segunda-feira, 26 fevereiro, 24
HomeEsporteFutebol: A hora de exaltar Danilo do Palmeiras

Futebol: A hora de exaltar Danilo do Palmeiras

Com apenas 20 anos, o talentoso volante Danilo já mostra talento e muita personalidade em grandes partidas

danilo
O jovem Danilo atuando pelo Palmeiras. | Foto: Cesar Greco/Palmeiras.

Na última terça-feira (17), Palmeiras e São Paulo se enfrentaram em partida válida pelas quartas de final da Libertadores. Após um empate por 1×1 na ida, no Morumbi, o Verdão mostrou toda a sua força dentro de casa e venceu por 3×0, garantindo a sua vaga na próxima fase da competição. Os gols saíram dos pés de Raphael Veiga, Dudu e Patrick de Paula, porém foi outro jovem que chamou atenção. Com apenas 20 anos de idade, Danilo teve uma atuação de gala, dando assistência para o 2º gol e desarmando muito bem na defesa.

Início da carreira de Danilo

Nascido em Salvador, Danilo começou sua carreira jogando nas categorias de base do Bahia ainda criança. Lá, ele permaneceu de 2008 até 2015, até ser dispensado pelo clube baiano. Depois, o jovem, através de um programa social, foi atuar pelo pequeno Cajazeiras, onde estreou profissionalmente em 2018. Após o vice-campeonato da 2ª divisão do Campeonato Baiano, Danilo atraiu olhares do Palmeiras, que contratou o atleta.

No início, ele foi integrado ao time sub-17, venceu o Paulistão da categoria ainda em 2018. No ano seguinte, o baiano subiu para o sub-20, disputando Paulistão, Campeonato Brasileiro, Supercopa do Brasil e Copa RS. Já como titular, Danilo foi campeão estadual e chegou à final do Brasileirão, sendo derrotado pelo Flamengo.

palmeiras
Danilo festejando o título do Paulistão sub-20 de 2019, sobre o Red Bull Bragantino. | Foto: Reprodução/Nosso Palestra.

Subida ao profissional e títulos

Em 2020, Danilo assinou um contrato de cinco anos com o Palmeiras e subiu para o profissional em setembro, após a parada do futebol por conta da pandemia da Covid-19. Sua estreia aconteceu na oitava rodada do Paulistão, e uma vitória por 2×1 contra o Red Bull Bragantino. Ele marcou pela primeira vez alguns meses depois, na goleada por 5×0 em cima do Delfín, do Equador, pela fase de grupo da Libertadores.

Com o andamento da temporada, Danilo foi assumindo a titularidade definitiva do meio-campo palmeirense, barrando nomes de peso como o volante Felipe Melo. No 1º jogo da semifinal da Libertadores, por exemplo, ele deu a assistência para o segundo gol do Palmeiras naquela vitória histórica sobre o River Plate por 3×0 em plena Argentina. O baiano também foi essencial para a conquista da Copa do Brasil, sendo titular contra o Ceará nas quartas de final e contra o América-MG na semi. Além disso, sua atuação na final da Libertadores contra o Santos foi incrível, com direito a quatro desarmes e sete duelos vencidos pelo chão.

Libertadores
O baiano Danilo beijando a taça da Libertadores da América, conquistada pelo Palmeiras. | Foto: Divulgação/Conmebol.

Características e atual temporada

Danilo, dentre muitas características, se destaca pelo grande poder de marcação, qualidade no passe e visão de jogo. Sua cobertura defensiva é quase perfeita, sempre se posicionando no melhor local possível do campo para retomar a posse e dar início a um novo ataque para o time do Palmeiras. A verticalidade do seu jogo o destaca em relação aos outros atletas, já que Danilo sempre busca atacar e entregar as melhores chances de gol aos seus companheiros. De fato, um meio-campista moderno e de altíssimo nível.

Na atual temporada, já são três gols e três assistências anotadas pelo jovem, que vem sendo um dos maiores destaques do time comandado pelo português Abel Ferreira. É apenas questão de tempo para Danilo migrar para o futebol ou até mesmo receber uma chance na Seleção Brasileira, pensando no futuro, como um potencial atleta que tem tudo para ser um dos principais meio-campistas do país nos próximos anos.


*Nós, do projeto Esporte em Pauta, estamos realizando uma parceria com o Fala!; se quiser ter acesso a mais conteúdos sobre os mais variados esportes, procure nossa página no Instagram (@esporte_em_pauta) e no Twitter (@EsportePauta).

_______________________
Por Victor Fardin – Fala! PUC-SP

ARTIGOS RECOMENDADOS