Eduardo Leite, governador do RS, se declarou gay; veja outros políticos que assumiram a homossexualidade
Menu & Busca
Eduardo Leite, governador do RS, se declarou gay; veja outros políticos que assumiram a homossexualidade

Eduardo Leite, governador do RS, se declarou gay; veja outros políticos que assumiram a homossexualidade

Home > Entretenimento > Famosos e TV > Eduardo Leite, governador do RS, se declarou gay; veja outros políticos que assumiram a homossexualidade

Na quinta-feira (1), durante uma entrevista no “Conversa com Bial”, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), assumiu a homossexualidade. O político de 36 anos declarou ser gay pela primeira vez ao público.

“Nesse Brasil, com pouca integridade nesse momento, a gente precisa debater o que se é. Para que fique claro e não tenha nada a esconder. Eu sou gay. E sou um governador gay. Não sou um gay governador. Tanto quanto Obama nos Estados Unidos não foi um negro presidente, mas sim um presidente negro. Eu tenho orgulho disso”, declarou.

Após a declaração de Eduardo no programa, Pedro Bial respondeu surpreso ao parlamentar. “Tenho 40 anos de jornalismo e um fato desse podia há 20 anos derrubar políticos”, disse Bial. “Olha como o mundo mudou”.

Manuela D’Ávila, candidata a vice-presidência em 2018, comentou a fala de Eduardo Leite e demonstrou apoio ao parlamentar. “No Brasil, do ódio e da intolerância, assumir a orientação sexual é um gesto de coragem. Meu abraço ao governador, com quem mantenho uma relação de respeito há muitos anos, mesmo com posições políticas que nos distanciam. Que sejamos livres para sermos quem quisermos ser!”, escreveu.

Após a declaração, Eduardo Leite recebeu apoio de celebridades, seguidores e políticos. Além disso, o governador agradeceu nas redes sociais pelo acolhimento. “O amor vai vencer o ódio”, publicou.

Além de Eduardo Leite, conheça outros políticos que já assumiram a homossexualidade

1. Edgar Souza (PSDB)

O ex-prefeito de Lins, interior de São Paulo, Edgar Souza é um dos representantes da comunidade LGBTQIA + no meio político. Ele se tornou o primeiro prefeito do Brasil a assumir a homossexualidade. Ele governou a cidade de Lins de 2012 a 2020, em dois mandatos. “Temos capacidade como qualquer pessoa. Ser um prefeito LGBT ajuda a criar uma referência positiva para nós e para toda sociedade”, disse Edgar em entrevista ao Observatório G.

Edgar souza homossexualidade Eduardo Leite
Edgar Souza e namorado. | Foto:Montagem/Reprodução

2. Fabiano Contarato (REDE)

Senador pelo Espírito Santo desde 2019, Fabiano Contarato, assumiu a homossexualidade desde sua juventude. Contarato é o primeiro senador da história do Brasil a ser homossexual abertamente. Em junho deste ano, ele foi homenageado pela pesquisadora Débora Thomé ao ser citado no livro 50 LGBTQIA + incríveis.

O político também manifestou seu apoio a Eduardo Leite após o parlamentar falar sobre sua homossexualidade. “Parabenizo o governador Eduardo Leite pela bravura! Sei a dor que é a prisão do armário, sobretudo num ambiente conservador como a Política, e cada um deve descobrir seu momento certo para esse gesto. Seja feliz e siga seu ótimo trabalho: a vida será mais leve!”, publicou no Twitter.

Fabiano Eduardo Leite homossexualidade
Fabiano Contarato. | Foto: Reprodução

3. David Miranda (PSOL)

Casado com o jornalista Glenn Greenwald, David Miranda é deputado federal pelo Rio de Janeiro e pai de dois filhos: João Victor e Jonathas. Negro e nascido na Favela do Jacarezinho, David se tornou em 2017 o primeiro vereador LGBTQIA+l da Câmara do Rio de Janeiro.

Em fevereiro de 2019, após Jean Wyllys deixar o cargo por sofrer ameaças de parlamentares de extrema-direita, David Miranda ocupou o mandato que exerce até hoje.

David Miranda homossexualidade
David Miranda. | Foto: Reprodução.

Assim, além de Eduardo Leite, outros políticos já assumiram a homossexualidade conquistando mais representatividade e ampliando a luta pela aceitação da diversidade no Brasil.

_____________________________
Por Lucas Kelly – Redação Fala!

Tags mais acessadas