Como emagrecer 10kg com a Dieta do Metabolismo Rápido; Confira
Menu & Busca
Como emagrecer 10kg com a Dieta do Metabolismo Rápido; Confira

Como emagrecer 10kg com a Dieta do Metabolismo Rápido; Confira

Home > Lifestyle > Como emagrecer 10kg com a Dieta do Metabolismo Rápido; Confira

A Dieta do Metabolismo Rápido pode ser uma das melhores opções para quem deseja emagrecer 10kg em um mês. Para segui-la, no entanto, é necessário disciplina, além de exercícios físicos. Essa dieta promete eliminar gorduras indesejadas em 4 semanas.

Saiba como emagrecer 10kg em um mês com a Dieta do Metabolismo Rápido.
Saiba como emagrecer 10kg em um mês com a Dieta do Metabolismo Rápido. | Foto: Freepik.

Conheça, a seguir, a Dieta do Metabolismo Rápido e saiba como começar essa mudança alimentar e conquistar o corpo e peso desejados.

Dieta do Metabolismo Rápido: Saiba como emagrecer 10kg com ela

Emagrecer não é algo fácil, quando se estabelece uma meta como 10kg então, o assunto se complica mais ainda. A Dieta do Metabolismo Rápido, no entanto, surge como uma alternativa mais eficiente para promover a perda de peso corporal.

Essa dieta promete a perda de 10kg em apenas um mês (4 semanas), por meio de 4 etapas que consistem na mudança de cardápio das refeições e em uma rotina de atividades físicas. Por meio de alimentos termogênicos, a dieta aumenta seu metabolismo e a queima calórica, incentivando o emagrecimento.

A Dieta do Metabolismo Rápido optou por trabalhar o metabolismo, pois, segundo nutricionistas e endocrinologistas, uma das razões pelas quais as pessoas não emagrecem de maneira convencional é o metabolismo lento, que pode ser causado por doenças ou má alimentação.

Fases da Dieta do Metabolismo Rápido

A Dieta do Metabolismo Rápido é dividida em 4 etapas, que duram, cada uma, 1 semana. Cada semana, contudo, é separada em outras 3 etapas, que tem por objetivo controlar os hormônios do estresse, a pressão arterial, aumentar a imunidade e acelerar a queima de gordura.

Nessa dieta, entretanto, não há contagem de calorias, pois é permitido que você ingira verduras, legumes e carnes magras em porções generosas até nas fases mais restritivas. Porém, para emagrecer é preciso seguir, rigorosamente, as regras dessa dieta.

Segundo a nutricionista norte-americana e criadora do método Haylie Pomroy, para atingir resultados concretos a dieta deve ser seguida à risca. Além disso, não importa que seu objetivo não seja emagrecer 10kg, mas, sim, 2 kg, será preciso passar por todos os passos.

Fase 1 – Relaxar as glândulas suprarrenais

A primeira etapa para emagrecer 10kg em um mês é relaxar as glândulas suprarrenais. Isso significa que devemos reduzir a secreção de cortisol, hormônio do estresse que, em excesso, aumenta os estoques de gordura do corpo. Essa fase dura apenas 2 dias e nesse período há uma dose maior de carboidratos no cardápio.

Isso ocorre porque os carboidratos são responsáveis por aumentar o nível glicêmico no organismo e, consequentemente, diminuir a liberação de cortisol.

Alimentos permitidos na Fase 1 da Dieta do Metabolismo Rápido: Nessa etapa, é permitida a ingestão de verduras e legumes, com exceção da batata-doce e de cenouras. É necessário consumi-las em porções moderadas e os alimentos do tipo mais indicados são abóbora, aipo, abobrinha, alcachofra, alface crespa, aspargo, berinjela, beterraba, brócolis, broto de feijão, cogumelo, couve-flor, inhame, mandioquinha, pepino, rúcula, tomate e vagem.

Em relação às frutas, são permitidas pequenas porções três a quatro vezes por dia, sendo abacaxi, amora, mirtilo, goiaba, kiwi, laranja, limão (taiti e siciliano), maçã, mamão, manga, melancia, melão, morango, pera e tangerina os tipos mais indicados.

A proteína animal e vegetal deve ser consumida de maneira controlada, sendo indicado a ingestão dos seguintes alimentos: patinho, alcatra, filé-mignon, rosbife, linguiça de frango sem nitrato, frango sem pele, peixe, como o atum em água, linguado, pescada, sardinha em molho de tomate, clara de ovos, feijão, grão-de-bico e lentilha.

Grãos e amidos, como o arroz integral, aveia laminada sem glúten, leite de arroz sem açúcar, quinua e tapioca também estão liberados nessa fase.

Alimentos proibidos na Fase 1 da Dieta do Metabolismo Lento: Gorduras em geral, sejam elas consideradas boas ou não.

Exercícios físicos: Pratique, pelo menos em um dia dessa etapa, exercícios aeróbicos como natação ou caminhada.

Cardápio

Um exemplo do que pode ser ingerido nas principais refeições do dia durante a Dieta do Metabolismo Rápido para quem deseja emagrecer até 10kg são:

  • Café da manhã: Vitamina de aveia e frutas vermelhas ou 1 tapioca com pasta de grão-de-bico. Ingredientes da vitamina: 1/2 xícara de aveia sem glúten, 1/2 xícara de um mix de mirtilo, morango e amora, 1 maçã pequena, 1 cubo de gengibre, hortelã e gelo.
  • Almoço: Salada com verduras e legumes à vontade temperada com limão, gengibre e pimenta, 150g filé de frango refogado com brócolis e 1/2 xícara de quinoa cozida.
  • Jantar: Salada com folhas e legumes, 100g filé grelhado, 4 colheres de sopa de arroz integral com abobrinha ralada ou 1 tortilla integral com salada  e 1 maçã.

Caso sinta muita fome durante o dia, adicione um lanche entre as refeições e ingira frutas durante essas refeições intermediárias.

Fase 2 – Destravar a gordura armazenada

A segunda fase da Dieta do Metabolismo Rápido é a mais restritiva entre as três que devem ser seguidas ao longo das 4 semanas. Ela serve para destravar a gordura armazenada no corpo, ou seja, queimar as calorias estocadas diminuindo um índice glicêmico menor que o anterior.

Nessa etapa, a pessoa está proibida de consumir frutas, grãos e leguminosas, sendo incentivada a consumir porções de proteínas generosas. Essa etapa dura 2 dias e, ao final, já é possível perceber uma redução em suas medidas.

Alimentos permitidos na Fase 2 da Dieta do Metabolismo Rápido: As verduras e os legumes permanecem à vontade nesse novo cardápio. As mais indicadas para essa segunda fase são acelga, agrião, alface roxa, rúcula, alho-poró, endívia, erva-doce, espinafre e pimentão. Em relação às frutas, que foram proibidas nessa etapa, apenas um tipo é indicado, o limão, seja o taiti ou siciliano.

Já as proteínas animais, estão liberadas e podem ser consumidas à vontade. As opções são as mesmas indicadas na primeira fase, com a adição de carne de porco light, carne-seca, cordeiro, tilápia, ostra, peru e salmão defumado.

Alimentos proibidos na Fase 2 da Dieta do Metabolismo Rápido: Todos os tipos de grãos, amidos e gorduras estão proibidos de serem ingeridos. Além disso, frutas e legumes que não foram indicados na parte de alimentos liberados também não podem ser consumidos.

Exercícios Físicos: Pelo menos uma vez durante os dias indicados para essa fase é necessário realizar uma atividade com pesos. Esse tipo de exercício deve ser feito com acompanhamento de profissionais, como professores de educação física e personal trainers.

Cardápio

Um exemplo de cardápio da Fase 2 da Dieta do Metabolismo Rápido é:

  • Café da manhã: 3 claras mexidas ou cozidas, temperadas com sal, orégano e salsa.
  • Almoço: Salada de rúcula, alface roxa e cogumelo, 1 pimentão recheado com carne moída ou 100g filé de atum recheado com pimenta caiena.
  • Lanche: 3 fatias de rosbife + pepinos cortados em palitos à vontade.

Como lanche é possível consumir alguns tipos de verduras cruas, como cenouras e pepino, que ajudam a manter a saciedade por mais tempo, além de serem pouco calóricos.

Fase 3 – Queimar os estoques de gordura

Essa última fase é onde toda a gordura estocada e mobilizada será queimada, tornando-se energia para o corpo. Essa etapa dura três dias e, nesse período, os alimentos fontes de gorduras boas retornam ao cardápio e tornam as refeições mais ricas.

Alimentos permitidos na Fase 3 da Dieta do Metabolismo Rápido: Nessa última etapa, são permitidos legumes e verduras, todos indicados na fase 1 e 2 da dieta. Elas podem ser consumidas à vontade, no entanto, tente variar seu consumo, ou seja, não repita o mesmo alimento.

As frutas retornam ao cardápio, contudo, as mais indicadas são a ameixa, amora, coco, água-de-coco, limão, mirtilo, morango, pêssego e pitanga.

Em relação à proteína animal e vegetal, os alimentos estão liberados à vontade e em porções generosas. Os mais indicados são, no caso da proteína animal, os alimentos da fase 1 e 2, além de atum em azeite, camarão, carne de porco (lombo), cordeiro, lagosta, lula, ostra, salmão, sardinha em azeite e truta. Em relação ao tipo vegetal, os alimentos são feijão, grão-de-bico, lentilha, leite de amêndoa ou castanha de caju sem açúcar.

Grãos e amidos também retornam ao cardápio, com alimentos como arroz selvagem, aveia laminada sem glúten, quinoa e pão ou torrada sem glúten.

Alimentos proibidos na Fase 3 da Dieta do Metabolismo Rápido: Não há alimentos proibidos nesta última fase.

Exercícios Físicos: Nessa etapa, faça pelo menos dois dias de atividades físicas diversas, como aeróbica, HIIT, com pesos, entre outras.

Cardápio

Exemplo de cardápio para quem deseja emagrecer 10kg com a Dieta do Metabolismo Rápido:

  • Café da manhã: 1 torrada sem glúten com 1 ovo mexido temperado com orégano e pouco sal e 1 copo de leite de amêndoas batido com 3 colheres de sopa de abacate.
  • Almoço: Salada de verduras e legumes, 150g filé de salmão ou de frango assado e 1 pêssego.
  • Jantar: Salada de alface, cogumelo e tomate, ½ xícara de quinoa cozida e 4 colheres de sopa de carne moída refogada com azeitona.

É necessário lembrar que, para emagrecer os 10kg possíveis com a Dieta do Metabolismo Rápido, é preciso seguir à risca as três etapas durante as 4 semanas. Outro ponto são os exercícios físicos, fundamentais, mas que, assim como a dieta, devem ser acompanhados por um profissional da saúde.

_________________________________________
Por Luiza Nascimento – Redação Fala!

Tags mais acessadas