Crônica: Mudanças - Fala!
Menu & Busca
Crônica: Mudanças

Crônica: Mudanças


Por Bruna Saori – Fala! PUC

Mudanças

Já escrevi uns, se não vários, textos sobre mim mesma. Sobre o autoconhecimento. Sobre máscaras, dores e alegrias diárias da vida. Sobre meus sentimentos e minhas fantasias mais profundas. E isso tudo porque é nas palavras escritas que encontro forças de me expressar. É por meio dos textos e das histórias que eu me torno eu mesma. E é por meio da gramática aplicada que compartilho o que jamais diria em voz alta.

Acredito que todos os dias passamos por mudanças. Sejam fortes ou fracas, sejam boas ou ruins, há sempre algo, até mesmo naquele domingo preguiçoso passado em frente à televisão maratonando alguma série. Todos os dias ocorrem mudanças: no jeito que falamos, que pensamos, que nos enxergamos, que comemos, que nos vestimos, que existimos. Existem as mudanças lentas e graduais. E sempre existem as coisas que, mesmo mudando, nunca nos abandonam.

Quando era mais nova, a última coisa que queria saber era “como as meninas devem se arrumar”, odiava todas aquelas palavras sempre mandatórias sobre cabelos escovados, joias, perfumes, maquiagens… Até o momento que maquiagem se tornou algo indispensável (apesar que de forma discreta); cabelo se tornou uma verdadeira obsessão; perfumes são quase colecionáveis; joias se tornaram tesouros.

O que quero dizer é que mudanças são necessárias, e mesmo que você não perceba ainda, algo está mudando nesse exato momento. E talvez esse seja o verdadeiro motivo de tantos textos sobre mim mesma, pois uma vez que algo mudou, e uma vez que tal mudança foi-me perceptível, o texto escrito anteriormente, sincero no momento de sua criação, torna-se agora irreal, sendo preciso um novo para substituir o antigo da memória, e assim sucessivamente, num ciclo infinito de interiores eternizados pela língua latina de nosso berço tropical.

0 Comentários

Tags mais acessadas