

0 Comentários

Tags mais acessadas