GP da Itália de 2009: A última vitória brasileira na Fórmula 1
Menu & Busca
GP da Itália de 2009: A última vitória brasileira na Fórmula 1

GP da Itália de 2009: A última vitória brasileira na Fórmula 1

Home > Notícias > Esporte > GP da Itália de 2009: A última vitória brasileira na Fórmula 1

Correndo pela Brawn GP, Rubens Barrichello foi o vencedor da prova de Fórmula 1 em Monza

Rubens Barrichello, vencedor do GP da Itália de 2009.
Rubens Barrichello, vencedor do GP da Itália de 2009. | Foto: Start Sports.

13 de setembro de 2009. Foi nessa data que o Brasil venceu sua última corrida na Fórmula 1. Rubens Barrichello, correndo pela estreante Brawn GP, fez uma prova perfeita e foi o primeiro a cruzar a linha de chegada. Quase 12 anos depois, essa segue sendo a vitória de um piloto brasileiro mais recente na categoria, devendo permanecer assim por pelo menos mais alguns anos.

Rubens Barrichello e o último pódio do Brasil na Fórmula 1

Contexto da temporada e Grid inicial

Substituindo a Honda, Ross Brawn colocou na Fórmula 1 uma nova equipe, denominada Brawn GP. Tendo Jenson Button e Rubens Barrichello como seus pilotos, a nova equipe tomou a categoria de assalto, e empurrada por um motor Mercedes, já surgiu andando nas cabeças, algo que não é nada comum para um novo time na Fórmula 1.

O Grande Prêmio da Itália marcava a 13ª corrida da temporada, e naquele momento, Jenson Button liderava o campeonato, após ter vencido sete provas. Rubinho chegava com moral para esta prova, após ter vencido o GP da Europa e ocupar a segunda posição na tabela de pilotos.

Na classificação em Monza, Lewis Hamilton e sua McLaren cravaram a pole position, com uma volta dois décimos mais rápida que o segundo colocado. Logo atrás, a grande surpresa da sessão, o alemão da Force India, Adrian Sutil; em terceiro ficou Kimi Raikkonen da Ferrari; em quarto, Heikki Kovalainen da Mclaren; em quinto, Rubens Barrichello da Brawn e em sexto, Jenson Button, também da Brawn GP. Fechando o Top 10, Vittoriano Liuzzi foi o sétimo; Fernando Alonso o oitavo; Sebastian Vettel o nono e Mark Webber o décimo colocado

A corrida em Monza e a vitória de Rubens Barrichello 

Era uma tarde ensolarada na bela Monza, quando as luzes se apagaram e os pilotos começaram a correr no Grande Prêmio da Itália de 2009. Lewis Hamilton largou muito bem e conseguiu manter a primeira posição. Kimi Raikkonen, que havia largado em terceiro, ultrapassou Adrian Sutil na Curva 1 e assumiu a vice-colocação. Rubinho, que havia saído em quinto, já era o quarto. Mark Webber foi tocado pelo polonês Robert Kubica na primeira volta e acabou batendo, abandonando a prova logo no início. Por conta de danos severos, o polonês também se retirou da corrida.

Levando a melhor nas paradas dos boxes, os dois carros da Brawn levaram vantagem sobre Adrian Sutil, Kimi Raikkonen e Lewis Hamilton, e os ultrapassaram. Com isso, Rubens Barrichello assumiu a ponta da corrida, com seu companheiro de equipe e concorrente direto, Jenson Button, logo atrás.

Barrichello conduzindo a sua Brawn GP em Monza.
Barrichello conduzindo a sua Brawn GP em Monza. | Foto: MaxF1.

No decorrer da prova, nenhum acidente mais grave aconteceu. Porém, alguns toques, como o que envolveu Jarno Trulli da Toyota e Kazuki Nakajima da Williams na Curva 1, e alguns erros de pilotos que os tiraram da pista, como o de Sebastian Vettel e do próprio Jarno Trulli, deram uma apimentada a mais no Grande Prêmio da Itália.

Os pilotos abriram a última volta, com Barrichello na liderança, Button em segundo e Hamilton em terceiro. Até que o jovem campeão da McLaren rodou completamente sozinho e se chocou contra o muro, tendo seu carro muito danificado e sendo obrigado a abandonar a corrida na última volta, estando em posição de pódio.

Trazendo sua Brawn “na ponta dos dedos”, Rubens Barrichello foi o primeiro a ver a bandeira quadriculada e venceu o Grande Prêmio da Itália de 2009. Jenson Button terminou na segunda posição e Kimi Raikkonen, se aproveitando do erro de Hamilton, terminou na terceira colocação, conquistando mais um pódio em sua carreira.

Pódio do GP de Monza, na Itália, em 2009. Fórmula 1.
Pódio do GP de Monza, na Itália, em 2009. | Foto: Motorsport.com.

A conquista de Rubinho em Monza marcou a vitória de número 101 do Brasil na Fórmula 1. Motivo de muita celebração. Porém, o que os brasileiros apaixonados por velocidade não esperavam ou imaginavam, é que aquela corrida seria a última vez que ouviriam o hino brasileiro na categoria em mais de uma década.

De 2009 para 2021. Quase 12 anos se passaram desde a última vitória brasileira na categoria e ainda não é possível prever quando teremos um representante do Brasil na Fórmula 1, embora haja uma geração muito talentosa espalhada pelas categorias de acesso à F1.

Enquanto o Brasil espera por um novo piloto para chamar de seu na principal categoria do automobilismo mundial, as lembranças de um passado muito vencedor serão contínua e eternamente lembradas, juntamente com aquele Grande Prêmio da Itália de 2009… “Rubens Barrichello, é do Brasil!”.

*Nós, do projeto Esporte em Pauta, estamos realizando uma parceria com o Fala! Universidades. Se quiser ter acesso a mais conteúdos sobre os mais variados esportes, procure nossa página no Instagram (@esporte_em_pauta) e no Twitter (@EsportePauta).

__________________________________________________________

Por Filipe Saochuk – Fala! PUC-SP

Tags mais acessadas