Menu & Busca
Dia do Folclore brasileiro – confira curiosidades das principais lendas

Dia do Folclore brasileiro – confira curiosidades das principais lendas


Conhecida como manifestações da cultura popular, e como parte da identidade social de um povo, o folclore é tradicionalmente conhecido por reunir histórias fantásticas manifestadas de forma individual, coletiva, familiar e também por justificar alguns casos polêmicos em comunidades remotas e conservadoras.

Essas histórias, chamadas de “lendas“, possuem diversas influências regionais como tradições e costumes de um povo e compõem o Folclore Brasileiro, celebrado hoje, dia 22 de agosto. Abaixo, listamos 3 dessas lendas e explicamos a origem no mínimo “curiosa” de cada uma delas. Confira:

Boto cor-de-rosa

A história de um boto cor-de-rosa, espécie de golfinho, que sai das águas e se transforma em um belo homem bem vestido e de chapéu seduzindo as mulheres em festas, bailes e danças.

A lenda, na cultura popular da região amazônica, era contada com o objetivo de justificar uma gravidez fora do casamento. Ainda hoje na região, quando uma criança nasce com a paternidade desconhecida, costuma-se dizer que uma criança é filha do boto.

Saci-Pererê

Um menino negro, de cachimbo, gorro vermelho e apenas uma perna que tem como característica aprontar diversas travessuras na comunidade onde vive e se divertindo com suas “travessuras”.

O Saci-Pererê é uma de nossas figuras folclóricas mais populares e possui influência africana. O menino perde a perna lutando capoeira e seu gorro vermelho é derivado do folclore do norte de Portugal, e utilizado pelo lendário Trasgo que possuía poderes sobrenaturais.

Boitatá

A lenda do Boitatá é caracterizada por uma cobra de fogo protetora das matas e age perseguindo aqueles que ameaçam a natureza, podendo matar, cegar e até enlouquecer os que desrespeitam a mata e os animais.

A lenda em questão está associada aos incêndios naturais que ocorrem em regiões de mata em função da queima de gases oriundos da decomposição de material orgânico e que, devido ao caminho que o fogo faz, gera uma “cobra de fogo”.

Quer se tornar um colaborar e escrever para o fala?
Saiba como

0 Comentários

Tags mais acessadas