segunda-feira, 17 junho, 24
HomeViagens5 formas de fazer intercâmbio de graça

5 formas de fazer intercâmbio de graça

Se você assistiu a terceira temporada de Emily in Paris e ficou com uma vontade imensa de viajar, calma! Você não é o único. Afinal de contas, quem nunca sonhou em estudar ou trabalhar fora, hein? Não tem quem dispense um bom intercâmbio de graça.

Saiba que você não precisará trabalhar em uma empresa de marketing que comprou uma empresa francesa para que isso aconteça. A seguir, veja as principais formas de fazer intercâmbio de graça:

intercâmbio de graça, intercâmbio no ensino médio, intercâmbios gratuitos, como fazer intercâmbio de graça, estudar fora de graça
Aprenda como fazer intercâmbio de graça. | Foto: Reprodução/Montagem.

Intercâmbio de graça no Ensino Médio

Há diversas formas de fazer o ensino médio fora do país, a principal delas é por meio de ONGs. Por exemplo, os Jovens Embaixadores é um programa que leva adolescentes entre 15 e 18 anos para os Estados Unidos durante três semanas. Para participar, você precisará estar matriculado em uma escola pública, ter baixa renda social, bom desempenho escolar e ser engajado em trabalhos voluntários e sociais. Além disso, é preciso nunca ter ido para os Estados Unidos e ter pouca ou nenhuma experiência fora do país.

Por meio do United World Colleges (UWC) também é possível fazer intercâmbio de forma gratuita. São diversos colégios espalhados ao redor do mundo e para participar é preciso estar no primeiro ou segundo ano do ensino médio e ter entre 15 a 28 anos.

A AFS Intercultura é outro lugar que oferece bolsas para jovens e adolescentes que não possuem condições financeiras para arcar a viagem sozinhos.

Outros lugares que você pode dar uma olhada são: Yale Young Global Scholars, que é um programa de férias de verão para estudantes do Ensino Médio terem aulas no campus da Universidade de Yale; ESO Astronomy Camp, no qual os estudantes realizam atividades relacionadas a astronomia durante 1 semana; e Escola de Verão do Instituto Weizmann, que é um programa anual para estudantes realizarem pesquisas científicas em laboratórios renomados de Israel.

Nível superior

No nível superior, é muito comum universidades brasileiras fazerem parcerias com universidades estrangeiras. Por isso, verifique se na sua faculdade tem essa opção e quais são os passos.

Se você é bom em esportes, também pode optar pelas bolsas para atletas. Além disso, o banco Santander possui um convênio com faculdades de mais de 20 países com bolsas para graduação e pós. Dependendo da universidade, elas podem durar por semanas, semestres ou até mesmo cobrir a graduação completa.

Além disso, há outras instituições que podem ajudá-lo nessa etapa. A Fulbright, por exemplo, oferece bolsas de estudos para graduação, pós, doutorado sanduíche e pós-graduação nos Estados Unidos. A Lemann Fellowship também oferece bolsas de estudos em universidades renomadas, como Stanford, Harvard, Yale, Oxford, Columbia e MIT. Trata-se de um programa bem concorrido, por isso os bolsistas são avaliados e selecionados.

A Fundação Estudar é outra instituição que oferece bolsas de 5% a 95% para cursos de graduação, pós e intercâmbios acadêmicos. No entanto, para se inscrever, é necessário ter entre 16 e 34 anos e ainda estar estudando. A Fundação Carolina oferece bolsas na Espanha, que podem variar de 50% a 100% dependendo do curso que você escolher. Para melhorar, o programa também cobre custos como passagem e seguro saúde.

Bolsas de estudos oferecidas por governos e embaixadas

Você também pode recorrer às bolsas oferecidas por organizações, empresas e governos, como o CAPES e o CNPq. Elas podem ser usadas para a graduação, doutorado e mestrado. As modalidades e os pré-requisitos também podem variar.

Além disso, a Alemanha, a União Europeia, a França e demais países também oferecem bolsas em pós-graduação para estudantes do exterior. Os programas mais conhecidos são: Erasmus Mundus, que visa estimular a modalidade acadêmica de alunos que estão no ensino superior; e o Clevening, que apoia os estudos em diversas instituições no Reino Unido.

O DAAD (Deutscher Akademisches Austauschdienst) também oferece bolsas integrais e parciais para estudantes de todos os níveis acadêmicos em diversas universidades da Alemanha. Quanto à França, ela oferece mais de 80 cursos de graduação em inglês, principalmente em universidades particulares.

Todas essas bolsas demandam que o estudante atenda a uma série de pré-requisitos. Por isso, leia cada edital atentamente.

Concursos e Competições

Várias agências de intercâmbio e instituições internacionais oferecem, como prêmio, intercâmbios grátis ou com a maior parte dos custos pagos por eles, como materiais didáticos e taxas do curso. As passagens aéreas e a hospedagem costumam ficar por conta do estudante.

Quanto às instituições internacionais, a ONU organiza um concurso de redação chamado “Many Languages, One World”. Ele é anual e leva estudantes do mundo inteiro para uma semana de eventos em Nova York com tudo pago.

Além de aprender outro idioma, estudar em outro país possibilita que você conheça novas culturas, culinárias e ainda se desenvolva como pessoa e profissional. Então não perca tempo e procure saber mais sobre os programas citados aqui!

___________________________________

Por Geovana Ferreira de Sá – Fala! Mackenzie

ARTIGOS RECOMENDADOS