Jogadora Vitória Calhau sofre machismo do Mascote do Atlético Mineiro
Menu & Busca
Jogadora Vitória Calhau sofre machismo do Mascote do Atlético Mineiro

Jogadora Vitória Calhau sofre machismo do Mascote do Atlético Mineiro

Home > Notícias > Jogadora Vitória Calhau sofre machismo do Mascote do Atlético Mineiro

A zagueira Vitória Calhau sofreu machismo por parte do mascote do Atlético-MG durante o evento de apresentação de Diego Tardelli como reforço da categoria masculina do time. A atitude do mascote foi muito criticada pela imprensa e pelos internautas, além da namorada da atleta, Lorrayne Macedo, meia-atacante do Flamengo/Marinha, que demonstrou total repúdio à situação por meio de suas redes sociais.

A reação dele esfregando as mãos e passando a mão na boca me dá nojo. Já me incomodaria sendo uma pessoa que não conheço, mas me incomoda mais ainda sendo minha namorada. São atletas profissionais, estão ali pela profissão. Serem reconhecidas como jogadoras, não por corpo ou beleza!

Declarou a jogadora.

Antes do jogo entre Atlético-MG e Caldense, Tardelli foi exibido para a torcida numa apresentação que contou com atletas do time feminino.Ao chegar em Calhau, o mascote do clube pediu que ela girasse o corpo, depois, passou a mão na boa como experimentando algo “apetitoso” e a aplaudiu. 

A repercussão negativa sobre a postura do mascote levou o clube a emitir uma nota de repúdio ao ato e a comunicar o afastamento do funcionário, juntamente com um pedido de desculpas à zagueira e às atletas de todo o time feminino. 

Sobre o episódio ocorrido na tarde de ontem, envolvendo a atleta Vitória Calhau, o Atlético lamenta e repudia o comportamento do funcionário, que foi sumariamente afastado. Pedimos desculpas à atleta, às demais jogadoras e a todas as torcedoras e torcedores pelo lamentável ato.

Informou o clube.
Tags mais acessadas