Confira 5 filmes inspirados nos livros de Agatha Christie
Menu & Busca
Confira 5 filmes inspirados nos livros de Agatha Christie

Confira 5 filmes inspirados nos livros de Agatha Christie

Home > Entretenimento > Cinema e Séries > Confira 5 filmes inspirados nos livros de Agatha Christie

Agatha Christie (1890 – 1976) foi uma escritora britânica muito conhecida por seus romances policiais imprevisíveis, que tornaram mundialmente famosos os detetives fictícios Hercule Poirot e Miss Jane Marple.

Durante a vida, publicou mais de 80 obras, sendo reconhecida pelo Guiness Book como a romancista mais bem sucedida do mundo, com mais de 4 bilhões de cópias vendidas, ficando atrás apenas de William Shakespeare e da Bíblia.

Apesar de já ter seis livros publicados, seu sucesso se deu em 1926, com sua obra-prima: O Assassinato de Roger Ackroyd. Em seu primeiro ano de publicação vendeu 5000 edições e, em 1928, foi adaptado pela própria autora para ser estrelados sobre os palcos de West End, em Londres, com o nome de Álibi. Desde então Christie se tornou conhecida popularmente como “Rainha do crime”, fazendo sucesso com muitas obras e virando referência na literatura investigativa.

Com tamanho sucesso, muitas de suas obras foram adaptadas para os palcos e para as telas do cinema e da televisão. Aqui estão 5 indicações desses filmes:

O Vingador Invisível (1945)

Cartaz de divulgação do filme O Vingador Invisível | Foto: Wikipedia.
Cartaz de divulgação do filme O Vingador Invisível. | Foto: Wikipedia.

Obra do diretor e escritor francês René Clair e com roteiro de Dudley Nichols, O Vingador Invisível (And Then There Were None), baseado no livro E Não Sobrou Nenhum (1939), de Christie, narra a história de oito pessoas sem ligação aparente que são convidadas para passar um fim de semana em uma mansão em uma ilha na costa de Devon, Inglaterra.

Contudo, seu anfitrião, Sr. U.N. Owen, jamais foi visto por nenhum dos presentes e não aparece para dar-lhes as boas-vindas durante o jantar. Porém, avisa por meio de um casal de empregados que se atrasará. No entanto, assim que os oito convidados se sentam à mesa para comer, uma gravação acusa todos os presentes de terem cometido assassinato e que agora haverá justiça. Assim, começa uma sucessão de mortes inesperadas, até que sobre apenas um.

Estrelado por Barry Fitzgerald (Francis Quinncannon), Walter Hudson (Dr. Armstrong) e Louis Hayward (Philip Lombard), o longa foi muito bem recebido pelas críticas e ganhou oLeopardo de Ouro de Melhor Filme e Melhor Direção no Festival Internacional de Cinema de Locarno em 1946.

Assista ao filme completo no YouTube, clicando no link.

Testemunha da Acusação (1957)

Pôster do filme Testemunha da Acusação. | Fonte: Rotten Tomatoes.

Pôster do filme Testemunha da Acusação. | Fonte: Rotten Tomatoes.
Pôster do filme Testemunha da Acusação. | Foto: Rotten Tomatoes.

O filme é baseado no conto homônimo publicado pela primeira vez no livro O Cão da Morte, em 1932, junto com outros 11 contos. Com direção de Billy Wilder e roteiro co-adaptado por Larry Marcus e Harry Kurnitz, conta com um elenco de grandes atores dos anos 50/60 nos papéis principais: Tyrone Power, Marlene Dietcrich, Charles Laughton e Elsa Lanchester.

A trama dramática tem início quando o advogado Sir Wilfrid Robarts (Laughton) sofre um ataque cardíaco e é aconselhado pelos médicos a se afastar do trabalho. No entanto, ele concorda, contra as recomendações da enfermeira Srta. Plimsoll (Lanchester), em defender Leonard Vole (Power), preso sob a acusação do assassinato de uma rica viúva que havia se apaixonado por ele. Entretanto, o único álibe que Vole possui é o testemunho de sua esposa, Christine (Dietrich), que, para a surpresa de todos, torna-se testemunha de acusação contra o marido.

O longa foi mundialmente aclamado, sendo mostrado como “uma adaptação inteligente e elegante da peça de sucesso de Agatha Christie, levada à tela com engenhosidade e vitalidade” pelo crítico do TV Guide e, em 1958, foi indicado a seis categorias do Oscar e cinco do Globo de Ouro, com Elsa Lanchester ganhando como ‘Melhor Atriz Coadjuvante’.

Assista ao filme completo dublado aqui.

Quem Viu, Quem Matou? (1961)

Cartaz de divulgação britânico do filme Quem Viu, Quem Matou? | Foto: Fisken Poster.

Cartaz de divulgação britânico do filme Quem Viu, Quem Matou? | Foto: Fisken Poster.
Cartaz de divulgação britânico do filme Quem Viu, Quem Matou? | Foto: Fisken Poster.

Baseado no livro A Testemunha Ocular de um Crime (4:50 From Paddington), publicado pela primeira vez em 1957, o filme Quem Viu, Quem Matou? (Murder, She Said) apresenta a senhorinha amante dos livros de mistério, Jane Marple, nas telas do cinema ao olhar pela janela em uma viagem de trem e presenciar uma mulher ser estrangulada até a morte. Ao avisar a polícia, Miss Marple não consegue convencê-los a investigar o caso mesmo com uma descrição minuciosa da cena. Decidida a descobrir o que aconteceu por conta própria, ela rapidamente consegue o emprego de governanta em uma mansão nos arredores e sua investigação tem início.

Dirigido por George Pollock, roteirizado por David Pursall e Jack Seddon e estrelado pela consagrada atriz inglesa Margaret Rutherford, Quem Viu, Quem Matou? não é a adaptação favorita de Agatha Christie, principalmente pelas diferenças entre o livro e o roteiro, com destaque para o personagem Sr. Stringer, interpretado por Stringer Davis, marido de Rutherford, que não existe na história original.

Contudo, recebeu muitas críticas positivas e marcou o início de uma parceria de quatro filmes entre o diretor Pollock e a atriz principal, todos baseados em obras de Christie: Sherlock de Saias (1963), Crime Sobre Crime (1964) e Assassinato Ahoy! (1964).

Assista ao filme completo dublado:

Assassinato no Expresso Oriente (1974)

Pôster do Reino Unido do filme Assassinato no Expresso Oriente (1974). | Foto: Wikipédia.

Pôster do Reino Unido do filme Assassinato no Expresso Oriente (1974). | Foto: Wikipédia.
Pôster do Reino Unido do filme Assassinato no Expresso Oriente (1974). | Foto: Wikipédia.

Baseado no livro homônimo de 1934, Assassinato no Expresso Oriente se tornou uma das histórias mais conhecidas e aclamadas de Christie, tendo vendido 3 milhões de cópias em seu ano de estreia. O filme de 1974 é uma das adaptações mais famosas da obra.

Dirigido por Sidney Lumet e roteirizado por Paul Dehn, o longa conta com um elenco de peso dos anos 60, 70 e 80: Albert Finney, Lauren Bacall, Ingrid Bergman, Sean Connery, John Gielgud, Vanessa Redgrave, Michael York, Jacqueline Bisset, Wendy Hiller e Antony Perkins.

A história relata o episódio em que o famoso detetive belga, Hercule Poirot (Finney), embarca às pressas no trem Expresso do Oriente saindo da Turquia com destino a França. O trem, contudo, é detido no meio do caminho por uma forte tempestade de neve e Ratchett (Richard Windmark) amanhece assassinado brutalmente em sua cabine. Então, cabe a Poirot descobrir qual dos passageiros misteriosos foi o criminoso.

Com uma ótima recepção e muitas críticas positivas, o filme foi indicado a seis categorias do Oscar, com Ingrid Bergman levando o prêmio de ‘Melhor Atriz Coadjuvante’, e dez indicações ao BAFTA, ganhando os prêmios de ‘Melhor Ator’ para John Gielgud, ‘Melhor Atriz Coadjuvante’ para Bergman e ‘Melhor Música’ para Richard Rodney Bennett.

Em 2017, Kenneth Branagh dirigiu e estrelou como Poirot em uma segunda adaptação cinematográfica com um elenco à altura do primeiro filme: Michelle Pfeiffer, Derek Jacobi, Judi Dench, Olivia Colman, Penélope Cruz, Lucy Boynton, Willem Dafoe, Daisy Ridley, Josh Gad e Johnny Depp, contudo sem alcançar o sucesso de seu predecessor.

Agatha Christie, muito exigente com as adaptações de seus livros, dizia que Assassinato no Expresso Oriente (1974) e Testemunha de Acusação (1957) eram as únicas que gostava.

Assista ao trailer:

Morte Sobre o Nilo (1978)

Morte Sobre o Nilo
Pôster do filme Morte Sobre o Nilo. | Foto: Reprodução.

Entusiasmados com a perspectiva de outro sucesso como Assassinato no Expresso Oriente, a distribuidora EMI Films rapidamente decidiu adaptar mais um romance policial de Agatha Christie: Morte Sobre o Nilo, publicado em 1937.

A história, então, foi roteirizada por Anthony Shaffer e o longa foi dirigido por John Guillermin. Quando Albert Finney não pôde repetir seu papel como o detetive Hercule Poirot, os produtores optaram por chamar o ator Peter Ustinov para interpretar o personagem, seguido por um elenco experiente incluindo Angela Lansbury, Bette Davis, Mia Farrow, Maggie Smith, David Kiven, George Kennedy e Jack Warden.

Na trama, Poirot está de férias em um cruzeiro pelo Rio Nilo, quando se descobre no meio de um triângulo amoroso que termina em assassinato. Quando Jackie de Bellefont (Farrow) pede que sua amiga herdeira Linnet Ridgeway (Lois Chiles) empregue seu noivo, Simon Doyle (Simon MacCorkindale), não imaginou que eles acabariam se casando. Jackie, então, persegue o novo casal durante sua lua de mel, no Egito, e embarca com eles no mesmo cruzeiro que Poirot. Quando Linnet aparece morta, porém, Poirot assume a investigação apenas para descobrir que muitos dos passageiros do navio tinham motivos para matar a jovem.

Apesar das bilheterias fracas e críticas divididas, Morte Sobre o Nilo se tornou um favorito do público e foi indicado em quatro categorias do BAFTA, levando o prêmio de ‘Melhor Figurino’ para Anthony Powell, foi indicado ao Globo de Ouro de ‘Melhor Filme Estrangeiro’ e ganhou um Oscar também por ‘Melhor Figurino’.

Assista ao trailer:

______________________________
Por Bruna Janz – Fala! PUC

Tags mais acessadas