Flexibilidade no trabalho: saiba o que é e qual a sua importância
Menu & Busca
Entenda o que é a flexibilidade no trabalho

Entenda o que é a flexibilidade no trabalho

Home > Notícias > Mercado > Entenda o que é a flexibilidade no trabalho

Para esclarecer o que é flexibilidade no trabalho, podemos afirmar que ela consiste na negociação feita entre o gestor da empresa e os colaboradores, a respeito de como, onde e quando as atividades propostas serão realizadas. A flexibilidade é um contraponto ao modelo tradicional que geralmente costuma ser mais rígido e menos adaptável. Saiba mais sobre a flexibilidade no trabalho a seguir.

flexibilidade no trabalho
Flexibilização no trabalho: a flexibilização no trabalho traz vários benefícios. | Foto: Pixabay/Elf-Moondance.

O que é a flexibilidade no trabalho?

A flexibilização no trabalho tem a ver com os acordos que são feitos entre colaboradores e gestores, a fim de atender as demandas e necessidades individuais de cada integrante do ambiente de trabalho. 

O principal propósito da flexibilização no trabalho é transformar as rotinas de trabalho em algo mais prazeroso e benéfico para todos. A flexibilização no trabalho proporciona aos colaboradores a possibilidade de ter mais autonomia sobre sua carga horária, assim como, sobre suas metas. Diante disso, surge mais tempo para que o colaborador consiga conciliar os assuntos pessoais e a vida profissional. 

Para ter uma flexibilização no trabalho, é fundamental que as partes envolvidas estejam cientes de suas responsabilidades e sobre o que é flexibilidade no trabalho. 

Além disso, para adotar uma postura profissional flexível, se torna preciso estar aberto às mudanças, disposto a lidar com diferentes ideias e ferramentas e ter visão de futuro, compreendendo que mais transformações irão aparecer e que será necessário se atualizar novamente. 

Como desenvolver flexibilidade no trabalho?

Agora que você já sabe o que é ter flexibilidade no trabalho, confira a seguir dicas relacionadas à flexibilização no trabalho. Nós separamos dois pontos para que você aprenda como desenvolver flexibilidade no trabalho e se torne um profissional preparado para lidar com as mudanças.

Seja otimista

A flexibilização no trabalho é uma ideia alinhada à capacidade de saber fugir do modelo tradicional e, nesse processo, podem acontecer erros. Logo, pensar positivamente é a primeira característica imprescindível para se tornar um profissional flexível. Não se desespere quando encontrar um problema. Procure gastar suas energias encontrando soluções. 

Lide com as críticas

Para ser uma pessoa flexível, não só na vida pessoal, como também no ambiente de trabalho, é necessário entender que nem toda crítica é negativa. Os feedbacks negativos surgem para te fazer evoluir, analisar seus erros e resolver os problemas que foram observados. 

A flexibilização no trabalho é uma iniciativa vantajosa não somente para as empresas, mas também para os colaboradores.

3 benefícios da flexibilidade no trabalho

Você já compreendeu o que é flexibilização no trabalho. Agora, vamos aprofundar os seus conhecimentos a respeito da flexibilização no trabalho. A seguir, descubra alguns dos principais benefícios que a flexibilização no trabalho proporciona que podem te incentivar a implementar a flexibilização no trabalho no seu negócio. Acompanhe: 

1. Retenção de talentos

Quando você oferece flexibilização no trabalho na sua organização, você acaba proporcionando aos seus colaboradores a possibilidade de flexibilizar a carga horário de trabalho. A partir disso, ocorre o aumento da tendência de retenção de talentos, pois os profissionais estão, atualmente, priorizando empresas menos rígidas e mais flexíveis. 

2. Produtividade

Temos aqui outro exemplo de vantagem da flexibilização no trabalho. A flexibilização no trabalho traz mais produtividade, visto que, quando os funcionários se sentem mais satisfeitos com suas funções e rotinas de trabalho, eles tendem a ter mais dedicação e comprometimento.

3. Redução de custos

Um hábito que é um dos maiores exemplos de flexibilidade no trabalho é o home office. Uma organização pode oferecer alguns dias de trabalho remoto para os seus colaboradores. Essa prática irá fazer a diferença em termos de diminuição de custos, visto que o resultado disso é um menor índice de custos e despesas. 

Como implementar a flexibilidade no trabalho?

Curtiu os benefícios da flexibilização no trabalho? Então, que tal aprender como implementar a flexibilização no trabalho no seu negócio? Dito isso, separamos três condutas que uma empresa pode adotar para diminuir a rigidez e desenvolver a flexibilização no trabalho. Confira!

Flexibilidade de horário

A flexibilização no trabalho também visa oferecer a flexibilidade de horário para o colaborador, afinal, isso pode aumentar a produtividade dele. Quando a empresa permite que o colaborador trabalhe no horário que julga mais adequado, está aumentando as chances de receber entregas mais bem desenvolvidas e até mais criativas. 

Ferramentas para monitoramento da carga horária

As ferramentas para monitoramento e controle da carga horária são grandes aliadas para o processo de flexibilização no trabalho. No mercado, existem sistemas virtuais que funcionam como um relógio de ponto, facilitando o acompanhamento dos turnos e os intervalos de almoço de cada colaborador. Além disso, o uso dessas ferramentas auxilia os colaboradores na prestação de contas e na cobrança de horas extras.

Oportunidade de home office

O home office é um grande exemplo de flexibilização no trabalho. Nos dias atuais, o home office se tornou realidade em diversas empresas que desejam adotar um sistema de flexibilização no trabalho. Essa atitude concede mais qualidade de vida aos colaboradores e, como já foi dito, auxilia na redução de custos.

Quais os tipos de flexibilidade no trabalho?

Como visto até aqui, a flexibilização no trabalho é uma alternativa que favorece os negócios e os profissionais. No tópico anterior, você conferiu como colocar em prática a flexibilização no trabalho. Mas, antes de começar a transformar as rotinas da sua empresa, é preciso entender qual é a melhor maneira de fazer isso. Logo, conheça os três tipos de flexibilidade no trabalho:

1. Fixo Variável

Nesse primeiro tipo de flexibilização no trabalho são oferecidos diferentes turnos para o colaborador. Sendo assim, ele fica livre para escolher uma das opções. 

2. Variável

No tipo “variável” o colaborador escolhe os horários de entrada e saída, porém ele deve cumpri-los todos os dias.

3. Livre

Não existem horários fixos de entrada e saída. A empresa escolhe uma carga horária diária ou semanal para cada colaborador e ele decide quando entrar e sair, mas deve cumprir totalmente a carga horária estabelecida pela organização.

__________________________
Por Juliany Rodrigues – Fala! Cásper

Tags mais acessadas