segunda-feira, 26 fevereiro, 24
HomeUncategorizedComo conseguir empréstimo sendo universitário? Veja 6 formas

Como conseguir empréstimo sendo universitário? Veja 6 formas

Você é universitário e precisa de um apoio financeiro para custear seus estudos ou despesas pessoais? Neste artigo, exploraremos 6 maneiras de conseguir um empréstimo, especialmente adaptadas para estudantes universitários. 

Descubra as opções disponíveis para garantir o suporte financeiro necessário durante sua jornada acadêmica!

Se você é universitário fique ligado nas 6 formas de conseguir um empréstimo. | Foto: Freepik.

Empréstimo Estudantil Tradicional

Uma das opções mais conhecidas para universitários que precisam de apoio financeiro é o

Empréstimo Estudantil Tradicional. Este tipo de empréstimo é oferecido por bancos e instituições financeiras e é projetado especificamente para atender às necessidades dos estudantes que desejam financiar seus estudos superiores.

O Empréstimo Estudantil Tradicional geralmente possui algumas características distintas:

Taxas de Juros Competitivas:

Os empréstimos estudantis tradicionais muitas vezes têm taxas de juros mais baixas em comparação com outros tipos de empréstimos pessoais, tornando-os uma opção atraente para estudantes.

Carência durante os Estudos:

Normalmente, os estudantes não precisam começar a fazer pagamentos imediatamente. A maioria dos empréstimos estudantis tradicionais oferece um período de carência durante os anos de estudos, permitindo que os estudantes se concentrem em suas graduações antes de começar a pagar.

Requisitos de Crédito Limitados:

Muitas vezes, os estudantes não precisam de um histórico de crédito sólido ou de um co-signatário para se qualificar para empréstimos estudantis tradicionais, tornando-os acessíveis para aqueles que estão apenas começando a construir seu histórico financeiro.

Opções de Pagamento Flexíveis:

Após a conclusão dos estudos, os estudantes geralmente têm opções flexíveis de pagamento, incluindo planos de pagamento baseados na renda ou extensões de prazo.

É importante mencionar que as condições específicas dos Empréstimos Estudantis Tradicionais podem variar entre os credores e também podem depender do programa de estudos e da instituição de ensino do estudante. Portanto, é fundamental comparar diferentes opções e entender completamente os termos e condições antes de optar por esse tipo de empréstimo.

Empréstimo com Garantia

Outra opção viável para universitários que precisam de recursos financeiros é o Empréstimo com Garantia. Essa modalidade de empréstimo, também conhecida como “refinanciamento”, permite que os estudantes usem um ativo valioso, como um veículo ou imóvel, como garantia para obter um empréstimo.

Aqui estão algumas informações essenciais sobre o Empréstimo com Garantia:

Uso de Ativos como Garantia:

Para conseguir esse tipo de empréstimo, o estudante precisa oferecer um ativo, como um carro ou casa, como garantia de pagamento. Isso reduz o risco para o credor, o que geralmente se traduz em taxas de juros mais baixas.

Montantes Significativos:

Empréstimos com garantia geralmente permitem que os estudantes obtenham quantias mais substanciais em comparação com empréstimos tradicionais. Isso pode ser particularmente útil para cobrir custos significativos relacionados à educação, como mensalidades universitárias ou despesas de moradia.

Taxas de Juros Competitivas:

Devido à garantia oferecida, os empréstimos com garantia costumam ter taxas de juros mais baixas do que empréstimos pessoais não garantidos.

Prazos de Pagamento Estendidos:

Os estudantes geralmente têm a opção de prazos de pagamento mais longos, o que pode resultar em parcelas mensais mais acessíveis. Isso é especialmente útil para aqueles que desejam um cronograma de pagamento flexível.

Riscos Associados:

É importante destacar que, ao optar por um Empréstimo com Garantia, os estudantes correm o risco de perder o ativo usado como garantia se não conseguirem cumprir os pagamentos. Portanto, a escolha de recorrer a essa modalidade deve ser cuidadosamente considerada.

O Empréstimo com Garantia pode ser uma alternativa sólida para estudantes universitários que têm ativos valiosos e desejam aproveitar taxas de juros mais baixas e montantes maiores. No entanto, é crucial entender completamente os riscos envolvidos e garantir que seja uma escolha financeiramente responsável.

Bolsas e Financiamentos Universitários

Quando se trata de buscar recursos financeiros para a graduação, uma opção fundamental para os

estudantes universitários são as bolsas de estudo e os programas de financiamento educacional. Essas alternativas oferecem suporte financeiro significativo e podem aliviar a carga de despesas educacionais.

Aqui estão os detalhes essenciais sobre as bolsas e financiamentos universitários:

Bolsas de Estudo:

As bolsas de estudo são uma das maneiras mais procuradas de financiar a educação superior. Elas são concedidas com base em critérios diversos, como mérito acadêmico, talentos específicos, necessidade financeira e filiação a grupos demográficos específicos. 

Muitas instituições de ensino superior e organizações oferecem bolsas de estudo que podem cobrir parcial ou integralmente as mensalidades e despesas relacionadas ao curso.

Programas de Financiamento Estudantil:

Outra alternativa valiosa são os programas de financiamento estudantil, como o FIES (Fundo de Financiamento Estudantil) no Brasil. Esses programas permitem que os estudantes financiem suas mensalidades universitárias e paguem o valor devido após a conclusão do curso, muitas vezes com taxas de juros baixas e prazos estendidos.

Bolsas de Pesquisa e Assistência:

Além das bolsas de estudo tradicionais, os estudantes também podem buscar oportunidades de bolsas de pesquisa ou de assistência dentro da própria universidade. Essas bolsas geralmente estão ligadas a projetos de pesquisa e podem incluir uma ajuda de custo mensal, além da experiência acadêmica.

Estágios Remunerados:

Embora não sejam tradicionalmente consideradas bolsas de estudo, os estágios remunerados oferecem uma maneira de ganhar dinheiro enquanto se obtém experiência profissional. Muitas empresas e instituições governamentais oferecem estágios que pagam aos estudantes um salário ou bolsa de estágio.

Programas de Bolsas Internacionais:

Para aqueles que desejam estudar no exterior, existem programas de bolsas internacionais oferecidos por governos, organizações e universidades estrangeiras. Essas bolsas podem cobrir mensalidades, custos de vida e até mesmo passagens aéreas.

É fundamental que os estudantes universitários explorem todas as oportunidades de bolsas e financiamentos disponíveis para eles. Esses recursos podem fazer uma diferença significativa na acessibilidade à educação superior. Além disso, os critérios de elegibilidade e os prazos para inscrição variam amplamente, portanto, é importante realizar pesquisas e candidatar-se ativamente a essas oportunidades.

Empréstimo Pessoal

Um empréstimo pessoal é uma opção flexível de financiamento disponível para universitários e qualquer pessoa que precise de recursos financeiros imediatos. Embora não seja especificamente destinado a fins educacionais, muitos estudantes recorrem a empréstimos pessoais para cobrir despesas relacionadas à faculdade, como mensalidades, livros e despesas de vida.

Aqui estão os principais aspectos do empréstimo pessoal:

Acessibilidade:

Uma das vantagens do empréstimo pessoal é a acessibilidade. Diversas instituições financeiras oferecem essa modalidade de empréstimo, e os critérios de elegibilidade geralmente não são tão restritos quanto empréstimos educacionais específicos. Isso significa que, mesmo que você não tenha histórico de crédito ou uma renda significativa, ainda pode se qualificar para um empréstimo pessoal.

Flexibilidade de Uso:

Os empréstimos pessoais não têm um destino específico, o que significa que você pode usá-los para qualquer finalidade, incluindo despesas relacionadas à educação. Isso dá aos estudantes a liberdade de cobrir uma variedade de custos, desde taxas de matrícula até despesas cotidianas.

Taxas de Juros Variáveis:

As taxas de juros de empréstimos pessoais podem variar amplamente, dependendo do seu histórico de crédito e do credor. Alguns empréstimos pessoais têm taxas de juros competitivas, enquanto outros podem ser mais caros. É importante comparar diferentes ofertas e entender os termos antes de se comprometer com um empréstimo pessoal.

Prazos de Pagamento:

Os prazos de pagamento de empréstimos pessoais também podem variar, geralmente variando de alguns meses a vários anos. É fundamental escolher um prazo de pagamento que seja compatível com sua capacidade financeira, pois isso afetará o valor de suas parcelas mensais.

Riscos e Responsabilidade:

É importante lembrar que, ao optar por um empréstimo pessoal, você estará assumindo uma dívida que precisará pagar. Portanto:

  • Certifique-se de entender completamente os termos do empréstimo, incluindo taxas, prazos e obrigações;
  • Planeje seu orçamento de forma responsável para garantir que você possa cumprir com os pagamentos;
  • Embora o empréstimo pessoal seja uma opção viável para muitos estudantes universitários, é crucial usá-lo com sabedoria e apenas quando necessário;
  • Antes de tomar qualquer decisão financeira importante, consulte um consultor financeiro ou especialista em educação financeira para obter orientações adicionais.

Cooperação com Bancos Universitários

Outra alternativa para universitários em busca de financiamento educacional é explorar parcerias entre instituições financeiras e universidades. Essas colaborações, frequentemente chamadas de “bancos universitários”, oferecem programas de financiamento exclusivos para alunos, tornando o acesso a recursos financeiros mais acessível e adaptado às necessidades acadêmicas.

Aqui estão os principais aspectos da cooperação com bancos universitários:

Parcerias Estratégicas:

Bancos universitários estabelecem parcerias estratégicas com universidades e faculdades para oferecer soluções financeiras específicas para estudantes. Essas parcerias podem resultar em empréstimos educacionais com taxas de juros competitivas, além de outros benefícios.

Taxas de Juros Favoráveis:

Uma das principais vantagens dos bancos universitários é a possibilidade de obter empréstimos educacionais com taxas de juros mais baixas em comparação com outras instituições financeiras. Isso torna o financiamento da educação mais acessível e reduz o ônus financeiro dos estudantes.

Condições Flexíveis de Pagamento:

Bancos universitários geralmente oferecem condições de pagamento flexíveis, incluindo carência durante os estudos e opções de pagamento personalizadas. Isso permite que os alunos se concentrem em seus estudos e, após a formatura, comecem a pagar o empréstimo de acordo com sua capacidade financeira.

Benefícios Adicionais:

Além de empréstimos, bancos universitários podem oferecer benefícios adicionais, como contas bancárias especiais para estudantes, cartões de crédito com vantagens educacionais e até mesmo programas de educação financeira. Esses recursos podem ajudar os alunos a gerenciar melhor suas finanças durante a faculdade.

Requisitos de Elegibilidade:

Embora os bancos universitários ofereçam condições favoráveis, é importante observar que esses programas podem ter requisitos específicos de elegibilidade, como matrícula em uma instituição parceira ou um determinado curso. Certifique-se de verificar os critérios de cada programa antes de se inscrever.

Pesquisa e Comparação:

Para aproveitar ao máximo os benefícios dos bancos universitários, é recomendável pesquisar e comparar as ofertas disponíveis. Considere fatores como taxas de juros, prazos de pagamento e outros termos para escolher o programa mais adequado às suas necessidades.

A colaboração entre instituições de ensino superior e instituições financeiras oferece uma oportunidade valiosa para os estudantes universitários acessarem financiamento educacional de maneira mais favorável. Ao explorar essa opção, você pode reduzir o impacto financeiro de sua educação e concentrar-se em seus estudos com mais tranquilidade. 

Certifique-se de verificar com sua instituição acadêmica se ela possui parcerias com bancos universitários e quais os benefícios disponíveis.

Empréstimos de Terceiros

Os empréstimos de terceiros, também conhecidos como empréstimos pessoais com fiador, são uma

opção que pode beneficiar universitários que não têm acesso a linhas de crédito tradicionais devido à

falta de histórico de crédito ou outras restrições financeiras. 

Nesse tipo de empréstimo, um terceiro atua como garantidor, assumindo a responsabilidade pelo pagamento do empréstimo caso o estudante não cumpra com suas obrigações financeiras. 

Aqui estão algumas informações essenciais sobre empréstimos de terceiros:

Fiador Responsável:

No empréstimo de terceiros, o fiador é uma parte fundamental. O fiador é alguém com um histórico financeiro sólido e que concorda em assumir a responsabilidade de pagar o empréstimo caso o estudante não o faça. Isso dá aos credores uma garantia adicional de que o empréstimo será pago, o que pode permitir que estudantes sem histórico de crédito ou renda comprovada obtenham financiamento.

Riscos para o Fiador:

É importante reconhecer que, ao se tornar fiador, a pessoa está assumindo uma responsabilidade financeira significativa. Se o estudante não puder pagar o empréstimo, o fiador será obrigado a fazê-lo. Portanto, os fiadores devem estar dispostos e financeiramente preparados para enfrentar essa responsabilidade.

Processo de Qualificação:

O processo de qualificação para um empréstimo de terceiros pode variar, mas os credores geralmente avaliam a situação financeira do fiador com cuidado. Eles podem exigir informações detalhadas sobre a renda, histórico de crédito e outros aspectos financeiros do fiador. Além disso, o estudante também pode ser solicitado a fornecer informações pessoais e acadêmicas.

Taxas de Juros e Termos: 

As taxas de juros e os termos dos empréstimos de terceiros podem variar dependendo do credor e da situação específica. É importante comparar várias opções e entender completamente os termos antes de prosseguir. As taxas de juros tendem a ser mais altas do que as dos empréstimos tradicionais, devido ao risco envolvido.

Benefícios e Desvantagens:

Os empréstimos de terceiros podem oferecer uma solução viável para estudantes que não têm outras opções de financiamento. Eles permitem que os estudantes obtenham empréstimos mesmo sem histórico de crédito ou renda regular. No entanto, os fiadores assumem um risco significativo e os estudantes devem estar conscientes das responsabilidades envolvidas.

Requisitos para Fiadores:

Os requisitos para fiadores podem variar, mas geralmente incluem um bom histórico de crédito, renda adequada para cobrir o pagamento do empréstimo e status de cidadão ou residente legal. O fiador também deve estar disposto a assinar um contrato legalmente vinculativo.

Alternativas: Antes de optar por um empréstimo de terceiros, os estudantes devem explorar outras alternativas, como empréstimos federais para estudantes, bolsas de estudo, trabalhos de meio período e economias pessoais. Essas opções podem reduzir a necessidade de um fiador e evitar riscos financeiros adicionais.

Os empréstimos de terceiros podem ser uma opção útil para universitários que enfrentam

dificuldades para obter financiamento de outras maneiras. No entanto, é essencial entender completamente os riscos envolvidos e considerar cuidadosamente as implicações financeiras antes de prosseguir com esse tipo de empréstimo.

Em resumo, para universitários que buscam financiamento educacional, existem vários tipos de empréstimo, cada um com suas vantagens e desvantagens. No entanto, é crucial analisar cuidadosamente as condições, taxas de juros, prazos e requisitos de cada opção para tomar a decisão certa com base em suas necessidades financeiras e objetivos educacionais.
Se você deseja obter mais informações sobre empréstimos ou explorar suas opções de financiamento, acesse o site do Credisul, que ajudará você a encontrar a melhor solução de empréstimo de acordo com suas necessidades específicas. Investir em sua educação é um passo importante!

ARTIGOS RECOMENDADOS