Corinthians 1 x 5 Flamengo: Uma derrota sem surpresas
Menu & Busca
Corinthians 1 x 5 Flamengo: Uma derrota sem surpresas

Corinthians 1 x 5 Flamengo: Uma derrota sem surpresas

Home > Notícias > Esporte > Corinthians 1 x 5 Flamengo: Uma derrota sem surpresas

Aconteceu o esperado. Corinthians recebe o último campeão Brasileiro, Flamengo, em sua casa na Neo Quimica Arena, pela 17ª rodada do Brasileirão. O rubro-negro goleou seu rival num placar de 5 a 1 mesmo fazendo 3 jogos durante a semana. O resultado trouxe revolta não só para os torcedores, mas também para o próprio elenco, que saiu abalado de campo e mostrando que precisa melhorar muito para sair dessa situação que o clube vem passando ao longo do ano.

As mudanças antes da partida foram de se esperar. Cássio voltou às redes depois da expulsão contra o Ceará, colocando Walter no banco novamente. A torcida fez varias críticas ao técnico, que optou a volta do ídolo que não está indo muito bem nesta temporada, do que o goleiro que fechou o gol na rodada anterior. Colocou também Everaldo na ponta esquerda, deixando Otero na direita, e para armar, foi de Mateus Vital, no ataque Mancini tirou Jo, para por o artilheiro do time no ano, Boselli.

Análise: Corinthians 1 x 5 Flamengo

No começo da partida, existiu a esperança de vitória com ataques efetivos e uma defesa sólida, porém o Flamengo é difícil de marcar, mesmo com time cansado. O gol saiu no meio do primeiro tempo, com Everton Ribeiro nas costas de Lucas Piton, marcando 1 a 0 e desestabilizando o clube alvinegro na partida, que não marcou bem. Com gol, o Timão continuou atacando porém foi parado pela defesa flamenguista.

No segundo tempo, começou a humilhação, não foi só 1, mas 4 gols no segundo do clube carioca, com Vitinho, melhor da partida de fora da área no canto esquerdo de Cássio uma bola indefensável, e outro saiu num escanteio numa cabeçada forte de Nathan com o Cássio falhando no gol.

Logo em seguida, Corinthians colocou Cazaraes, Luan e Mantuan na partida, tentando achar uma solução. Numa falta cobrada por Luan, encontra Gil de cabeça, em posição legal, marcando o primeiro gol corinthiano, mas anulado pelo VAR, porém numa jogada similar, numa outra falta cobrada por Luan encontrando Gil novamente, e foi validado o gol. Nem teve tempo para respirar, Corinthians sofre mais 2 gols com Bruno Henrique e Diego, que entrou no final da partida. Pós-jogo, o goleiro Cássio desabafou sobre seu momento, falando que qualquer erro da equipe é “Culpa do Cássio”.

Um dos piores inícios de campeonato desde 2007, seu ano de rebaixamento, o clube alvinegro acumula somente 4 vitórias em 17 jogos, com 18 pontos na tabela, ocupando a 14ª posição do Brasileiro, somente 2 pontos na frente do 17º colocado. Nas estáticas mostradas no site oficial do Corinthians, meu timão, as 4 vitórias corinthianas foram com 4 técnicos diferentes, contra o Coritiba, em casa com técnico auxiliar de Tiago Nunes, Evandro Fornari; fora de casa, contra o Goiás com Tiago Nunes; contra o Bahia em casa com o técnico interino Dyego Coelho; a mais recente na rodada anterior contra o Athletico Paranaense com o técnico Vagner Mancini. 

Próxima partida será contra o Vasco, que se encontra de técnico estrangeiro novo, porém numa situação similar ao clube paulista, acumulando 4 vitorias conquistadas. O jogo ocorrerá na quarta feira, no Rio de Janeiro, em pleno São Januário.

Corinthians
Cássio desestabilizado. | Foto: Reprodução. 

Nota dos jogadores:

  • Cássio [GOL]: 3,0: Falhou em 2 gols rivais, porém a culpa foi coletiva e não só do goleiro.
  • Fagner [LAD]: 3,0: Não fez uma boa partida, falhando nas marcações e passes incompletos.
  • Marllon [ZAG]: 2,0: Teve lances que falhou, e tomou nas costas e dribles fáceis de se recuperar.
  • Gil [ZAG]: 4,5: Fez o gol, porém já era tarde demais. Na sua função, não falhou como seu companheiro, mas faltou mais entrega em campo.
  • Lucas Piton [LAE]: 1,0: Em quase todos os lances tomou nas costas, dando chances claras ao rival forte que é o Flamengo.
  • Xavier [VOL]: 4,0: Não apareceu muito na partida, ficando mais discreto.
  • Camacho [VOL]: 5,0: Foi um dos poucos que tentou arriscar, teve bola na trave e marcando a linha do meio, porém errou muitos passes.
  • Gabriel [VOL]: 2,0: Falhou no último lance, dando passe para o rival e dando gol ao Diego, que tinha acabado de entrar.
  • Mateus Vital [MEI]: 4,0: Não foi efetivo no meio, tentou chances de passes e chutes, porém foi bem discreto.
  • Cazares [MEI]: 5,0: Entrou forte em campo e quase fez o segundo da equipe paulista, porém foi parado por Hugo.
  • Otero [MEI]: 4,5: Chutou muito e fez pouco perigo.
  • Mantuan [MEI]: 5,0: Entrou bem na partida, fazendo lances claros, porém não teve muita entrega em campo, errando chutes e passes.
  • Everaldo [ATA]: 2,0: Foi nulo em campo, quando recebia bola, errava a maioria dos passes e cruzamentos.
  • Gustavo Mosquito [ATA]: 3,0: Foi colocado no final da partida, mas não teve tempo de mudar o resultado ou ao menos dar seu futebol.
  • Boselli [ATA]: 4,0: Como todo jogo, as bolas não chegam no centroavante, artilheiro tentou poucas chances, porém se entregou, buscando bolas defensivas e no meio para ter opção de passe.
  • Luan [MEI]: 5,0: Melhorou o time no segundo tempo, dando o cruzamento para o gol, porém não foi efetivo no jogo corrido.
  • Vagner Mancini [TEC]: 4,0: Mexeu bem durante a partida, mas errou em escolher seus titulares para começo do jogo.

______________________________
Por Fernando Sid – Fala! Mack

Tags mais acessadas