Como o futebol chegou ao Brasil: um olhar histórico e sociocultural
Menu & Busca
Como o futebol chegou ao Brasil: um olhar histórico e sociocultural

Como o futebol chegou ao Brasil: um olhar histórico e sociocultural

Home > Notícias > Esporte > Como o futebol chegou ao Brasil: um olhar histórico e sociocultural

O futebol é, hoje, o esporte mais popular e mais praticado em todo o mundo. Ele movimenta um enorme mercado financeiro, proporciona eventos globais e tem o poder de transformar meros mortais em ídolos. No Brasil, não é diferente. Entretanto, nossa pátria carrega consigo o apelido de “país do futebol“.

 Não se sabe ao certo o motivo pelo qual carregamos tal título já que esse esporte não surgiu aqui e nossas ligas não são as mais fortes. Apesar de torcedores fanáticos, como os argentinos e os italianos, jamais aceitarem reconhecer o Brasil como o “país do futebol”, o fato é que esse jogo virou sinônimo de Brasil no exterior, continuamos sendo os maiores campeões mundiais e tivemos o maior jogador de todos os tempos, Pelé. 

futebol
Saiba tudo sobre a chegada do futebol ao Brasil. | Foto: Reprodução.

A origem do futebol

Assim como dito anteriormente, o futebol não surgiu no Brasil. Sua origem é inglesa e o primeiro registro do que viria a ser futuramente o esporte é do século X. Embora antigo, foi no período entre os anos de 1810 e 1840 em que houve um crescimento exponencial do número de praticantes e criou-se, então, as primeiras regras, as quais sofrem alterações até os dias de hoje. Posteriormente, na década de 1860 ainda na Inglaterra, surgiram os primeiros clubes profissionais. 

A chegada ao Brasil

No Brasil, o futebol chegou, tardiamente, no ano de 1894. Charles Miller, após realizar seus estudos na Europa, atravessou o Atlântico de volta à sua terra natal e trouxe para cá bolas, chuteiras e as regras necessárias para a prática futebolística.

charles miller
Charles Miller durante seus estudos na Inglaterra. | Foto: Reprodução.

O primeiro jogo em território nacional foi realizado, ainda que de modo amador, no São Paulo Athletic Club e praticado pelos imigrantes ingleses que estavam envolvidos na construção da estrada férrea, a qual interliga, atualmente, as cidades de Jundiaí e Santos. Entre eles, estavam Charles e seu pai, na ocasião, o time de Charles Miller venceu o jogo por 4 a 2, com dois gols dele. 

Pós-chegada e alguns desdobramentos 

Nos primórdios, na Inglaterra e no Brasil, o futebol foi praticado majoritariamente pela classe operária. O esporte era um refúgio para as exaustivas jornadas de trabalho. Apenas com o passar do tempo e devido à grande popularização, as partes mais ricas das sociedades passaram a se interessar. Atualmente, o futebol tem espaço para todos os cidadãos independente das suas classes sociais. 

Outro caso que vale destaque é a inserção do negro no esporte que só foi permitida pelo estado brasileiro em 1920, essa demora evidencia o caráter extremamente racista de uma sociedade que havia decretado a escravidão ilegal 32 anos antes.

O futebol rapidamente ganhou seu destaque junto à política e passou a ser usado como uma forma de aproximar os governantes de seu povo. Charles Miller, o pioneiro futebolístico no Brasil, ganhou uma praça com seu nome em frente ao Pacaembu, o estádio mais famoso de São Paulo.  

futebol no brasil
Praça Charles Miller. | Foto: Reprodução.

________________________
Por Thiago Galante – Fala! Cásper

Tags mais acessadas