Confira uma lista dos filmes injustiçados pela Academia
Menu & Busca
Confira uma lista dos filmes injustiçados pela Academia

Confira uma lista dos filmes injustiçados pela Academia

Home > Entretenimento > Cinema e Séries > Confira uma lista dos filmes injustiçados pela Academia

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas premia anualmente, desde 1929, os filmes que mais agradaram seus membros. Mas nem sempre os destaques foram premiados. Confira os sete filmes que não foram reconhecidos como deveriam pela Academia:

7 filmes injustiçados pela Academia

1. Clube da Luta (1999)

O clássico do diretor David Fincher é adaptado do homônimo de Chuck Palaniuk e conta a história de um homem (Edward Norton) que sofre de insônia. Mas quando ele conhece Tyler Durden (Brad Pitt), inicia um clube de luta clandestino. 

Mesmo sendo um filme obrigatório para todo amante da sétima arte, Clube da Luta não figurou entre as principais categorias do Oscar de 2000, sendo indicado apenas ao Oscar técnico de ‘Melhores Efeitos Sonoros’. 

2. Cidadão Kane (1941)

Visto como um dos melhores filmes de todos os tempos, Cidadão Kane conta a história de um magnata da imprensa que intrigou um jornalista ao suspirar uma palavra antes de falecer.

Apesar de sua importância para a história do cinema, Cidadão Kane levou ”apenas” o Oscar de ‘Melhor Roteiro Original’, perdendo a estatueta principal da noite para Como era Verde Meu Vale.  

orson welles em Cidadão Kane
Orson Welles dirige e estrela o clássico. | Foto: Reprodução.

3. O Segredo de Brokeback Mountain (2004)

Apesar de ter vencido o Oscar de ‘Melhor Diretor’, que foi entregue para Ang Lee, O Segredo de Brokeback Mountain foi derrotado pelo razoável Crash – No Limite

A vitória de Crash – No Limite causou muitas polêmicas que envolviam homofobia (por ser protagonizado por personagens homossexuais) por parte da ala conservadora dos votantes, e até mesmo o diretor de Crash, Paul Haggis, admitiu a injustiça. 

Ang Lee
Ang Lee com seu Oscar de ‘Melhor Diretor’. | Foto: Reprodução.

4. O Resgate do Soldado Ryan (1998)

Emocionante, bem escrito e épico, O Resgate do Soldado Ryan garantiu a estatueta de ‘Melhor Diretor’ para Steven Spielberg, na cerimônia de 1999. A obra narra a aventura do Capitão Miller (Tom Hanks), que recebe a missão de resgatar o soldado James Ryan (Matt Damon), último filho vivo de uma viúva. 

Apesar de bem recebido, o filme não levou o prêmio principal da Academia para casa. O vencedor da noite foi Shakespeare Apaixonado, que não chega a atingir o mesmo nível da produção de Spielberg. 

5. Central do Brasil (1998)

Um dos melhores filmes brasileiros existentes destacou-se, principalmente, devido à atuação da aclamada Fernanda Montenegro. Incorporando Dora, uma professora que escreve cartas ditadas por pessoas analfabetas, Montenegro foi lembrada pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, sendo indicada ao Oscar de ‘Melhor Atriz’. Porém, a vitória foi para a atriz Gwyneth Paltrow, por uma atuação pouco “acima da média”, em Shakespeare Apaixonado

gwynet paltrow
Gwyneth Paltrow com sua estatueta vencida por Shakespeare Apaixonado, na cerimônia do Oscar de 1999. | Foto: Reprodução.

6. Os Bons Companheiros (1990)

Dirigido pelo grandioso Martin Scorsese, o filme conta a história de Henry Hill (Ray Liotta) na máfia. Apesar de ser considerado pelo IMDb como o 16º melhor filme de todos os tempos, os membros da Academia em 1990 ignoraram a qualidade de Os Bons Companheiros e decidiram premiar Dança com Lobos como ‘Melhor Filme’.

Porém, a vitória de Joe Pesci na categoria de ‘Melhor Ator Coadjuvante’ fez com que o filme não saísse de mãos abanando do Shrine Auditorium.  

Joe Pesci
Joe Pesci foi recompensado com um Oscar por seu papel como Tommy DeVito. | Foto: Reprodução.

7. Pulp Fiction (1994) 

Em seu segundo filme, Quentin Tarantino conseguiu atingir outro patamar cinematográfico. Porém, o diretor não ganhou o prêmio máximo. Pulp Fiction concorreu em um ano complicado, com bons filmes, como Um Sonho de Liberdade e Forrest Gump, que acabou levando o Oscar de ‘Melhor Filme’ para casa, mesmo possuindo uma qualidade inferior a Pulp Fiction.

Mas Tarantino não voltou de mãos vazias para casa, já que conquistou, juntamente de Roger Avary, o Oscar de ‘Melhor Roteiro Original’. Além disso, Pulp Fiction havia ganhado o Palme D’Or, prêmio principal do Festival de Cannes, um dos maiores do cinema. 

Tarantino com Palma de Ouro
Quentin Tarantino com a Palma de Ouro do Festival de Cannes. | Foto: Reprodução.

_______________________________
Por Victor Livi – Fala! Cásper

Tags mais acessadas